Abrir menu principal

Desciclopédia β

Nova Iorque (Maranhão)

Cquote1.png Vamos para Nova Iorque! Cquote2.png
Mãe avisando para onde vão nas férias para os filhos...
Cquote1.png Ué? Cquote2.png
filhos ao chegarem na "Nova Iorque"
Nova Iorque é uma cidade no meio da puta que pariu do estado brasileiro Maranhão, ou seja, só umas cinco pessoas devem morar lá, além de uns 10 milhões de sem-teto e gados largados no meio do nada (aqueles que você pode encontrar durante uma viajem de carro, isso se você não estiver dormindo liberando aquela baba monstra...).

HistóriaEditar

 
Seja bem vindo à Nova Iorque, a cidade mais desenvolvida do Brasil!

Era uma vez num ano qualquer, num dia qualquer, numa hora qualquer, numa decisão qualquer, por uma pessoa qualquer foi fundada a Nova Iorque do sertão. O nome com certeza, foi decidido, para chamar atenção do tipo "veja só é uma favela cidade com um nome de outra cidade chique! Vamos para essa e fazer papel de trouxa, he he!" ou então por falta de ideia ou criatividade, ou quem saiba isso fosse um plágio, quem saiba isso fosse um enigma, quem saiba isso não nos interesse...

Bem, mas a cidade/barracos no meio do nada ou tijolos em pilhados que pessoas chamam de casa só foi existir de verdade como favela em meados do ano 1886, após uma briga e um papo furado sua população (ou seja, um burrico e seu dono) conseguiram desmembrar seu território de outra cidade muito famosa e conhecida mundialmente que é o grande polo industrial Pastos Bons (nome de cidade escolhida por pessoa que só conhecia essas duas palavras) e foi em 1919 que a cidade finalmente se tornou uma cidade.

GeografiaEditar

A Nova Iorque sertaneja nos dá (ui!) uma imensa e uma das mais complexas faunas e floras, além de um clima extremamente bem definido. A fauna e flora é bem diversificada, lá podemos encontrar pessoas (claro), cactus (ah vá?) pestes, vermes, lombrigas de duas cabeças e três olhos, e veja que lombrigas nem olhos tem (ou tem?). Além disso também temos moscas varejeiras e fungos como bolores e por aí vai.

O seus relevos, pera aí, que relevos? O clima lá é acima de 1 trilhão de graus Celsius, e no inverno não neva, cai fogo do céu, e no outono não faz frio, faz calor, e na primavera não temos árvores bonitas cheias de flores até porque nem árvore tem lá mesmo, e o verão é mais quem que xvideos. Além disso sua hidrografia se resume a apenas a água da torneira, ou as que os caminhões pipas trazem. Dizem que lá é tão quente mas tão quente que quando a água topa no chão ela nem topa pois nem isso ela aguenta...

EconomiaEditar

A economia local se resume naqueles hotéis no meio da estrada que no dia seguinte você percebe que foi assaltado e a comida (se tiver) de lá mais dura do seu pau quando vê uma piroca pedra. Ou então os pivetes da cidade vão lá e assaltam os carros das pessoas que pararam para vomitar ou mijar no acostamento da estrada, viu só o perigo?