Abrir menu principal

Desciclopédia β

Marsilac

Cquote1.png Como faço para chegar no Terminal Marsilac Cquote2.png
Alguém que "non ecziste" com residencia em Marsilac
Cquote1.png Marsilac? Há Marsilac!... É ... Não Conheço... Cquote2.png
Paulistano respondendo para Alguém que "non ecziste"
Cquote1.png Você quis dizer: Acre Cquote2.png
Google sobre Marsilac
Cquote1.pngVocê quis dizer: Marsilacre? Cquote2.png
Google Earth sobre Marsilac
Cquote1.pngVocê quis dizer: no Acre Né? Cquote2.png
Google Earth sobre Marsilac
Cquote1.pngVocê quis dizer: São Paulo ??? Não é no AcreCquote2.png
Google Earth sobre Marsilac
Cquote1.png Você quis dizer: Lenda URBANA Cquote2.png
Google sobre Marsilac
Cquote1.png Você quis dizer: Quem? Como? Onde? Cquote2.png
Google sobre Marsilac
Cquote1.png Isso non ecziste!!! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre em uma conversa sobre os bairros de São Paulo
Cquote1.png 404 Not Found Cquote2.png
Internet Explorer sobre Marsilac
Cquote1.png As Obras do Pitta estão em Marsilac Cquote2.png
Paulo Maluf durante as eleições para Governador
Cquote1.png Amor você tinha reunião de novo em Marsilac?. Cquote2.png
Mulher questionando o marido que chegou 3 dias depois em casa.
Cquote1.png Eu fiz 110 AMAS e todas estão em Marsilac Cquote2.png
Kassab durante horario Politico
Cquote1.png Eu sou de Marsilac e você? Cquote2.png
Gostosona ou Saradão na balada, dando fora em Você

Localização de Marsilac.

Marsilac é um distrito localizado bem no extremo sul (no EXTREMO MESMO!!!!) do município de São Paulo, que segundo antigos, o bairro faz parte da terra nativa ( não o programa) desbravada pelos Bandeirantes (não o Canal) que fica a 500 milhas (não as de Indianápolis) de Lugar Nenhum próximo da divisa do Acre com Rondônia ou Roraima, mas é logo ali (de Mineiro).

Antigos dizem que é bem lá que mora o Demônio, este que segundo o Padre Quevedo "non ecziste", por ficar “bem abaixo” lá no extremo sul (lá embaixo), ou seja “no inferno”.

Assim o que se pode concluir é que um bairro não existe, pois para algo existir de verdade você precisa no mínimo conhecer alguém que foi pra lá. Outro fato que comprova a não existência do bairro é que no TERMINAL PQ. Dom Pedro não têm nenhum Ônibus pra lá.


Índice

Sobre o distrito de MarsilacEditar

AGORA, Lá no mapa da Cidade de São Paulo, MOSTRA que Marsilac pertencente à subprefeitura de Parelheiros (que também "non ecziste", ainda que algumas testemunhas tenham afirmado ver ônibus com tal indicação).

Segundo Gnomos, que são ex-moradores do Bairro, Marsilac é "quase totalmente" rural, tem a maior área territorial e é o distrito mais pobre e com mais baixo índice de desenvolvimento humano da cidade de São Paulo, totalizando a nenhum habitante, já que estes são EX, ou seja, não moram mais lá e quem viu estes foram o TIHUANNA (que tava tudo doidão quando deram este testemunho, e depois até fizeram uma música sobre estes).

OUTRAS Lendas dizem que o bairro está localizado a cerca de 10 a 15 quilômetros do litoral do ESTADO (hahahahaha), fazendo divisa com os municípios de São Vicente e Itanhaém (que são vizinhos né, segundo a Carla Perez), afirmando que a Cidade de São Paulo fica bem perto do Praia ( VIU CARIOCADA, noiiXXXx têm praia CARAAAAAA! E é pertu pra CARACA!!!).

