Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mina Mongoose

Latino.png QUEM É O CANTÔ?

Este artigo é sobre alguém que tenta, sonha, pensa ou finge que é um cantor.
Não vandalize este artigo, pois Arnaldo Saccomani pode lhe dar um NÃO.

♫ I love to sing-a... About the moon-a and the June-a and the spring-a... ♫
Mit2.gif Cuidado! Este artigo é sobre uma GURIA RETARDADA!

E ameaça matar os feios que falam mal do Justin Bieber!

Clique aqui pra ver mais garotas malucas

Mina Mongoose
493d7013-8611-2e80-5b95-9c57dd7d635c.jpg
Mina Mongoose te dando bola um "oi!" pra você.
Ano de criação 1999
Primeira aparição Archie Comics
Habilidade(s) Correr e Cantar
Amigo(s) Sonic e o resto dos Freedom Fighters
Inimigos Dr. Eggman & Cia
Quem gosta da Mina Qualquer um que curte Hentais da turma do Sonic

Cquote1.png Você quis dizer: Mina Gostoose Cquote2.png
Google sobre Mina Mongoose
Cquote1.png Experimente também: Putas que o Sonic já pegou Cquote2.png
Sugestão do Google para Mina Mongoose
Cquote1.png ♫ Mina, seus cabelo é da hora! Seu corpão violão! Meu docinho de coco! Tá me deixando louco!! ♫ Cquote2.png
Mamonas Assassinas sobre Mina Mongoose
Cquote1.png ♪ Eu sei que eu sou bonita e gostosa, e sei que você me olha e me quer... ♪ Cquote2.png
Mina Mongoose tentando paquerar o Sonic
Cquote1.png Ei peraí! Eu gosto muito de você, mas se for para dar uns pega, eu preferiria a Sally. Só espero que me entenda... Cquote2.png
Sonic dando indiretamente um pé na bunda da Mina
Cquote1.png Ela que se atreva a tentar seduzir o MEU Sonic pra ver só uma coisa! Cquote2.png
Amy Rose sobre Mina
Cquote1.png Sai fora, Sonic! Ela agora é minha! Cquote2.png
Ash sobre Mina
Cquote1.png Sei não, cara... só acho que tu é corno. Cquote2.png
Tails sobre Ash
Cquote1.png A única que conseguiu sobreviver a um tiro da minha 9mm! Cquote2.png
Fang sobre Mina

Mina Mongoose é mais uma das putinhas da turma do Sonic que só aparece nos HQs do azulão. Assim como Amy, ela é mais uma quenga criada só mesmo para dar pro Sonic (sendo que essa ai Sonic ainda aceitou comer), sem falar que é tambem uma das poucas personagens que é realmente rockeira (seguindo o mesmo visual emo exagerado de Sônia e Manic).

Índice

A Sua infanciaEditar

 
Mina durante sua vida de putinha fugitiva.

Mina foi descoberta fora do Robotropolis junto com outra meia duzia de furries mobianos que estavam sendo capturados pelos badniks do Dr. Eggman; desesperada depois que sua mãe foi capturada e extuprada pelo Dr. Robotnik, sendo assassinada cruelmente logo em seguida roboticizada. Durante o tempo que vivia mendigando por lá, ela conheceu o antigo vilão Mammoth Mogul, que usou seus poderes do Chaos e magia Ixis cósmicos e fenomenais para destravar sua super velocidade, e de prache apagando a memória da coitadinha sobre seu encontro e a venda da sua alma pra ele (a alma dela, não sua seu trouxa), plantando uma sonda pós-hipnótica como medida de precaução para que no futuro ninguem pudesse fazer com ela a mesma pouca vergonha que fizerão com a mãe dela, claro, isso quando Mina Mongoose virasse uma verdadeira Mina Gostoose (sim! sabemos que essa piada foi horrivel... culpe o editor). No entanto, pouco tempo depois ela foi salva pelo Sonic (que estava em um de seus exercícios de rotina resgatando fracos e oprimidos, tendo tempo ainda de chutar a bunda do Eggman) e este a trouxe para Knothole junto com os demais refugiados daquela desgraça.

