Abrir menu principal

Desciclopédia β

Monte San Giorgio

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Monte San Giorgio é uma das poucas montanhas na Suíça que não fazem parte dos Alpes, mas mesmo assim foi incluída como patrimônio mundial pela UNESCO graças a sua variada coleção de ossos e rochas.

Nem parece Suíça, Monte San Giorgio que é italiano até no nome só não é Itália porque não quer. Aquele bando de árvores nas montanhas cheia de gente italiana comendo pizza de calabresa. Não há relógios e nem queijos, só salames e macarrão mesmo.

GeologiaEditar

 
Um dos raros fósseis em perfeito estado de conservação do Monte San Giorgio.

Situado a pouco mais de 1000 metros acima do nível do mar, no sul da Suíça, é aquele meio termo entre montanhas e mar... blá, blá, blá...... Você tem certeza que quer saber alguma coisa sobre essa montanha cheia de ossos de milhões de anos? Vá fazer alguma coisa de bom para a humanidade como reproduzir a espécie (não se esqueça da vaselina).

Caham, bem, se você insiste em saber sobre a geologia do Monte San Giorgio, eu tenho uma notícia a te dizer, você é um(a) nerd... Continuando, o Monte San Giorgio é um importante sítio arqueológico de ossos do Triássico (aquela época da Família Dinossauro, mais ou menos entre 245 e 230 milhões de anos atrás, e caso você seja inculto, saiba que naquela época da Pangeia, a Suíça era um mar).

FósseisEditar

O Monte San Giorgio abriga uma vasta coleção de fósseis marinhos completos de animais e quico do período triássico. Os mais bem conservados fósseis são os répteis, onde se destacam os Saurichthys, os brontossauros, os Neusticosaurus e os SkullScorpiomons.

Também foram encontrados diversas espécies de insetos fósseis presos em âmbar, que tiveram seu DNA usado para a criação do Jurassic Park.