Abrir menu principal

Desciclopédia β

Nihônio

Cquote1.png 113 prótons! Cquote2.png
Zagallo sobre Ununtrio
Cquote1.png Seria o Trio Parada Dura? Cquote2.png
Você sobre Ununtrio

Nihônio (antigo Ununtrio) é um elemento químico sintético e imaginário de símbolo Nh, que provavelmente poderia ser Canuto o Grande ou algum disco do Sepultura. Ununtrio era um nome temporário, ou seja, esse nome estranho já estava destinado a ser trocado algum dia por um mais bonitinho.

O suposto país de origem deste, até então, centésimo décimo terceiro e inúil elemento.

HistóriaEditar

 
O único uso que se conhece atualmente do nihônio: enfeitar ônibus de nerds (porém veja que ele nem aparece).

O nihônio afirma ter sido sintetizado pela primeira vez em 31 de fevereiro de 2004 juntamente com seu amiguinho moscóvio. O projeto foi liderado por aquela velha equipe do Instituto de Pesquisas Nucleares de Dubna e dos americanos capitalistas do Martin Lawrence Livermore National Laboratory.

O objetivo das pesquisas, segundo eles, era apenas tapar buraco na tabela periódica e tentar ficar famosos às custas dela.

Mais tarde outra equipe de cientistas japoneses viciados em Pokémon e Atari afirmou terem sintetizado o elemento com sucesso, após terem feito experiências nos laboratórios do Princess Peach's Castle.

Porém como a IUPAC assim como o PAC é empacada e lenta e demora mais de 10 anos para confirmar descobertas, a União Internacional de Química Pura e Aplicada levou uma eternidade para trocar seu nome sistemático, temporário e escroto por um menos tosco. Possivelmente, seu nome atual é uma singela homenagem aos Otakus que curtem química e assistem Seikon no Qwaser.

CaracterísticasEditar

O nihônio provavelmente é um elemento sintético, provavelmente possui o símbolo Nh, provavelmente possui o número atômico 113 e provavelmente fica abaixo do tálio no grupo 13 da tabela periódica, mas provavelmente ninguém se importa.

UsosEditar

O nihônio tem o uso de encher linguiça no sétimo período da Tabela Periódica. Mais nada.

Resumindo, não ser para porr* nenhuma.