Abrir menu principal

Desciclopédia β

Maria Callas

Greece-flag copy.jpg "ΑΝΕΓΚΥΚΛΟΠΑΙΔΕΙΑ Η ΘΑΝΑΤΟΣ!!!"

Re, este artigo é grego! Ele come churrasco grego, joga tudo na janela do carro quando acaba e gosta de ganhar de Portugal na Eurocopa, além de estar endividado pra caralho.

I love nerds.jpg

Sim, Nerds Gostosas existem!
E por mais que você não acredite, este artigo trata sobre uma delas!


Emblem-sound.svg.png Maria Callas
Maria Callas.jpg
E-L-E-G-A-N-T-É-R-R-I-M-A
Nome Maria Cecilia Sofia Anna Kalogeroposopranonarcisistilous
Origem La Scala
Sexo feminino
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Voz
Gênero Ópera
Influências A galerinha gente boa da ópera
Nível de Habilidade Sexta Escala
Aparência Audrey Hepburn
Plásticas Lipoaspiração
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Ouvir os próprios cds
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Vincenzo Bellini

Cquote1.png Você quis dizer: Euterpe da ópera Cquote2.png
Google sobre Maria Callas
Cquote1.png Você quis dizer: Estresse dos diretores de ópera Cquote2.png
Google sobre Maria Callas

Cquote1.png Minha voz é champagne e a da Renata Tebaldi é Coca Cola Cquote2.png
Maria Callas sobre Maria Callas
Cquote1.png Bitch, eu sou melhor do que você! Cquote2.png
Renata Tebaldi sobre Maria Callas
Cquote1.png Eu sou a nova Maria Callas! Cquote2.png
A desiludida Angela Gheorghiu sobre Maria Callas
Cquote1.png Eu que sou a nova Maria Callas! Cquote2.png
Anna Netrebko, outra desiludida sobre Maria Callas
Cquote1.png Minha divina. O que seria da minha vida sem a sua voz! Cquote2.png
Qualquer fã de ópera bêbado de tanto tomar vinho enquanto escuta Maria Callas sobre Maria Callas
Cquote1.png Minha Lucia di Lammermoor é mais famosa que a dela. Cquote2.png
Joan Sutherland sobre Maria Callas
Cquote1.png Já peguei! Cquote2.png
Onassis sobre Maria Callas
Cquote1.png Já peguei também! Cquote2.png
Meneghini sobre Maria Callas
Cquote1.png Eu também já peguei! Cquote2.png
Giuseppe di Stefano sobre Maria Callas


Maria Cecilia Sofia Anna Kalogeroposopranonarcisistilous foi uma mulher que gostava de cantar gritando no teatro cantora de ópera de ascendência grega nascida nos Esteites e que é cultuada, adorada, venerada, idolatrada e reverenciada por um bando de fãs que escutam seus discos de ópera em suas caras mansões enquanto se embriagam de vinho e champagne. É considerada a maior cantora de ópera de todos os tempos porque é a que consegue gritar mais alto e teve o recorde de estourar quatrocentos tímpanos enquanto entoava a última nota do final do segundo ato de Aida em 1951.

BiografiaEditar

Maria Callas era uma gorda feia criança diferente, que nunca era chamada para as festinhas adolescentes, ao contrário de sua irmã, que era bonitona. Revoltada, Maria decidiu virar cantora de ópera, para jogar na cara dos seus amiguinhos, toda a sua aguticidade vocal. Depois de tomar muito Diet Shake, ela emagreceu e ficou famosa na Europa por seu talento e pelas inúmeras chineladas que dava no pessoal da produção dos teatros. Largou um simpático velhinho de nome Meneghini e se casou com um velhinho carrancudo chamado Onassis, que mais tarde largou ela pra ficar com a elegantérrima Jack Kennedy. Onassis só gostava de mulher poderosa. Nesse processo, Callas começou a perder sua voz e a cantar como a Preta Gil. Decidiu largar sua carreira e depressiva, morreu chorando por sua voz e pelo velho carrancudo que largou ela.

 
Maria Callas pronta para dar uma chinelada no diretor da ópera

Personagens de óperaEditar

  • Violetta Valéry (La traviata) - uma senhorita e mulher da vida riquíssima e luxuosa meio pirada que passava a noite na balada e que decide trocar suas entradas vip por um mocinho chamado Alfredo.
  • Carmen - uma cigana muito sem vergonha que gostava de dançar, seduzir e cantar tra la la la para oficiais da polícia.
  • Lucia di Lammermoor – uma mocinha que parece ser normal no início, mas perde o juízo (se é que ela já teve), mata seu marido e sai no meio de uma festa com uma camisola branca toda ensanguentada. Inspiração de muitos góticos.
  • Madama Butterfly – uma gueixa muito vida loka que se apaixona por um rapaz estadunidense chamado Pinkerton e começa a se americanizar, usando blusa Hollister, iPhone e tomando Coca Cola. Essa é a ópera mais triste feita pelo compositor mais puto da história
  • Turandot – uma princesa muito chata que faz um estrangeiro quase morrer por causa dela e depois de tudo ainda faz c* doce.
  • Norma – uma sacerdotisa muito dramática que gosta de cantar para divas castas.
  • Tosca – essa eu nem preciso falar muito, o nome da personagem já diz tudo sobre ela.
  • Medea – uma bruxa que mata seus filhos para se vingar do ex marido que a largou. Com essa ópera, Callas inspirou movimentos feministas nos anos 50.
  • Abigaille (Nabucco) – uma que alega ser a filha do rei da Babilônia e que jura apoderar-se do trono de rainha após por chutada pelo rei de Jerusalém. A própria esposa de Giuseppe Verdi foi a primeira a cantar esse papel e, após perder sua voz de tanto gritar nos recitativos, rogou uma maldição que consistia em acabar com a voz de todos os sopranos que ousassem cantá-lo. Isso tem dado certo até os dias atuais.
  • Anna Bolena – uma rainha da Idade Média muito vida loka (Callas gostava de personagens vida loka como você percebeu) que dá e leva chifrada do Enrico VIII. Callas estourou muitos tímpanos no final do primeiro ato dessa ópera.

Além dessas, a nossa querida magrela fez outros personagens, se quiser conhece-los é só comprar sua discografia pelo preço de cinco mil reais. Depois reclamam quando eu falo que só milionário gosta de ópera. O resto... agradeça ao Youtube.