Abrir menu principal

Desciclopédia β

O Crime da Rua Toneleros


Cquote1.png Não é Toneleros, é Toneleiros!!! Cquote2.png
Sábio Historiador sobre O Crime da Rua Toneleros

Cquote1.png Essa história está meio mal-contada. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre O Crime da Rua Toneleros

Google tenta apagar a História

Cquote1.png Não é Crime, é Atentado!!! Cquote2.png
Sábio Historiador sobre O Crime da Rua Toneleros

Cquote1.png Nunca vi uma história tão mal-contada como esta Cquote2.png
Stevie Wonder sobre O Crime da Rua Toneleros

Cquote1.png É crime sim, eu morri lá! Cquote2.png
Major Vaz sobre O Crime da Rua Toneleros

Cquote1.png A história me pareceu original. Cquote2.png
Carla Perez sobre O Crime da Rua Toneleros

Cquote1.png Que vergonha, onde é que estão as autoridades! Cquote2.png
Datena sobre O Crime da Rua Toneleros

Cquote1.png Isto non ecxiste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre O Crime da Rua Toneleros

O Crime da Rua Toneleiros ou Toneleros trata-se de uma das histórias mais mal-resolvida do mundo país, foi a tentativa mais ridícula de assassinato (ou não) do prefeito de Santo André, Celso Daniel PC Farias prefeito de Campinas, Toninho do PT jornalista Carlos Lacerda por José Dirceu Osama bin Laden um segurança de Getúlio Vargas.

Origem das divergênciasEditar

Tudo começou quando Carlos Lacerda voltou de carro com seu amiguinho a noite (sei!!!), o Major Vaz, e perceberam que estavam sendo seguidos por outro carro, então Major Vaz e Carlos Lacerda desceram do seu carro (coincidentemente na rua toneleros) para dar uma prensa no motorista do outro carro que estava os seguindo. Foi aí que o motorista (suposto segurança de Vargas) incorporou um espírito maligno e saiu para brigar com Major Vaz, e aí Major Vaz e o motorista se deitaram no chão e começaram a trocar tapas, beliscões e puxadas de cabelo e Carlos Lacerda resolveu correr pra caralho e se escondeu atrás de uma MURETA DE CONCRETO MACIÇO.

 
trajetória feita pelo projétil para atingir o pé de Lacerda

Lá pelas tantas, no meio da briga, Vaz conseguiu deitar em cima do motorista (ui!) e o motorista viu que não ia ter jeito de sair por baixo do Major, então o motorista teve a brilhante ideia de dar dois tiros de 44 nas COSTAS DE MAJOR VAZ e conseguiu matá-lo com os dois tiros e milagrosamente a bala não varou o corpo de Major Vaz, daí o motorista saiu debaixo do cadáver e apontou para Carlos Lacerda (que estava atrás da mureta de concreto) e lhe deu um tiro que (ninguém sabe como) acertou o peito do pé de Carlos Lacerda e o jornalista precisou correr pra caralho de novo para pedir socorro, alegando que alguém contratado por Getúlio Vargas queria o assassinar. Porém Lacerda recebeu um tiro de 44, ora, não sobraria o pé e ele nem poderia correr pra pedir socorro. E porque Lacerda não entregou sua pistola??? E quem que está embaixo de um cara numa briga ao invés de atirar na barriga do inimigo atira nas costas, com uma 44 ainda que atravessa um corpo tranquilamente??? E quem consegue acertar um cara (exatamente no tampo do pé) atrás de um muro??? Será que Lacerda deu uns pipocos no Vaz por acidente (ou não) e depois em seu pé para se fingir de vítima???

Você sabia que...
  • ...você não deveria ficar fazendo perguntas sobre este assunto. Não faz bem para a saúde

O crime da rua Tonele(i)ros ainda está muito mal contado, mas as evidências apontam que Lacerda cometeu uma cagadinha.Ate hoje se ver o espirito de Vargas escondido atras de mureta de concreto maciço!



História do Brasil: República nem tão velha, nem tão nova (1946 - 1964)

Eventos, políticas e tendências que teu pai e tua mãe não acompanharam porque estavam curtindo sexo, drogas e rock´n roll

Construção de BrasíliaO Crime da Rua TonelerosA Volta do Pai dos PobresCinquenta anos em cincoPopulismoForças ocultas


Presidentes, políticos e outros nomes de praça
O Pai dos PobresJânio QuadrosJKDutraJoão GoulartCafé FilhoRinoceronte Cacareco