 
Mina contando sua triste história após conhecer Sonic

Como Sonic também teve toda a sua família roboticizada, Mina sentiu que eles eram parecidos e viu em Sonic alguém com quem pudesse relacionar-se, mas continuou a sentir-se solitária, viciando-se em crack e até pensando em deixar-se ser robotizada para ficar na mesma situação que a mãe dela, ou seja, quanto mais se viciava em cogas, mas se achava amadura pra dá ferro na vez. Eventualmente, ela se trataou na PROERD conseguindo se reabilizar, onde encontrou algum significado pra sua vida medíocre ajudando a cuidando de três fedelhos órfãos: Sasha, Rory e Snaggle Huguinho, Zezinho e Luizinho, que eram tão solitários quanto virgens.

Paixonite por SonicEditar

 
Mina Mongoose muito apaixonada pelo Sonic! adolescentes...

Observando o heroismo e fodassidade de Sonic, bem como a maneira como ele interagia com seus amigos e familiares, Mina acabou desenvolveu um amor selvagem paixão pelo ouriço, e foi tratando de se aproximar dele mais ainda depois que soube que Sally só tava enrolando com o azulão e nunca ia pros finalmentes. Logo tornaram-se amigos próximos, embora alguns gatos pingados aqui e ali, como Bunnie e Amy, não parecessem apreciar ver Mina e Sonic juntos, já que elas também tinha uma quedinha pelo ouriço. A partir dai, muitos Sonallys de plantão começaram a torcer o naríz e mais fanboys começaram a shippar esses dois.
Quando Sonic descobriu que Mina também possuia a tecnica de correr pra caralho (e havia melhorado essa arte), ele se ofereceu para ser seu professor particular para ajuda-la a melhorar mais ainda essa capacidade, bem como saber controlar para não sair atropelando pessoas inocentes. Nisso os dois acabaram passando ainda mais tempo juntos, sendo que até teve uma vez que Mina beijou Sonic em agradecimento, ele foi surpreendido por seu choque de confusão, ela ficou toda envergonhada e no fim só ficaram por isso mesmo não indo até o final.

PS: Sally viu tudo, ficou bem putinha da vida, mas logo deixou tudo isso pra lá (sendo que ainda tentou dar o trouco no azulão ficando com o Monkey Khan bem mais tarde... ciume de mulher é fogo mesmo).

Entrando pros Freedom Fighters (só que não!)Editar

Depois de muito "rola ou não rola", Mina acaba decidindo que ela tinha tomado a abordagem errada com o macho visado por ela; como qualquer adolescente imatura, foi pedir conselho à mãe, que através de um ligeiro mal-entendido resultou na sua tentativa de chamar a atenção do Sonic: vestindo roupas extravagantes e sensuais, e até tentou ficar semi-nua na frente do Sonic sem ninguém por perto (mas como ela ainda tinha um corpo de criança, o Sonic nem deu bola para isto). Embora sempre estivesse impressionado com o desenvolvimento de Mina (quer em treinamento, quer em busto), ele sempre tinha de sair em alguma missão com os Freedom Fighters, frustrando assim a pobre mangusto.
Dai eventualmente, ela decidiu se tornar uma lutadora da liberdade só mesmo com a intenção de passar mais tempo com Sonic. Enquanto sua mãe estava desconfiada desse raciocínio tão infantil de querer se envolver em missões suicidas enfrentando um perigoso cientista psicopata que robotizou milhares de sua espécie apenas para ficar ao lado do seu crush, Mina começou a treinar pra valer no melhor estilo espartano em vários aspectos com a turminha dos Freedom Fighters pra se tornar uma deles, e nisso aprendeu muita coisa:

 
...E ela corria ainda mais rápida toda santa vez que via o azulão passando por perto
  • Com Sonic aprendeu a aperfeiçoar a arte de correr pra caralho e a técnica milenar do Nitro descarregado;
  • Com Bunnie aprendeu técnicas de luta corpo-a-corpo e como ser sexy sem ser vulgar;
  • Com Tails e Rotor aprendeu muitas nerdisses, mas tambem que nunca conseguiria voar pelo fato de não ter nascido com dois rabos;
  • Com Antoine aprendeu a ser trouxa e medrosa diante de situações perigosas (sem falar que foi a pessoa com quem ela mais teve aula... infelizmente);
  • Com Knuckles aprendeu que meter porrada na fuça do inimigo é muito mais prático que resolver as diferenças no dialogo;
  • Com Sally não aprendeu nada; na verdade só aprendeu que quando a concorrência vacila, o homem acaba sendo da primeira que der em cima;

