Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mutum

Mutum, terra de gente braba, de mato e das águas termais.

Cquote1.png A cidade mais sincera do vale do rio doce Cquote2.png
Governo Mineiro sobre o fato de Mutum ter mais poder para se autodepreciar do que se autopromover, como as demais cidadezinhas de Minas

Cquote1.png Você quis dizer: Cidade de Gente Braba Cquote2.png
Google sobre Mutum

Cquote1.png Você quis dizer: Cidade dos Cornos Cquote2.png
Google sobre Mutum

Mutum é uma cidade pipocando de gente em Minas Gerais, muito conhecida pelo fato da população, dos distritos, dos políticos, dos serviços públicos e dos cornos todos estarem brigando entre si, a cidade foi eleita nessa época pelo título de "Baderna-city" pela ONU e também ganhou o título de "Exemplo de caos público".

Quanto mais títulos desse gênero chegava pior ficava a briga entre os políticos. No fim cada um estava xingando o outro de Corno, ninguém sabe qual era o tópico inicial da briga.

Mutum é o lugar que, se você peidar em um dos canto da cidade o outro fica sabendo, mas não pense que é por conta da cidade ser pequena, é por causa do dom que os mutuenses tem de Fofocar. Aqui a fofoca é sem limites, se você faz as pessoas descobrem, e se não faz, elas inventam.

Mutuense tem mania de lavar roupa suja no Facebook porém não costumam detalhar bem os fatos ocorridos (como por exemplo: história, nome das pessoas envolvidas, local onde será a pancadaria e etc.), ficam mandando indiretas fazendo com que o restante da população virem agentes do FBI pra poder entender o que está acontecendo as vezes são criados grupos no Whatsapp para descutirem sobre o assunto e até pessoas de cidades vizinhas acabam brotanto pra saber das tretas.

Grande parte moradores passam por uma situação desconfortável diariamente quando conhecem pessoas na internet e elas perguntam onde moramos, 99,91% dos brasileiros não fazem ideia da existência desse lugar, fazendo com que elas fiquem pensando que moramos no meio do mato que por parte é verdade.

Índice

HistóriaEditar

Os primeiros habitantes de Mutum eram os índios Botocudos que ao sentirem uma bad vibe com a chegada dos brancos se mandaram dessa terra amaldiçoada e deixaram eles curtirem a Bad Vibe. Quando se criou a primeira fazenda na região começaram as brigas. A primeira briga foi de um fazendeiro com um grupo de tropeiros que tinham ido para lá para pegar um grupo de 800 cabeças de gado, que era um grupo muito grande.

Apesar de tudo, só haviam sete cabeças de gado, uma tinha morrido de gripe ultimamente. Os tropeiros começaram a brigar com o fazendeiro que não sabia contar. O fazendeiro não queria admitir que estava errado e teimou que eram 800 cabeças de gado. No fim do dia o fazendeiro estava no primeiro hospício de Mutum.

A cidade foi crescendo virando uma grande panela de pressão que a algum momento ia estourar. Os distritos estavam tão ocupados brigando para que a merda da prefeitura mandasse asfaltar as ruas na sua região que nem consideraram a possibilidade de se emancipar (por isso o território do município é tão grande).

Até que, um dia, na câmara de vereadores local os dois partidos que viviam se bicando, um do Espírito Santo e outro de Minas Gerais, estavam mais uma vez começando a bicar o outro. Até que apareceu alguém de um dos lados e gritou:

  Quem é de Mato Grosso é Corno!  
Alguém

Então começou uma briga de quem disse que tinha dito que Mutum era terra de corno. Ao fim de tudo, eles levaram a briga pra rua e começaram a se matar. Ganharam o título de gente brava até que então a cidade atingiu a fase Emo.

Fase Emo ou atualEditar

 
Mutum, o único lugar do mundo em que se pode virar secretário da saúde com uma foto dessas na internet.

A Pax Mutumana como se pode dizer. Foi quando um vereador que estava carregando uma escopeta para atingir alguns partidários do UDN se perguntou porque ele estava fazendo aquilo mesmo. Depois de levar a questão para o coliseu, mais conhecido como câmara dos vereadores, eles decidiram que estavam muito envergonhados do que tinham feito.

