Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mariehamn

Mariehamn é uma terra mística, a imaginária capital da ilha imaginária de Åland, onde está localizado a Mansão Foster. O nome "Mariehamn" significa do sueco medieval, literalmente, "A jangada fugitivos próprios pátria do serviço militar

HistóriaEditar

 
Nada. Absolutamente nada.

Alguns suecos estavam passeando pelo Mar Báltico tranquilamente quando chegaram numa terra desconhecida. Ao chegarem lá fizeram a coisa mais sensata de se fazer ao chegar num local novo: Matar todos carneiros da região e cravar seus crânios em estacas numa grande muralha da pequena aldeia que viria a ser Mariehamn.

Os finlandeses por sua vez, embora a ilha ficasse em seu território, estavam preocupados demais em chupar gelo e deixaram essa situação para lá. Mas depois da Segunda Guerra Mundial que o Google Earth foi inventado, a cidade de Mariehamn foi colocada no mapa e uma disputa judicial prolongou-se por 1,5 meses onde nem a Finlândia perdeu, tendo que ficar com essa aldeia que em nada parece aquelça utopia que falam da escandinávia.

GeografiaEditar

Em Mariehamn não há montanhas, um clima imutavelmente frio e árvores de Natal em qualquer lugar.

PopulaçãoEditar

É difícil dizer algo sobre a população de Mariehamn, porque ninguém está interessado em ir lá ver para explicar. Sabe-se que teu povo tem uma grave crise de identidade por não saberem se são suecos, finalndeses ou gonomos escravos da fábrica de brinquedos do Papai Noel.

A língua finlandesa é permanentemente proibida nesta cidade, e seu uso é equiparável à pena por posse de pornografia infantil, ou seja, pena de morte suave.