Abrir menu principal

Desciclopédia β

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A catedral da cidade, em cidades pequenas a igreja é sempre o ponto mais importante.

Modena é mais uma das infindáveis comunas italianas que recheiam a bota mais famosa do planeta. Modena é uma cidadezinha de menos de 200 mil habitantes e com míseros 182 km² de área, ou seja, mais parece uma cidadezinha do cu do Brasil, uma daquelas que servem de meros currais eleitorais.

CaracterísticasEditar

O local fica numa esquecida província italiana onde não existe nenhum time de futebol decente para os pobres modenenses torcerem. A região desde remotas eras é palco de completo bucolismo e desprovida de qualquer protagonismo nos assuntos inerentes à península itálica.

Fundada, provavelmente, pelos etruscos o local não evoluiu muito ao longo dos anos, tornando-se um verdadeiro palco para os monótonos livros do arcadismo. Durante parte de sua história, na era Napoleônica, Modena chegou a ser francesa, mas logo foi abandonada e recuperada pelos italianos já que a região não tinha nada a oferecer aos franceses.

O único dado interessante sobre o lugar é que a cidade foi palco de nascimento de Enzo Ferrari, fundador da Ferrari, de Luciano Pavarotti, de Paolo Ruffini, que você só conhecerá se for um completo nerd e, também, do caneleiro jogador ruim Luca Toni, um daqueles centroavantes grandes e desajeitados que ninguém faz a menor ideia de como foi parar em algum time decente do velho continente.

Catedral, Torre Civica e PiazzaEditar

O grande atrativo turístico do local é a a catedral da cidade, um prédio no mais puro estilo românico construído há mais tempo que você imagina e sua torre civica, que se tornou o símbolo de Modena, como se fosse grande coisa, visto que catedrais arcaicas brotam no chão italiano e a de Modena é mais uma.

 
Símbolo de Modena.


Mesmo catedrais sendo comuns na Itália a UNESCO teima em ficar nomeando esse tipo de coisa patrimônio da humanidade, fato esse que deixam putos os ateus espalhados pelo mundo, mas como ninguém liga para eles a UNESCO e o supremo Darth Bento XVI mandam eles se foderem com um rodo. Além disso, a UNESCO adicionou uma pracinha onde os velhinhos de Modena ficam jogando dominó como patrimônio mundial, coisa que ninguém até joje entendeu.

Ver tambémEditar