Assim logo ela se tornou um membro oficial das Forças Armadas Norte Americanas dos Freedom Fighters. No entanto, quando um robô gigante enviado por sua exelentícima obesitude Dr. Eggman resolveu atacar Knothol, Mina, lembrando-se das lições aprendidas com Sonic, tentou salvar as indefesas criançinhas Sasha, Rory e Snaggle, isso apenas para ser dominada pelo pânico (graças as aulas com Antoine) e congelar no campo de batalha, apenas esperando pra ser atacada e morta como uma figurante qualquer; no entanto, acabou sendo salva por Rotor que conseguiu desativar o robosão bem a tempo. Depois disso Mina percebeu que suas ideia de se tornar um membro dos Freedom Fighters havia sido uma grande idiotice, já que ela não tinha se juntado a eles com a intenção de proteger os fracos e oprimidos, mas só mesmo para impressionar Sonic. Nisso ela resolveu deixar os Freedom Fighters pra voltar a ser só mais uma personagem secundária sem importância; no entanto Sonic, em uma de suas espiadas nos banheiros femininos da região, acabou pegando Mina cantando no chuveiro, e depois de uma rapidinha resolveu insentiva-la a se tornar uma rockstar; assim ela começou a investir na carreira de cantoura participando de show de calouros no programa do Silvio Santos.

Fim da Paixão (ou será que não?)Editar

 
  Ai Sonic! Vem cá apagar o meu fogo!  

Depois de toda a putaria acima, Mina ainda continuou durante muito tempo alimentando (inutilmente) suas ilusões amorosas por Sonic, principalmente pelo fato de ainda continuar treinando com ele, deles estarem na mesma sala no colégio, dele vez ou outra jogar verde pra ela, e claro, principalmente pelo fato da Sally ter sido barrada da vida do ouriço-cachaceiro devido as suas "obrigações de realeza" (o que deixou os fãs de Sonally muito putos nessa ocasião). Com tudo, aos pouco Sally foi começando a se reintegrar com seus miguxos e Mina foi ficando bem alhea aos sentimento do azulão para decidir se iria logo pegar ou ela ou a Sally.
Foi nesse mesmo perído que muita frescura adolescente começou a olar nos quadrinhos do Sonic (tanto que tava até parecendo mais uma das novelas e séries de colegiais com musicais e bandas emos) e começaram cada vez mais as disputinhas na fandom do ouriço entre Sonallys e Soninas, e ao que parecia era Mina quem estava mais perto de sair vitoriosa nessa porra. No entanto, para azar de quem tava apostando na mongoose, um desgraçado acontecimento aconteceu pra dar o bolão da virada: Durante um de seus showzinhos com Sonic (não pensem besteira), eis que Sally estava com depressão e se mordendo de ciumes de ver seu crush sendo assediado por outra baranga, e justo nessa hora Fang aparece e a sequestra na frente de todo mundo. Dai sobrou pra Sonic ir salva-la, só que Mina (retardado como era) saiu correndo atrás do azulão que em uma cadela no ciu.

 
Como diria Alejandro Sanz, ♫ Tiritas pra este corazón partío... ♫

Nisso Sonic chega no esconderijo da doninha desgraçada, manda Mina se esconder, dá uma surra no cowboy depravado e seus capangas, e por fim salva a Sally; foi ai que a casa caiu pra Mina, pois logo em seguida ela pegou o Sonic e Sally se intrelaçando juntos dizendo I Love You um pro outro, deixando a coitadinha no vácuo sofrendo de um desgosto enorme. Como desgraça pouca é bobagem, enquanto os dois se pegavam nos amassos, Fang tenta atirar em Sally pelas costas, e Mina vendo isso, ao invez de deixar acontecer e eliminar a concorrência pra ela, se jogou na frente tomando o tiro no lugar da princesinha gostosa. Na verdade era pra ela morrer depois disso e o artigo acabar nessa sessão mesmo, mas dai a produção decidiu não matar a coitada e só deixando-a passar por uma crise emo de aborrescente (pra alívio dos furries punheteiros de plantão).

Vida Pós-traumatica e Triangulo AmorosoEditar

 
Enfim, ela encontrou um novo alguém que ela pode encher o saco realmente a ame, para a alegria do Sonic... ou não.

