Abrir menu principal

Desciclopédia β

My Generation (Limp Bizkit)

Platéia vazia.jpg Please STOP the music!

Este artigo se trata de cantores, bandas ou músicas cantadas muito, mas MUITO mal.

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg

Cquote1.png Filhos da puta! Já não bastasse Behind Blue Eyes, agora isso! Cquote2.png
The Who sobre My Generation (Limp Bizkit)
Cquote1.png I believe I can fly... Cquote2.png
R. Kelly sobre My Generation (Limp Bizkit)

My Generation é uma música da banda de cú metal Limpa-Biscate.

Índice

HistóriaEditar

Fred Durst escreveu a canção enquanto ainda era adolescente. A letra fala sobre as crianças choronas e incompreendidas de sua geração, que viviam se matando pelos cantos cortando os pulsos e se jogando de pontes. InFelizmente, apesar de também ter tendências suicidas e ser um baita de um viadinho, Fred nunca teve coragem suficiente para repetir o feito de seus amigos, embora tivesse várias vezes tentado se jogar da Mathews Bridge, famoso ponto turístico que foi erguido por Michael Jackson para ser cartão-postal de sua cidade, Jacksonville, na qual Durst curiosamente também morava. Isso prova que nem sempre os seus vizinhos podem ser uma má influência. Influência boa essa, que Fred obviamente não teve.

Além disso, Fred sempre sonhou em ser uma borboletinha, romper o casulo e sair voando por aí. Passava dias observando as borboletas e sonhava com o dia em que poderia, junto com seus miguxinhos emos, juntar-se a elas ("If only we could fly"). Por não conseguir realizar esse sonho impossível, Durst ficou ainda deprê do que já era, se tornando um daqueles sadboys do Tumblr.

Anos mais tarde, Fred conseguiu superar sua infância triste e ficou mundialmente famoso sendo "vocalista" de sua banda, Limpe o Biscoito. Um belo dia, ele estava em busca de músicas para compor a sua "obra-prima" musical, o disco Chocolate Starfish and the Hot Dog Flavored Water, quando, fuçando nas coisas que deixara na casa da mamãe, encontrou uma folha de caderno toda molhada de lágrimas e rabiscada com desenhos de pintos e caveiras (Fred é de origem humilde, e só tinha os cadernos que sua escola pública dava. Esses cadernos eram de segunda mão e vinham, naturalmente, decorados) e que tinha uma letra de música que era nada mais nada menos do que a canção sobre suicídios e borboletinhas que ele próprio tinha composto quando moleque. Para não ser zoado pelos colegas de banda, ele fez algumas modificações na letra original e apresentou a versão modificada para os colegas sob o nome de "My Generation", substituindo o original "I Wanna Be a Butterfly (Fly Fly Fly)".

LetraEditar

OriginalEditar

If only we could fly...
Limp Bizkit style
John Otto
Take 'em to the Matthews bridge
Can you feel it?

My g-g-generation
Get up!
My g-g-generation
Are you ready?

Do you know where you are?
Welcome to the jungle, punk, take a look around
It's Limp Bizkit fuckin' up your town
We downloaded the shockwave
For all the ladies in the cave to get your groove on
And maybe i'm the one who flew over
The cuckoo's nest, well guess who's next? (who?)
Generation X
Generation strange
Sun don't even shine through our window pane

So go ahead and talk shit
Talk shit about me
Go ahead and talk shit
About my g-g-generation

'Cause we don't, don't give a fuck, and
We won't ever give a fuck
Until you
You give a fuck about me
And my generation

Hey kid, take my advice
You don't want to step into a big pile of shit
Captain's drunk, your world is Titanic
Floating on the funk
So get your groove on
And maybe I am just a little fucked up
Life's just a little fucked up
Generation X
Generation strange
Sun don't even shine through our window pane

So go ahead and talk shit
Talk shit about me
Go ahead and talk shit
About my g-g-generation

'Cause we don't, don't give a fuck, and
We won't ever give a fuck
Until you
You give a fuck about me
And my generation

Who gets the blame?
You get the blame
And i... get the blame
Who gets the blame?
You get the blame
And i... get the blame
But do you think we can fly?
Do you think we can fly?
Do you... think we can fly?
Well i do
I do

Dj Lethal... bring it on!

Oooh yeah!
Come on!

So go ahead and talk shit
Talk shit about me
Go ahead and talk shit
about my g-g-generation

'Cause we don't, don't give a fuck, and
We won't ever give a fuck
Until you
You give a fuck about me
And my generation

Oh yeah!

