Abrir menu principal

Desciclopédia β

Cometinha.jpg Este é mais um artigo com pretensão pseudo-científica, portanto, seu autor é um desocupado mentiroso que não diz coisa com coisa.



Típico fenômeno físico que a metafísica tenta roubar.

Cquote1.png Você quis dizer: Inutilidade Cquote2.png
Google sobre Metafísica
Cquote1.png Um dia você aprende Cquote2.png
Shakespeare sobre Metafísica
Cquote1.png Não, não, não... Cquote2.png
Qualquer um em sã consciência respondendo a frase acima
Cquote1.png Vão se foder esses metafísicos! Cquote2.png
Immanuel Kant sobre metafísicos.
Cquote1.png No mundo metafísico a conjunção das partículas quânticas permite a clarividência. Cquote2.png
Charlatão falando merda usando a metafísica.
Cquote1.png Meio eu? Cquote2.png
Física sobre Metafísica.

Metafísica é uma pseudociência da mesma forma que a Fernanda Lima é uma pseudoatriz, ou seja é uma coisa bem vagabunda. A metafísica, segundo os metafísicos é aquilo que estuda o ser ou a realidade, o que por si só não significa porra nenhuma, na verdade, o objetivo da metafísica é meramente embasar toda parafernalha mística, seja religiosa ou mesmo aqueles papos tântricos doidos. Enfim, é algo que poderia tranqüilamente não existir, já que não serve para nada.

DefinindoEditar

Metafísica é mais uma das trocentas palavras que vêm do grego e que recheam a gloriosa Língua Portuguesa, μετα [meta] = depois de/além de/ entre/ através de e Φυσις [physis] = natureza ou físico. Resumindo significa além do natural, do físico, ou ainda, sobrenatural.

 
Ótima representação da metafísica (na verdade o vazio é negro, o branco representa a existência de fótons visíveis).

Essa coisa tenta de todas as formas responder perguntas retóricas muito idiotas, como por exemplo "O que é realidade?" ou ainda "O que é natural?"; mesmo que isso exija qualquer quantidade mínima de reflexão, quem quer saber? Não é necessário promover uma nova (pseudo)ciência para tentar fazer com que alguns idiotas reflitam sobre as coisas que são inúteis no mundo. A metafísica gira em torno do nada, parte do ponto 0 para chegar à √-1, pode se dizer também que partiu do 0 há 200 anos atrás e ainda continua no 0 e pior, assim continuará pela eternidade MWAHAHAHA. Eles agem tentando agrupar acontecimentos sem sentido, ou perguntas que ninguém quer saber a resposta como se fossem uma criancinha de 3 anos tentando agrupar seus carrinhos por cor, a diferença é que em geral a criança consegue chegar a seu objetivo, mas a metafísica permanece estagnada.

Indo ao ponto, metafísica é o conjunto dos problemas relacionados à existência dos seres (só os problemas mesmo, porque solução...) Como seu QI é baixo demais para compreender pode-se traduzir resumindo que a metafísica trata da existência das coisas no campo da ideias, ou seja, para você ela não existe. É, o conceito é complicado mas pode-se exemplificar com a seguinte situação, você vê uma rapariga muito gostosa e descobre que ela passou no ITA, tal evento é impossível, você discorre sobre a realidade e o quão natural é isso, chega a conclusão de que isso é alucinação, sua pesquisa foi metafísica, pois investigou a realidade e a natureza e as possibilidades acerca disso, do fato de uma gostosa ir para o ITA (AEEEEEE...não).

Na realidade, a metafísica estuda seres não físicos mas que existem e suas consequências, dentre esses seres enquadram-se a política, a ética e a nerd gostosa do exemplo, seres imateriais (ou nem tanto). A metafísica preocupa-se muito com os príncipios morais e todo o esquema que rege a sociedade também (coitada).

 
Metafísico se esforça pensando em uma utilidade para a metafísica (seria mais fácil pra ele plagiar o Edir Macedo e a mãe Diná e lucrar com os tolos, no entanto).

(F)UtilidadesEditar

Dissertar sobre política, ética (sim, aquela teoria inútil que todo mundo fala mas vc ta pouco se lixando, até por que os propagandistas dela nem sabem que a palavra ethos original da Hélade Aristocrática nada tinha a ver com os hippongas anos 60s) pode até ser útil (ou não), mas a metafísica perde-se querendo ir além disso, tenta ser ciência, o que não é. Onde já se viu uma ciência que estuda coisas completamente aéreas como comportamento humano em sociedade tentando avaliar o que é realidade e natural nisso, ou seja, a metafísica tenta estudar o proibido, avaliar o que não tem como ser avaliado, ela tenta tocar o zero da abscissa do logarítmo (nerd mode> on), ser muito genérica e genética ao mesmo tempo, o que não cola.

Toda ciência tem seu campo de estudo, a metafísica é determinada como o "estudo dos objetos e suas propriedades, tais como tempo, espaço, casualidade e possibilidade" (O RLY?), agora em 10 segundos respondam, o que não estuda um objeto e sua relação com os outros e o ambiente?

 
O estudo da metafísica pode acarretar sérios danos ao corpo (na verdade o genoma dele ja tava todo lixado por que a mãe cruzou com alguém cheio de resíduos autossomicos simiescos podres).


10... 9... 8... 7... 6... 5... 4... 3... 2... 1... 0!

Resposta: A metafísica...Acho que nada, ou tudo, sei lá!!!

Toda ciência é isso, todo estudo é isso. O que torna a metafísica algo boçal é a falta de foco, daí ela se torna vazia e completamente sem sentido, até porque ela nem é um estudo digno de assim ser chamado, pode-se até dizer que ela é um ramo da filosofia (o que continuaria mantendo-a como algo fútil), mas convenhamos, existe algo mais mortalmente árido que um livro de Arthur Schopenhauer? Ao fim da definição e do "estudo" da metafísica qualquer um chega à conclusão de que a coisa é de uma inutilidade ímpar; Ou melhor, chegamos à conclusão de que há coisas (como a metafísica) cuja utilidade é ser uma inutilidade a mais para tomar seu tempo ser estudada.

Abre-se aqui um parênteses, pois os gurus do século XXI ainda chegam com uma historinha de que eles tem tratamentos metafísicos que levam a abertura espiritual e outras coisas (WTF). Tudo balela, é transcedentalismo barato e fajuto, caras afim de vender seus "tratamentos para alma" (no coments) recorrem ao termo metafísica e até à pobre Física Quântica. Mas para esse tipo de gente a metafísica tem alguma utilidade: enganar otários e arranjar dinheiro. Um ótimo uso para algo tão inútil.

Outras inutilidades Ver tambémEditar