Abrir menu principal

Desciclopédia β

Novo Universo Marvel

"Pela união dos seus poderes eu sou o Capitão Planeta!" Não pera...

Novo Universo ou Novo Universo Marvel foi a primeira tentativa da Marvel Comics de criar um universo paralelo para ganhar muita grana com uma nova abordagem, novos personagens, tudo nada a ver com o que existia até então no seu universo principal, o 616. O problema é que poderia até ter dado certo, se os dementes que escreviam as histórias e as equipes não tivessem criado personagens tão bostas, que mais pareciam plágios de seriados japoneses, desenhos americanos ou de filmes de quinta categoria.

HistóriaEditar

Essa linha editorial foi criada em 1986, só por invejinha da DC Comics, que fizera no ano anterior 50 anos e comemorou com Crise nas Infinitas Terras, a Marvel, fazendo seus 25 anos (metade da idade, metade da qualidade na comemoração), fez uma crise numa terra só mesmo: criou uma nova terra em que ninguém do universo tinha poder nenhum, até que um dia uma coisa lá que ninguém sabe que coisa foi, só deram o nome bizonho de Evento Branco, esta coisa deu poderes a diversos personagens de lá, que viraram versões dos personagens originais, só que com necessidades sérias, todos bem bundões e parecendo mendigos.

Assim surgiram seres como Máscara Noturna (um clone de Sandman), Estigma (um Superman ou um Lanterna Verde mais feio e metido a dono do mundo), Força Psi (os X-Men caso virassem personagens do Capitão Planeta).

As vendas dessa merda de criação plagiada eram tão baixas, mas tão baixas, que em 1989 o Jim Shooter, diretor da editora da época e criador dessa estrovenga, decidiu matá-la para todo o sempre, sem nenhuma explicação nenhuma (tão nenhuma que tive que repetir o nenhuma de forma extremamente redundante, mas é nenhuma...). Mas vez por outra algum babaca sempre tenta ressuscitar, seja nos Exilados, seja numa série tosca chamada "Newuniversal" que tentou reproduzir o mesmo Evento Branco, só que durante uma Sessão Espiritual do Descarrego na IURD.