Abrir menu principal

Desciclopédia β

O Diabo Veste Prada

Estava procurando a banda de White Metal Metalcore Devil Wears Prada? Se fodeu! Eles não estão aqui!


Mirandadevil.gif
Alerta de spoiler: O artigo pode conter alguns spoilers, tais como o fato de que

a Andrea Sachs viriar uma patricinha a meio dessa porra, Miranda Priestly ser a encarnação patty do Capeta, Emily ser anoréxica e Nigel não conseguir a promoção,

Então leia por sua conta e risco, e não se esqueça de dar uma de Pattinson.
Loirastupidaaaa.jpg Hello, Honey! Este artigo é fashion!!

Este artigo é algo que eu e minhas amigas pink adoramos! Se você for nerd ou pobre, tipo, é melhor passar longe daqui, e se vier aqui pra arranjar confusão, nós vamos chamar a galerinha popular para humilhar você!


The Devil Wears Prada
O Capeta Veste Prada (BR)
Devilwearspradaposter.jpg
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
2006 • cor • 666 minutos
Direção Alguma patty irónica
Roteiro Lado Rosa do Diabo
Elenco Meryl Streep
Gênero Comédia


O Diabo Veste Prada (do ingrês "The Devil Wears Prada") é um filme de comédia de Hollywood, lançado a 6 de Junho de 2006 (Ou não), baseado no livro autobiográfico de Lauren Weisberger de 2003, onde a patty relata sua experiência de trabalhar na Vogue, sob a alçada da demoníaca editora-chefe Anna Wintour.

Índice

PersonagensEditar

Andrea "Andy" Sachs (Anne Hathaway)Editar

A protagonista dessa porra: Andrea, a quem os amigos chamam de "Andy", terminou seu curso de Jornalismo na Faculdade de Illinois, e mudou-se para Nova Iorque, juntamente com o namorado Nate, para tentar sua sorte como jornalista, mas vai parar a uma entrevista de emprego para se tornar assistente pessoal de Miranda Priestly, que ela não sabe quem é.

Andy não dá a mínima para moda, veste a primeira coisa que vem à mão e come o que bem lhe apetece (como uma pessoa normal), mas só consegue o emprego porque Miranda está farta de patricinhas incompetentes a trabalhar para ela e decide dar-lhe uma oportunidade à "guria feia e gorda" (porque Hollywood quer que você ache Anne Hathaway feia e gorda).

Miranda Priestly (Meryl Streep)Editar

Personagem inspirada em Anna Wintour, é a encarnação patty do Capeta com doutorado em poker face, e faz teu chefe parecer um anjo: Miranda é a editora-chefe da revista fútil de moda, daquelas que todas as patricinhas adoram ler, Runway (um plágio da Vogue), uma revista pertencente ao grupo bilionário Elias-Clark, que leva à bancarrota, dando 300 mil dólares de prejuízo só porque não gostou de um conjunto de jaquetas. Sua duck face faz estilistas mudarem toda a sua colecção.

Miranda se comporta como se fosse a maior diva à face da terra, levando todos os seus empregados a querem cometer suicídio, especialmente as azaradas que tem como suas assistentes pessoais, a quem dá ordens vagas (dizer para ir na Calvin Klein buscar saias, mas sem dizer que tipo de saias) e quase impossíveis (arranjar o manuscrito por publicar do Harry Potter só porque suas filhas querem saber o que vai acontecer a seguir e não podem esperar como pessoas normais) e faz pedidos sem lógica (dizer para suas assistentes lhe reservarem mesa naquele restaurante que ela gostou no outro dia, e ninguém saber do que raio ela está falando).

Emily Charlton (Emily Blunt)Editar

Primeira assistente de Miranda, faz Bullying constante a Andy porque não é uma patricinha metida e fútil como ela. Usa roupa ridícula, mas supostamente fashion, só pensa em moda e seu cérebro é do tamanho de uma ervilha, mas fica-se achando a última coca-cola do deserto porque foi "promovida" a primeira assistente (na verdade ela não foi promovida, porque a primeira assistente anterior mudou-se para outra revista e não havia mais ninguém para o posto), ainda que tenha a função de "apanhadora de casacos e bolsas" de Miranda.

Tem como sua prioridade tornar o trabalho de Andy o mais difícil possível, deixando-lhe as piores tarefas e não lhe dando qualquer ajuda no novo emprego onde ela caiu de paraquedas. Seu grande sonho é acompanhar Miranda na Semana da Moda de Paris, para a qual se torna anoréxica (não come nada e quando sente que vai desmaiar come um cubo de queijo) para caber em todas as roupas de grife (cujo preço dava para alimentar todos os habitantes de um país subdesenvolvido de África durante 1 ano inteiro) que vai receber.

Nigel (Stanley Tucci)Editar

Porque essa porra não podia ser um filme sobre a indústria da moda se não houvesse um personagem bicha enrustida e sarcástica: Nigel é diretor criativo da Runway e o empregado favorito de Miranda, por razões nunca explicadas, talvez porque a arma favorita de ambos é o sarcasmo e são alienados da moda.

Quando era pequeno, Nigel lia Runway às escondidas e brincava com a caixa de costura da mãe, enquanto fingia que não era gay o que não resultava, porque era sacaneado por todo o mundo, e agora sacanea pessoas que não sejam bichas fashion como ele.

Tal como Emily, também Nigel faz bullying com Andy porque ela não é uma patricinha anoréxica, e passa seu tempo a chamando de "gorda" e diz que ela não se esforça minimamente só porque ainda não virou "alienada da moda". A pedido da mesma, faz uma extreme makeover em Andy, transformando-a, finalmente, numa patty alienada e bem-sucedida no seu emprego, porque agora já se está a esforçar.

