Abrir menu principal

Desciclopédia β

Miragem

Miragem é um misto de mira com imagem, mas a imagem não existe... a mira existe. Quem está mirando também existe e provavelmente se encaixa em uma dessas possibilidades: Está trêbado, levou pancada na moleira, é esquizofrênico, está noiado ou está apaixonado e longe do objeto de sua paixão, seja o que for. Quase esqueci, essa pessoas também pode estar sob efeito de sol forte, com sede e fome e, nesse situação fudida, começa a ter delírios e ver as imagens inexistentes que os mesmos noia citados veem.

UnicórnioEditar

 
Virjão morrendo de sede e vendo água... não é água?!

No nome da sessão foi colocado esses seu mitológico abichalhado pelo simples fato de que, para ver isso deve-se estar muuuuuiiiitttoo doidão. A miragem que costuma aparecer para quem está com muito sol na cabeça, quase morrendo de insolação e sede, nada tem haver com unicórnios, em geral essa pessoa, segundo relatos, começa e ver rios à sua frente, mas não consegue chegar neles porque não existem, apenas por isso.

Noiados também veem miragens, mas costumam ser, daí sim, unicórnios, fadinhas, duendes, vacas voadoras(dependendo do lugar e situação não é miragem), gênios da lâmpada, grilos falantes, sereias, Terra plana e toda espécie de cacarecos e lixo áudio-visual que se possa imaginar. O que irá aparecer, depende muito das ideias e anseios da pessoa que detém a mira de olhos esbugalhados para o qual a imagem absurda irá se formar.

Essas imagens podem aparecer do zerinho absoluto, ou seja, se a pessoa em delírio olhar para uma folha ou parede em branco e ainda assim, ver coisas inexistentes, mas em outros casos, a pessoa vê manchas na parece, umas pedras(não essas), ao longe, nuves de chuva ou de fumaça, água ou qualquer outro líquido deslizando e, vê a partir disso, coisas se formando diante de sua cabeça avoada. É diferente de quando se quer ser criativo, mas se sabe a diferença entre o que é real e o que não é, assim como quando você estava brincando que o Max Steel voava, mas mesmo você sendo o pirralho mongo que era assim como eu sabia que era de brinks e o Mas Steel nada mais era que um aglomerado de borracha e sua mão é quem fazia voar e, por vezes acertar a cara gorda do seu tio engraçadão.

FebreEditar

 
Expressão de um nóia ao ver uma miragem.

Diferente do caso citado na sessão anterior, quando o sol bate na cabeça de alguém por tempo nada saudável, em geral no deserto, sabe-se que é causado, também, por febre, por conta da cabeça estar há muito tempo em calor abrasador, isso também ocorre quando se está com febre por alguma enfermidade. Por isso que algumas pessoas que vacilam, deixando o metabolismo abaixar, pegam a maldita gripe e além de lançar jorros de catarro nojento por todos os lados, ainda têm delírios e veem coisas, acordam gritando e assuntam quem mais estiver na casa.

As miragens dos esquizofrênicos são, em geral, amigos e inimigos imaginários. Os esquizofrênicos nem precisam ter febre, nem gripe, nem beberagem, nem nóia, basta a crise estar no topo, que eles são capazes até de cavalgar numa corda, jurando que é um alazão e, ai se alguém diz para a criatura deixar de fazer papel de animal(o animal que está montado), numa situação dessas, nem a corda arrebentando o esquizofrênico, no auge da doideira, dirá que caiu de seu fiel alazão, mesmo nunca tendo visto de perto uma porra de um jumento na vida. Esse tipo de miragem é bem perigosa, mas nada que um balde d'água pouco de paciência e psicologia não resolva, e, deve-se resolver mesmo, pois se ele consegue montar no cavalo novamente, ele está vendo à sua frente uma miragem com sabe-se lá o que e vai avançar com a cara no muro.

Ver também, mas sóbrioEditar