TraduçãoEditar

Se ao menos nós pudéssemos voar...
Ao estilo Limp Bizkit
John Otto
Leve-o para a ponte de Mattews
Você pode sentir?

Minha g-g-geração
(Levante-se)
Minha g-g-geração
Você está pronto?

Você sabe aonde você está?
Bem vindo a selva, otário, dá só uma olhada
É o Limp Bizkit, fodendo com sua cidade
Nos baixamos o Shockwave
para todas as garotas na caverna se ligarem no groove
e talvez sou eu quem voe sobre
o ninho do pássaro, bem, adivinha quem e o próximo? (quem?)
Geração x
Geração estranha
O sol nem mesmo brilha através da minha janela

Então vá em frente e fale merda
fale merda de mim
vá em frente e fale merda
sobre a minha g-g-geração

Pois nós não, não nos damos a mínima, e
nós nunca vamos dar a mínima
até você
se importar comigo
e minha geração

Ei garoto, siga meu conselho
Você não quer pisar em uma grande pilha de merda
Capitão bêbado, seu o mundo é o Titanic
Flutuando em besteira
Então se ligue no groove
e talvez eu esteja só um pouco fodido
A vida esta somente um pouco fodida
Geração X
geração estranha
O sol nem mesmo brilha através da minha janela

Então vá em frente e fale merda
fale merda de mim
vá em frente e fale merda
sobre a minha g-g-geração

Pois nós não, não nos damos a mínima, e
nós nunca vamos dar a mínima
até você
se importar comigo
e minha geração

Quem fica com a culpa?
você, fica culpado,
e eu... fico culpado
Quem fica com a culpa?
você fica culpado,
e eu... fico culpado
mas você acha que nos podemos voar?
você acha que nós podemos voar?
você... acha que nós podemos voar?
bem, eu acho,
eu acho

Dj Lethal, manda a ver!

oooh yeah!
vamo lá!

Então vá em frente e fale merda
fale merda de mim
vá em frente e fale merda
sobre a minha g-g-geração

Pois nós não, não nos damos a mínima, e
nós nunca vamos dar a mínima
até você
se importar comigo
e minha geração

oh yeah

Setlist de músicas do Limp BizkitEditar

  • Tem palavrões? Sim
  • Tem Fred Durst desafinando no meio da música? Sim
  • Tem Wes Borland tocando 1/1000 do que sabe? Sim
  • Tem uma linha de baixo foda que salva a música? Sim
  • Tem John Otto batendo punheta na bateria? Sim
  • Tem uns remixes escrotos estilo Luciano do Youtube? Sim
  • Tem um clipe tosco? Esse nem tanto

ClipeEditar

Ao contrário de muitos outros clipes da banda, esse não é tão ruim. Como queriam economizar dinheiro, os caras simplesmente filmaram cenas de um show da banda e das pessoas chegando nas ruas para ele e misturaram com takes da banda tocando em um galpão abandonado que parece com um daqueles dos jogos de Tony Hawk sobre uma estrutura de vidro que lembra muito aquelas bizarrices das gincanas do Domingão do Faustão. O que fode mesmo o clipe é o editor estagiário que resolve testar os efeitos do Sony Vegas no meio do vídeo. O clipe termina com Fred fazendo aquilo que todos gostariam que ele fizesse o que as crianças fazem na letra da música: se jogando de uma altura de mais de 10 metros. InFelizmente, ele foi socorrido pela audiência e não teve danos graves exceto por ter seu boné de beisebol que escondia sua bola de cristal.

Acusações de plágioEditar

Ao ouvirem a música tocar nas rádios, os membros do The Who que ainda não tinham morrido de overdose resolveram processar o Limpa-Biscate por terem roubado o nome de uma de suas músicas que tinham lançado há mais de 30 anos atrás. Porém, como haviam gastado praticamente tudo que ganharam com groupies, drogas e reformas de quartos de hotel que Keith Moon destruíra, não puderam pagar advogados bons e acabaram perdendo a disputa judicial, tendo que se sujeitar a humilhação de terem uma música com o mesmo nome de uma do Limpe o Biscoito até hoje. As coisas ficariam ainda piores anos depois, quando os "metaleiros" decidiram "coverizar" Behind Blue Eyes.

  O f-f-filho da puta plagiou até minha gagueira  
Roger Daltrey sobre Fred Durst

CuriosidadesEditar

  • Com o dinheiro ganho com a música, Fred comprou uma asa-delta e finalmente pôde realizar seu desejo de voar. Pelo menos até sofrer um acidente que aconteceu no primeiro voo.

Ver tambémEditar

  • My Way, outro plágio descarado da banda.