Depois de muito sexo (com vibradores), drogas e rock'n roll, Mina aos poucos foi conseguindo se recompor (desde quando alguem se recompões se entupindo de crack?) e dedicando-se mais a sua carreira de rosqueira rockeira. Depois de uma guerra mundial contra os alienígenas, quando Sonic foi tido como morto (só que na verdade estava vagando sem rumo no espaço-tempo), ela descidiu finalmente sair da bad e entrou em um relacionamento de faixada com Ash, um viadinho que era seu gerente de carreira musical, o qual gostou muito do seu talento, o que Sonic nem ao menos sentiu havia aproveitado muito pouco. No entanto, após o regresso do Sonic, ela tornou a cair em emisses e ainda começou a desenvolver crise existencial de sentimentos heteroafetivos, fazendo com que Ash ficasse muito puto e tivesse ciumes dela para com Sonic.

Percebendo que sua vida estava começando a virar um tremendo e descarado triangulo amoroso (Ash gostava de Mina, que por sua vez gostava do Sonic), ela poderia dar um gelo no Sonic e continuar levando o seu namorico com um cara da mesma raça que ela adiante... Só que não! Ao invés disso ela fez completamente o contrário: voltou a se aproximar mais ainda de Sonic (com quem voltou a ter um rolo, cornando o Ash) e se reintegrou aos Freedom Fighters como descupinha esfarrapada pra causar ainda mais treta. Desde então Ash foi ficando cada vez mais emo e inseguro devido a esse comportamento egoísta de "sua Mina", até o momento em que ela foi pedir ajuda pra uma tal Madame Aly sobre o que ela deveria fazer nessa buceta de relação. Por mais que todos quisessem mais era ver o circo pegando fogo, foi sugerido que ela deixasse de agir como uma babaca e desse uma chance pro arrombado do Ash (que a essa altura já tinha se envolvido com outros miguxos de sua tribo, cortando os pulsos e cantando NX Zero).

Por fim, a Mina abandonou os Freedom Fighters pra dedicar-se mais a sua banda de Rock, fazendo muito sucesso em vários lugares do mundo (até mesmo nas terrinhas despreziveis do Robotnik), e atualmente vive muito feliz viagando pra tudo quanto é de lugar, enquanto Sonic está atualmente sendo chateado por uma outra garota que não largava no seu pé.

CuriosidadesEditar

 
Mina tentando deixar a concorrência muito puta.
  • Mina recebeu esse nome pois seus pais eram viciados na música Brasília Amarela dos Mamonas Assassinas;
  • Ela foi eleita a melhor cantora de heavy metal no Rock in Rio do ano 3567;
  • Até hoje ela chifra o Ash e bate siririca pro Sonic;
  • Ela já teve um caso com Amy Rose na noite de sua festa de formatura;
  • Sally já tentou matar Mina, mas Sonic não deixou... o que os levou a darem um tempo na relação;
  • Entre outros trabalhos que Mina já fez bico estão: babá, animadora de torcida, dancarina de auditório, enfermeira, boqueteira, atriz pornô amadora, puta e paniquete;
  • Mina já foi eleita a segunda personagem mais tarada por azulões, atrás apenas da Amy Rose;
  • Seus estilos musicais mais tocados são Rock, Metal, Heavy Metal, Trash Metal, Punk Rock, Doom Metal, New Metal, Hard Rock, Emo Metal, Death Metal e Black Metal;
  • Suas bandas de inspiração para suas músicas são RBD e Restart (motivo pelas quais suas letras são um lixo);
  • Vector até pensou em ser tecladista da banda de Mina, mas viu que o salário era menor do que o que ele já ganhava com seus bicos de detetive;
  • Ela tambem já deu para o Pelé;
  • Foi uma das poucas personagens que foi pega no flagra usando drogas estragadas;
  • Ela já tentou carreira em séries japonesas de Maho Shoujo, mas foi repudiada por não ser muito loli pra esse tipo de trabalho;
  • Aos finais de semana Mina trabalha girando bolsinha em esquinas;
  • Tails é um de seus clientes preferidos (haja vista o resultado do que acontece entre eles no futuro alternativo);

Galeria da (Sub)FamaEditar

Veja tambémEditar

  Hello, Honey! Este artigo é fashion!!

Este artigo é algo que eu e minhas amigas pink adoramos! Se você for nerd ou pobre, tipo, é melhor passar longe daqui, e se vier aqui pra arranjar confusão, nós vamos chamar a galerinha popular para humilhar você!