Porém, suponhamos que um cara, QUE "possivelmente" mora em Marsilac, TODO DIA percorre de 60 a 70 quilômetros para chegar ao centro e conseguir Metrô, comida, Roupas, Estudo, Produtos importados e até EMPREGO (que segundo o Padre Quevedo "non ecziste" em São Paulo).

Conforme rumores de bastidores o Reino de Tão Tão distante da série Hulk Shrek é um subdistrito de Marsilac. Também reza a lenda que o Pé Grande refugiou-se lá já que o estão procurando em todo o mundo.

Fundação de MarsilacEditar

 
Engenheiro Mister Maggo, quando chegou no bairro em XXIV a. C.!!!



O lugarejo surgiu na ponta do mapa da cidade pelos idos de 1930 ou 1500, quando o governo mandou construir entre os rios Capivari e Monos um trecho da ferrovia que vai para o litoral. Seu nome é uma homenagem ao engenheiro José Alfredo Marsillac, mais conhecido como o Zé Arfredu ou Mister Magôo, que desenvolveu várias técnicas para a construção de estradas e túneis, mesmo não tendo só 99% de sua visão. E com toda essa capacidade visual, ele cuidou da arquitetura e urbanização de todo o bairro.

Só que o coitado era meio rebelde e foi atingido por uma bomba na revolução de 30, aquela guerra paulistana que dá um feriado no dia 9 de JULHO. Assim, ele não pode concluir todos os seus projetos e assim virou homenagem (morreu vira placa).

Concluísse os historiólogos que o Engenheiro Magôo Marsilac, que tinha 1% de sua visão, não pode garantir que viu o Bairro para comprovar sua existência.


 
O Engenheiro passeado pelo bairro!!!

Dizem também que o bairro é habitat do grande vilão da [cientologia] que é o Xenu (apesar de muito conflitante com a realidade, essa é a verdadeira crença). Xenu é um ditador intergalático que, há 75 milhões de anos, trouxe bilhões de seres à Terra em aviões, alinhou-os perto de vulcões e os exterminou com bombas de hidrogênio. Depois disso, vez uma casa em Marsilac, para passar ferias já que é perto do litoral.

Os cientólogos acreditam que a essência de muitos dos seres exterminados por Xenu continuam a vagar em Marsilac causando desequilíbrio mental e opressão aos seres humanos. Só que como não se encontra o bairro não pode combate-los.

Infra-estruturaEditar

Marsilac não tem CEU nem Passa-Rápido, mutirão da catarata só na propaganda de TV, candidato não faz comício pois nunca foi pra lá. No BAIRRO não chegou esgoto e nem coleta de lixo e nem o carro da Pamonha.

Lá também não tem Padaria, mercadinho, lanchonete, Banca de Jornal, Farmácia, Pessoas, não tinha teto, não tinha nada e assim por diante.

O Mapa da Exclusão e Inclusão Social da PUC revela que 98% das casas usam água de poço e é de lá o maior índice de mortalidade infantil da cidade com 22,99 ( não é mais fácil 23) para cada mil nascidos vivos.


Porém uma Vóvozinha que mora em Santos (PLEUNASMO, pois Santos é a terra dos Velhinhos), contou a seus netinhos que a linha férrea Mairinque-Santos, construída para ligar o interior ao litoral tinha uma das estações, que durante a construção era chamada de Embura.

Está foi inaugurada em 1934 já com o nome atual, ENGENHEIRO MARSILAC o tal do Zé Alfredo ou Mister Magôo, mais ele acha melhor chamar de você.





 
CADÊ ESSES PORQUINHOS???


A estação foi construída em alvenaria, ao contrário das estações da época, que tinham sempre uma provisória, de madeira e já antes de 1986 a estação foi demolida pelo Lobo-Mau, que soprou, soprou e soprou, achando que tinha um porquinho Lá. Mas num tinha, só tinha presuntos mesmo.






