Abrir menu principal

Desciclopédia β

Masashi kishimoto.jpg

Naoko Takeuchi é mangaká
E passa o dia todo desenhando.

Se vandalizar, você será apagado!

Naoko Takeuchi é só mais uma das mais de 8000 autoras de mangá que conseguiu criar uma série de sucesso mundial e foi explorada até a morte (quase, ela conseguiu sobreviver) pela editora da qual era contratada.

Naoko Takeuchi
Naoko.jpg
Nascimento 15 de março de 1967
Yamanashi, Japão
Ocupação Mangaká
Principais trabalhos Sailor Moon e derivados

Cquote1.png Nunca ouvi falar. Cquote2.png
Você sobre Naoko Takeuchi
Cquote1.png É a criadora da Sailor Moon! Cquote2.png
Eu sobre Naoko Takeuchi
Cquote1.png Ah tá. Mesmo assim, nunca ouvi falar. Cquote2.png
Você sobre Naoko Takeuchi

JuventudeEditar

O sonho de Naoko, como de qualquer japonesa anoréxica, era virar modelatriz/cantora, e ela até tinha boas chances, já que tinha a aparência kawaii exigida para qualquer profissão feminina pública no Japão. Porém, Naoko acabou se envolvendo com drogas e preferiu prestar vestibular para Farmácia, podendo assim ficar sempre próxima de seu vício e antenada com os últimos lançamentos em remédios da moda. Pois é, e ela passou.

Como passava a maior parte do tempo drogada, Naoko passou a receber visitas de personagens lisérgicos que só existiam em sua imaginação, e como ninguém acreditava em suas visões, a moça passou a desenhá-los em um caderno, e recebeu elogios de várias pessoas devido à beleza de seus desenhos. Foi aí que ela decidiu fazer aquilo profissionalmente, aconselhada por um dos personagens, lógico.

CarreiraEditar

 
Naoko tentando seduzir Yoshihiro de uma maneira muito sutil.

Naoko chegou para uma famosa editora japonesa com um mangá completamente sem sentido sobre uma cereja patinadora, e tinha tudo para ser rejeitada, mas felizmente o editor era um metaleiro farofa da música Cherry Pie e contratou-a imediatamente.

Agora que poderia viajar à vontade criando histórias absurdas, Naoko simplesmente parou de usar drogas e criou um mangá em que retomava seu sonho de ser uma estrela, Codinome: Sailor V, protagonizado por uma popstar loira gostosa que tinha um gato branco falante e que secretamente era a super-heroína Sailor Vênus. Insatisfeita com a trama (que realmente era um lixo), Naoko então fez algumas modificações e relançou a série no ano seguinte.

Agora, o nome da porcaria era Sailor Moon, protagonizada por uma heroína homônima, igualmente loira e gostosa, só que dessa vez burra como deveria ser. A personagem anterior também aparecia, mas era apenas uma coadjuvante que fazia parte do enorme exército hentai secundário da saga.

Com mudanças tão pequenas em uma série tão imbecil, Naoko Takeuchi conseguiu dominar o mundo, principalmente as gurias retardadas apreciadoras de muita purpurina rosa. Ela já se considerava uma deusa da nova era e estava certa que qualquer coisa que criaria após Sailor Moon faria sucesso, mas na verdade a mangaká quase faliu quando esta acabou.

A solução encontrada por ela foi seduzir o criador de Yu Yu Hakusho, Yoshihiro Togashi, e casar-se com ele. Hoje, ambos vivem muito infelizes das sobras de seus grandes sucessos e enrolando para que Hunter x Hunter não acabe nunca, para que eles ainda tenham o que comer até suas vidas acabarem.