Mutum entrou na fase emo, prova disso é que foi um Mutuense que escreveu a página da Wikipédia de Mutum. Algumas coisas podem ser destacadas:

  • Os pontos turísticos locais não são muito conhecidos (se fosse uma cidade pequena diria que MILHARES de turistas a visitam. Alguma vez você já visitou Pedra dourada? Pois é exatamente isso!)
  • A cidade detém a vergonha do título de 'cidade de gente brava' ou corna (novamente a história da fase emo)
  • E tem pouca mulher comível no município... (verdade)

Entretenimento em MutumEditar

O numero de Entretenimentos em Mutum é de causar inveja aos demais município.

  • Praça: Nossa atração principal é a Praça, que se localiza no grande centro, onde se encontra a famosa "Volta na Fonte", consiste em um bando de besta que ficam andando em círculos feito retardados jogando papo fora toda quarta e nos finais de semana.
  • ExpoMutum: Também existe a Expo Mutum (único evento de grande porte da cidade) que geralmente só vem banda/cantores que ninguém nunca ouviu falar e na raridade vem alguns cantores de verdade, como o cantor Leonardo que quando fez o show foi ovacionado pela população o chamando de Daniel.
  • Feirinha: Temos também a incrível "Feirinha" toda sexta feira, onde o pessoal da 3° idade que não pode ficar em pé por 10 minutos na fila da lotérica vão para dançar forró até meia noite. Tal evento também que os adolescentes vão pra beber e se pagarem de fodões (mas que na verdade as pessoas olham com cara de pena) e é frequentada também pelas pessoas que só vão pra comer e debochar dos "fodões"(coisa que eu faço).
  • Fim de semana: Aos sábados e domingos temos várias opções de lazer. Podemos ir com a família ao shopping no qual tem apenas uma açaiteria e mais umas 2 lojas que nem funcionam aos sábados, podemos ir no parquinho ficar sentado enquanto as crianças rasgam a roupa descendo na rampa, temos também a opção de ir andar pelo loteamento da G3 coisa que muita gente faz e eu nunca compreendi o motivo ou ficar em casa acompanhando algumas tretas que rolam no Facebook.

Distrito de ImbiruçuEditar

O Distrito de Imbiruçu situa-se no sul do município e não serve de nada para Mutum, pois toda a sua renda vai para as cidades vizinhas, principalmente por incompetência dos políticos que roubaram o dinheiro que seria usado para asfaltar a rodovia que liga Mutum à BR262. Com isso todos os cafeicultores da região, sendo o café mais da metade da renda do município, e a região de Imbiruçu a maior produtora, é enviado para municípios vizinhos sem nenhuma taxação de valores e ainda deixando o município ainda mais sem renda.

O Distrito ainda tem a fama de lugar mais "brabo" da cidade, até por quê hoje ainda é regra se matar pelo menos um por dia. Diariamente é possível ver trocas de tiro ao ar livre, acredito que todos os moradores e visitantes do local já tenham presenciado uma, só a Polícia Militar de Minas Gerais-PMMG que não. Ninguém sabe porque ainda não se tem um Distrito Policial/Destacamento Policial Militar no local, haja vista esse ser o local com maior índice de homicídio do município e, ainda ser uma das principais rotas de fuga dos criminosos de Minas Gerais para o Espírito Santo e até para o Rio de Janeiro.

A principal atração turística desse local é ver homens idiotas empinando suas motos na noite anterior de ter que ir trabalhar na roça, noite essa que todos ficam torcendo para eles caírem de cara no chão.

Na época da Exposição ou a já conhecida ExpoMutum todos os jovens se reúnem pra alugar casa em conjunto com o Distrito de Humaitá e vão pra cidade passar vergonha, pois a maioria que vive no local decide virar couboy/cowgirl somente pra ExpoMutum. Todos compram uma calça poca-ovo e um chapéu pra usar só na data e depois ficam o ano inteiro com ela no guarda-roupas pra no outro ano jogarem fora e comprarem outro.

GeografiaEditar

Conta-se que esse é o segundo maior município da Zona da mata mineira, apesar de que Mutum é uma cidade cheia de mato ele não pertence a zona da mata, e se vier alguém aqui corrigir, Foda-se pois ninguém tá nem aí se Mutum é do vale do rio doce ou da zona da mata. O que se sabe é que se fosse do vale do rio doce ia ser uma cidade menos pior do que as da Zona da mata, composta 99,5% de cidadezinhas com menos de 5 mil habitantes.

Juiz de Fora e Ubá são as únicas exceções, apesar de que Ubá está em fase emo como Mutum.

A população de Mutum está em maioria masculina, minoria feminina (com 90% desse grupo não-comível) e com metade da população vivendo no meio rural, se bem que Mutum FICA INTEIRAMENTE no meio rural.