Hoje no seu lugar há um campinho de futebol, que dizem que foi lá que o Tostão, Rivelino e Carlos Alberto foram descobertos.

Mas alguns metros antes foi construída uma estação nova, chamada pelos habitantes criativos do “longínquo bairro” de "ESTAÇÃO NOVA".




 
O Zé Arfredu mostrando para um dos moradores a Estação!!!


Mas em 1998, a estação já tinha sido demolida, já que o tráfego de passageiros no trecho foi suprimido no final de 1997 e o LOBO soprou tudo outra vez, pois ele não desiste nunca.

O Lobo MAU comeu o Magôo Marsilac, e depois veio para são Paulo com o cod-nome Pitta e prometeu aos habitantes de Marsilac um Fura-Fila lá. Mas nem lá nem na capital teve essa obra que "non ecziste" até hoje!!! Ela só pode estar em lugar nenhum.






Situação SocialEditar

Segundo uma reportagem em 2002, dos dez distritos de São Paulo que apresentaram menor variação da renda do chefe de família (média de 0,4%) e Marsilac está incluído com agravante de uma renda média NO VALOR DE R$ 447,04.

Pensando que além dos pedágios, um habitante Marsilaquiano demora 7 horas e meia para chegar à civilização, assim ele só economiza aos finais de semana, pois seu bilhete único dura 8 horas.



 
PARTICIPANTES da associação "Presunto sem capa de Gordura"!!!

Sobre organizações e movimentos sociais de dois em cada três paulistanos não costumam participar, porém em toda a cidade, Marsilac está entre os campeões do associativismo, pois mais de 50% de sua população participam de algum tipo de comunidade.



Um outro estudo feito sobre a violência, que resultou no desenvolvimento de uma metodologia geoestatística capaz de estimar e mapear o risco de homicídios na cidade de São Paulo, coloca o distrito de Marsilac entre eles, mas o que não se sabe é que o bairro aparece devido seus habitantes serem desovas resultantes de crimes da máfia Carioca, Coreana, Petista, entre outras.




TecnologiaEditar

 
Um morador e a tecnologia!!!



Segundo a pesquisa, divulgada no jornal "Folha de S. Paulo" em Marsilac 19% da população têm computador, isso porque alguns de seus habitantes são "desovados" lá, junto com seus notebooks.






ImpóstosEditar

 
Os pagadores de impostos!!!



O Kassab nunca recolheu o IPTU de Marsilac, já que ele nunca fez uma visita no bairro e lá também não tem casas, pois o Lobo-Mau soprou elas também. Porém os "presuntos" jogados lá pagam imposto para o INCRA, que cobra o ITT (Imposto Territorial da Terra).






PoliticaEditar

Em 2004, Marsilac não recebeu visitas de Marta Suplicy nem de José Serra, candidatos a prefeitura na época, pois segundo eles 58km é muito longe, e não tem nem linha de Metro e o Lobo-Mau soprou a estação de Trem e comeu o Vovozinho cego.

Quem deu sinal de vida em Marsilac foram alguns políticos da vizinhança ou estrangeiros mexicanos (hahahaha), como o Seu Barriga e o Professor Girafales.



 
Um Marsilaquiano sendo preso pelo RAPPA!!!

Um foi cobrar impostos do INCRA assaltando o bolso das “desovas”, Já o outro foi educar os Índios, que aprenderam a ler e escrever. DEPOIS disso eles aprenderam a negociar e atravessar a ponte da amizade, e acabaram se mudando para a 25 de março, e hoje são confundidos com Colombianos.








Meio AmbienteEditar

Rotulado pelas instâncias da administração como área francamente rural, Marsilac e seus 200km2, que representa um oitavo do território da capital tornou-se por lei Área de Proteção Ambiental, pois fica perto da Floresta Amazônica, com divisa pro Acre.