Abrir menu principal

Desciclopédia β

Muro

Cquote1.png Experimente também: Cerca-viva. Cquote2.png
Sugestão do Google para Muro
Cquote1.png Ah-rrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr... Cquote2.png
Quico sobre muro.

Cquote1.png I love it! Cquote2.png
Donald Trump sobre muro

Cquote1.png No me gusta esa mierda! Cquote2.png
Mexicano sobre muro
Cquote1.png All in all you're a just... Another brick in the wall Cquote2.png
Pink Floyd sobre muro.

O muro consola e ainda leva boladas.

Muro não serve de forma alguma para proteger casas ou condomínios, serve sim para treinar Le Parkur, para sentar em um lugar que massageie a bunda, para escapar da mãe que quer que tu perca a fim de semana limpando o quintal, pro Quico chorar. Essas e outras coisas que segue, podem ser feitas em um muro, mas proteger residências, jamais.

Índice

Não se lamenteEditar

 
Muro + cerca-viva bichal.

Os muros podem ainda, dar um pouquinho mais de privacidade, uma vez que, assim como as árvores, eles obstruem um pouco a vista. Mesmo que tu não seja criminoso, quer ao menos um pouco de privacidade, claro que aquelas frangas doidas que querem sempre estar expostas, nem as redes sociais onde todo mundo é praticamente obrigado a expor até as preguinhas do meio da bunda, é o suficiente para quem gosta de se expor, essas pessoas sequer gostam de cortinas, mas fora seres assim, o muro é também uma forma de obstruir olhares e até lentes de curiosos.

Norte americanebas costumam não gostar de muros, suas casas, para se fazer uma analogia: Se as casas norte americanas fossem uma pessoa. Imagine que alguém está de camiseta e blusa, mais um casaco e ainda chapéu, bandana, ou boné... Mas está peladão, até com o bigolinho de fora na parte de baixo... É isso que parecem casas sem muros, ou ao menos grades: Uma pessoa toda vestida em cima, e pelada em baixo. Deixemos todavia, o gosto dos gringos e continuemos murando.

As pior coisa que pode acontecer à um muro é ser pichado, ele que cuida tanto de sua reputação e tenta preservar a dos outros, não escapa de ser pichado, pior de tudo é quando chamam umas coisas estranhas, que sujam de cima abaixo, é arte. Não há outra saída senão pintar o muro novamente, pra depois de alguns dias ver a arte novamente.

TiposEditar

 
Muro à prova de grafiteiros.
 
Muro de menos de um metro fotografado de baixo pra cima... O fotógrafo é o Kuririn.

Os muros em geral são altos: Não significa que a maior parte deles são muralhas, ninguém aqui está na Era Medieval. Não é isso, um muro de um metro e meio já pode ser considerado alto, um muro assim, já consegue por exemplo, tampar o Alexandre Porpetone, mas não é por isso que ele já é considerado alto. Não pense também que esse muro já é grande porque qualquer guriazinha delicada a partir de uns dez anos já pula ele facinfacin. Ele é considerado grandinho já com essa alturinha porque voltando à utilidades, já obstrui bastante o que estiver atrás dele. Mas em geral as pessoas, por exemplo, nas casas fazem os muros maiores do que isso, mas não muito além disso, pois sabem que mesmo um dorgado magricela e que mal consegue parar muito tempo em pé, quando está na fissura, vai transpor o muro. Dessa forma, em termos de segurança os muros ganham uma linda coroa de espinhos: Arame farpado no topo, de preferência aqueles enrolados que mais parecem a coroa de espinhos mesmo.

Isso porque todo mundo sabe que os muros não são pra segurança, por isso a coroa de espinhos, inclusive esses arames que os muros erigem com graça, são ótimos também para quem não quer ter trabalho com cachorros: Que nem sempre são garantia também, bandidos costumam conquistar cachorros quando querem entrar em algum lugar, já os pobres leituristas se viram como podem. Falando nisso, quando os registros de água e luz estão atrás dos muros, eles ganham um buraco simpático para não ser um obstáculo... Mas os burros que deixam os cachorros soltos e em frente às casas durante o dia, acabam por atrapalhar os leituristas do mesmo jeito: Ao cachorros mordem os aparelhos. Cachorro nada mais é do que um alarme, outra coisa que pode ir ao muro e substituir os cachorros, mas nada contra o cão. As câmeras em geral também são postas nos muros, eles são um excelente tripé.

Mais utilidadesEditar

 
Muro com duas utilidades: Uma das utilidades está esperando a vez.
 
Nunca olhe.

Encostar alguém no muro, de preferência onde ninguém tenha mijado, seja cachorro ou macaco, é ótimo: Quando o muro não está apenas no chapisco ninguém reclamará de ter as costas ou os peitos e a bunda arranhados. Caso a pessoa tenha sido encostada por outro motivo, talvez um muro chapiscado seja bom: O desafortunado pode sair até com a cara raspada...

  Não se diz raspada, se diz rasgada.  
Chiquinha sobre cara raspada.
- Aplacar a raiva é possível, basta uma bufada(pela boca, ô butano com pernas), e a raiva pode ir embora, antes que você use o muro para deixar alguém com a cara raspada.

Já a outra utilidade, encostar alguém no muro, é muito boa, principalmente se o muro não for muito exposto e ainda tiver árvores para esconder o ato: O muro é muito camarada nessas horas, não reclama de possíveis gemidos, risadinhas, arfadas, gritinhos, ou coisas do tipo Ai, pare, chega... - tampouco o muro reclama quando a mesma criatura que disse Ai, pare, chega, diz em seguida: Continua, continua... O muro não tosse, nem chama sua mãe, nem seu pai, nem conta pro seu irmão, é uma beleza, tu pode encostar quem quiser no muro que ele não reclama.

Transpor tambémEditar