Abrir menu principal

Desciclopédia β

Matões do Norte

Matões do Norte, tal qual diz o nome, é apenas um grande matagal localizado lá no norte do Maranhão. Atualmente, possui uma população de 7.000 habitantes, sendo que três são humanos e todo o resto são mosquitos transmissores da malária. Apesar de estar localizada no Maranhão, Matões do Norte não é um deserto. Pelo contrário, lá naquelas bandas chove quase todo dia. Na verdade, chove tanto que é bem comum alagar toda a região.

Índice

HistóriaEditar

 
Matões do Norte é conhecida nacionalmente por conta de suas estradas bem-conservadas.

Nos primórdios, Matões do Norte era apenas um terreninho abandonado, que os matutos usavam para plantar mandioca para subsistência.

Porém, com o tempo, foram chegando na região alguns traficantes, que estavam procurando por um terreno isolado do mundo como Matões do Norte para esconder toda a maconha, heroína e congêneres que comerciavam. Como Matões do Norte fica na fronteira da casa do caralho com o cu do mundo, a polícia nunca sequer imaginou que os traficantes escondiam todo o "produto" em Matões do Norte.

Passados alguns anos, foram chegando na região alguns maconheiros, que foram atraídos pela fumaça que era exalada de Matões do Norte, quando os traficantes queimavam algumas pedras para subsistência. No princípio, os traficantes pensaram em meter tiro de carabina na cara desses maconheiros que tinham descobrido o seu esconderijo secreto, porém, como eles poderiam ser bons compradores, os traficantes acharam melhor deixar que todos os maconheiros vivessem.

Como tinha muita droga escondida em Matões do Norte, e os maconheiros tinham preguiça de ficar indo e voltando para comprar o produto, eles resolveram levantar alguns barraquinhos de madeira, para ir morando por ali. Com isso, Matões do Norte se tornou uma verdadeira boca de fumo, pois os maconheiros ficavam dia e noite dando um tapa na pantera por lá.

Passados os anos, chegaram mais alguns milhares de maconheiros interessados no produto, que era famoso em todo o Maranhão. Com toda essa demanda, os traficantes foram apenas enriquecendo, e, os maconheiros iam apenas se alojando lá nos cantinhos de Matões do Norte, sempre construindo novos barracos.

Atualmente, Matões do Norte ainda é ocupada por alguns maconheiros atoas, porém, também já chegaram por lá algumas putas pagas, alguns policiais e alguns doidos que acham que Matões do Norte é a melhor cidade do mundo.

EconomiaEditar

Totalmente baseada no comércio da maconha. De vez em quando, também rola a exportação de heroína, porém, isso acontece em menores quantidades.

EducaçãoEditar

Inexistente. A única escola de Matões do Norte foi transformada em pista de skate pelos vagabundos locais.

SaúdeEditar

Inexistente. O único hospital da região se tornou um galpão para o armazenamento de drogas.