Abrir menu principal

Desciclopédia β

Medellín é um grande conjunto de caos urbano, criminalidade e corrupção na Colômbia, sendo a segunda no país nesse quesito perdendo apenas para a capital federal Bogotá. Medellín é a capital do departamento colombiano de Mandioca e capital mundial do cartel de maconha.

Índice

HistóriaEditar

 
Medellín é modelo na Colômbia sobre o transporte público.

A região já era habitada por indígenas que controlavam o comércio de coca no século V a.C.. Cultura que fortemente se enrraigou no modo de vida de Medellín.

O povoado foi conquistado pelos espanhóis em 1541, sobretudo por vaqueiros em busca de El Dorado que frustrados decidiram ficar por ali pensando na morte da bezerra. Medellín foi libertada por Simón Bolívar durante as Guerras Clônicas.

Atualmente Medellín é apenas mais uma base de operações das FARC na América do Sul.

EconomiaEditar

Medellín representa 8% da economia da Colômbia através do comércio de mandioquinha produzida pelo Cartel de Medellín, rival do Cartel de Cali sobre o controle do preço da maconha um dos produtos mais consumidos na cidade.

GeografiaEditar

Medellín está localizada no Vale da Burra, que recebeu esse nome poiis no século XVI era um polo econômico mundial de leite de burra (atualmente a produção de leite de burra de Acapulco ultrapassou Medellín). A fauna da cidade também é riquíssima, andando pelas ruas de Medelín é possível observar as diferentes espécies de ratazanas, baratas, traças e cupins.

EsportesEditar

Medellín é a capital colombiana do futebol, sendo a casa dos dois grandes rivais Independiente Medellín e Atlético Nacional, que apesar da grande rivalidade local, na hora que chegam na Libertadores é só para se fuder para os times brasileiros e argentinos mesmo.

Cidadãos ilustresEditar