Abrir menu principal

Desciclopédia β

Flag of the Red Cross.png
Cheese mouse.jpg

"Um por todos e todos por um!"

Este artigo é suíço! Ele vive em cima do muro, come fondue de queijo, usa Rolex, produz canivetes, pratica esqui e tênis, além de ter a melhor qualidade de vida do mundo.

Viva Roger Federer!

Seiyaputo.jpg Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.

NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Nestlé.

Cquote1.png Você quis dizer: Dono do Planeta Cquote2.png
Google sobre Nestlé
Cquote1.png Você quis dizer: Monopólio Cquote2.png
Google sobre Nestlé
Cquote1.png Você quis dizer: Baixei o peso do produto pela metade e não baixei o preço!! Cquote2.png
Google sobre Nestlé
Cquote1.png É batida de abacate! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Chandelle
Cquote1.png Já comi! Cquote2.png
Alexandre Frota sobre Nestlé
Cquote1.png Prefiro Garoto Cquote2.png
Michael Jackson sobre Nestlé
Cquote1.png Na União Soviética o Chocolate faz a Nestlé Cquote2.png
Reversal Russa sobre Nestlé
Cquote1.png Leite condensado caramelizado com flocos crocantes coberto por um delicioso chocolate Nestlé. Cquote2.png
Guria Retardada sobre propaganda do Chokito

Nestlé é uma máfia mundial que tenta monopolizar os produtos em todas as áreas onde atua. É uma empresa cancerígena, que vem destruindo o mercado mundial de alimentos.

Índice

Baixando o peso sem baixar o preçoEditar

Veja alguns dos produtos que a Nestlé ferrou no Brasil:

  • CHOCOLATE - O peso original das barras era de 200 gramas, baixaram pra 170, 150, 130, 110, 100, 90 gramas (tudo isso, sem baixar o preço) e depois ainda tiveram a cara de pau de lançar uma "versão tamanho família" de 165 gramas (com o dobro do preço da barra normal)! E o povão otário, só comprando!! Como a porra da Nestlé domina 70% do mercado brasileiro de chocolate, todos os outros fabricantes foram forçados a baixar o peso também, aí fudeu tudo, você vai em qualquer país e tem barra de chocolate de 200 gramas lá, no Brasil isso não existe mais, graças aos filhos da puta da Nestlé!!
  • BISCOITO - Mesma coisa!! O peso original dos pacotes era de 200 gramas, hoje já foi pra 130!! Só a heróica Piraquê ainda mantém o peso original de 200 gramas, o resto já mudou junto!! E que se fodam as crianças!!
  • SORVETE - Até no sacrossanto sorvete os filhos da puta meteram a mão, sempre foi embalagem de 2 litros, daí a benevolente Nestlé lança uma embalagem de 1,5 litros (claro, sem nunca baixar o preço) e logo todo mundo imita! Só marquinhas pequenas Tabajara ainda resistem!!
  • IOGURTE - O famoso "litrão" de iogurte já virou litro de 900 ml, depois 850, depois 800 ml, e ainda tem miserável 171 enganador que lança "tamanho família de 1,3 litro" cobrando o preço de 2 litros!!

E assim vai com TODOS os produtos dessa empresa de merda!!

HistóriaEditar

 
Nescortolaw Merterleitlé

Um suíço chamado Nescortolaw Merterleitlé (apelidado pelos amigos de Nestlé) sempre foi uma criança mimada, que adorava comer chocolate, mas seus pobres pais que haviam fugido da Itália na Primeira Guerra Mundial eram muito pobres e não podiam ficar dando doces caros a essa criança medonha.

No porão da sua casa ele fazia experiências envolvendo todo tipo de chocolate que ele encontrava no lixo e ratos.

Começou, então, a vender seus chocolates na escola e ganhava uma grande quantia de dinheiro.

 
Uma sacada muito lucrativa: chocolate feito com 50% de vento!

Logo os pais também gostaram dos chocolates e decidiram levar o filho na fábrica de Willy Wonka, o dono da maior produtora de chocolates do mundo na época.

O coitado caiu duro depois de ver a feiúra do menino, mas antes, provou dos chocolates de Nestlé e os adorou, oferecendo-lhe uma proposta em que o menino venderia sua receita por um dólar, sendo aceita de imediato. Nescortolaw ficou tão feliz e foi logo comprar maconha na porta escola.

A receita que havia vendido a Wonka foi um sucesso, porém outro garoto feio e cabeçudo chamado Justin Timberlake (que não tem nada a ver com o projeto de cantor "pegador" dos dias de hoje) descobriu que os chocolates de Wonka levavam patinhas de rato na receita e então processou Wonka e ganhou milhões.

Nestlé, a essa altura do campeonato, produziu uma nova receita de chocolates, e começou a vender nas escolas, nas ruas, nos botecos, nas drogarias, nos puteiros e cabarés da cidade.

Albert Einstein, um pedófilo maníaco-depressivo alemão que passava por ali, na Suíça, decidiu investir toda sua fortuna que havia conseguido no horrendo Nestlé, construindo uma fábrica e vendendo outros produtos além do chocolate, como a cocaína láctea (uma mistura de farinha de trigo e nicotina - que depois mudaria o nome para farinha láctea), sendo muito bem aceita pelo público, principalmente as crianças.

Para poder ficar com toda a riqueza, Merterleitlé fez um chocolate especial para Einstein: o Suflair, que continha drogas e açaí

Einstein morreu e Nestlé ficou com toda a fortuna, procriando e deixando os seus "filhotes de cruz credo" no mundo para continuarem o plano de Dominação Global.

Seu Madruga e a NestléEditar

 
Seu Madruga, novo garoto propaganda da Nestlé

A Nestlé ficou mais forte com seu novo garoto propaganda: Seu Madruga.

 
Seu Madruga no Chocolate do Padre Quevedo

Ele foi apresentado no dia 30 de Fevereiro de 2020 numa cerimônia realizada no Acre.

Alguns dizem que foi esta a causa da sua morte ou desaparecimento, já algumas pessoas dizem que ele ainda está vivo, juntamente com Elvis e Enéas.

A Nestlé se fortificou graças a aparição de Seu Madruga em alguns de seus produtos.

FatosEditar

  • A filha mais nova de Nestlé, Raica Nestlé, foi acusada de contrabando internacional de canetas esferográficas escondidas na cavidade anal.
  • Seu Madruga continua desaparecido, mas a CIA e o FBI dizem que estão próximas da verdade.

Ver tambémEditar


  Cause this is clichê, clichê at night...
Ponha a mão no saco e remova os clichês desse artigo.