Outros personagensEditar

  • Christian Thompson (Simon Baker): É o novo escritor-sensação de Nova Iorque, loiro e metido a galã, que quer pegar Andy a todo o custo;
  • Nate Cooper (Adrian Grenier): Namorado de Andy, um pobretanas qualquer que quer ser cozinheiro;
  • Lily (Tracie Thoms): Melhor miguxa de Andy, que é fotógrafa, e zoa dela por causa de seu trabalho;
  • Doug (Rich Sommer):: O melhor amigo gay que sabe mais de moda do que Andy;
  • James Holt (Daniel Sunjata): O novo estilista sensação de Nova Iorque, patrocinado pela Runway, que não conhece nem as suas próprias criações;
  • Caroline e Cassidy Priestly (Collen and Suzanne Dengel): As filhas gêmeas de Miranda, umas gurias retardadas mimadas e mentirosas, para quem as assistentes da mãe são obrigadas a fazer os trabalhos da escola;
  • Richard Sachs (David Marshall Grant): Pai de Andy, que só está presente para dizer que a protagonista tem familiares;
  • Irv Ravitz (Tibor Feldman): Presidente da empresa bilionária Elias-Clark, homem baixo mas com um ego gigante;
  • Serena (Gisele Bundchen): Melhor amiga de Emily;
  • Jacqueline Follet (Stephanie Szostak): Editora-chefe da Runway francesa e a maior inimiga de Miranda, pois quer roubar-lhe o cargo;
  • Clackers (várias modelos): As patricinhas anoréxicas seguidoras alienadas de Miranda - têm esse nome devido ao som que seus saltos altos fazem no chão de mármore do edifício da Elias-Clark.

EnredoEditar

 
Miranda Priestly no seu escritório.
Você sabia que...
 
Miranda sorrindo.

A protagonista é Andrea Sachs (Anne Hathaway), uma baranga que usa sapatos de vovó, recém-formada em Jornalismo pela Universidade Northwestern, do Illinois, que chega a Nova Iorque, juntamente com seu namorado, Nate (Adrian Grenier), para seguir seu sonho e se tornar uma escritora de alguma revista pseudointelectual, como The New York Times Magazine. Mas em vez de ir parar ao The Guardian, é-lhe oferecida uma entrevista de emprego numa revista chamada Runway. Sem saber para o que ia, ao chegar descobre que é uma "revista de moda" e que estão à procura de uma segunda assistente para Miranda Priestly (Meryl Streep), a Rainha da indústria da moda, para quem bastava trabalhar durante 1 ano para arranjar trabalho em qualquer revista do mundo, mas Andy é logo sacaneada por Emily Charlton (Emily Blunt), que lhe diz que a Runway é uma revista de moda, logo ser patricinha e anoréxica são dois requisitos básicos para conseguir o emprego.

Entretanto, é anunciado que Miranda Priestly (Meryl Streep) está chegando, pelo que quebra-geral, com todo o mundo pirando e se preparando para o que aí vem: Andy, que não faz a mínima ideia de quem seja Miranda, fica observando com cara de WTF. Quando chega, Miranda manda Emily ir tomar no cu e diz que vai ter de ser ela mesma a entrevistar Andy, porque a ruiva anoréxica só lhe seleccionou outras pattys anoréxicas inúteis, imbecis e incompetentes. Também Miranda faz bullying com o visual de Andy, mas esta fica falando de sua faceta de Nerd e de seus excelentes resultados escolares. Para manter um suspense parvo, a guria já está saído do edifício quando Emily surge a dizer que ela conseguiu o lugar. Quando começa a trabalhar na Runway, Andy passa seu tempo escutando "mil patricinhas matariam por esse emprego!", isso enquanto é massacrada, explorada e quase levada à loucura por Miranda e suas ordens sem nexo e demasiado vagas para que os outros saibam de que raio ela está falando, mas quer tudo feito na hora e sempre a chama de "Emily".

A guria se esforça mas torna-se o alvo de Bullying por parte de todo o mundo dentro daquela bosta de revista: porque não é patty nem anoréxica, enquanto todo o mundo está cagando e andando se ela faz bem seu trabalho ou não. Farta de ser sacaneada, Andy pensa "se não os podes vencer, junta-te a eles", e vai pedir auxílio a Nigel (Stanley Tucci), que se torna sua fada madrinha, e lhe faz uma extreme makeover e lhe empresta roupas de grife do armazém da revista. Com seu novo visual de patty tudo começa a corre bem no trabalho: demonstrando o grau de retardamento dessa bosta - o importante é como uma pessoa se veste e não sua competência. Nesse período conhece o escritor Christian Thompson (Simon Baker), que a quer pegar a todo o custo lhe oferece ajuda com a carreira. Como passa cada vez mais tempo trabalhando até ao esgotamento para Miranda, seu namorado, Nate, começa a bancar o barraco, isso porque sua carreira fracassada como cozinheiro não está indo a lado algum. Cruella de Vil, impressionada por Andy ter um novo visual, dá-lhe a missão importantíssima de ir a sua casa levar "O Livro" (a maquete da próxima edição da Runway - uma bosta que é tratada como se contivesse a cura do Câncer), mas isso dá merda, pois as gêmeas piralhas filhas de Miranda, zoam de Andy e ela flagra Miranda discutindo com o marido. Como retalhiação, no dia seguinte, Miranda ordena a Andy para encontrar o manuscrito por publicar do novo Harry Potter, e se não conseguir, vai para ser jogada na sarjeta, no olho da rua. Sua pele é salva por Christian Thompson, que, como trabalha na indústria literária, tem uma amiga que está desenhando a capa do livro.

 
Andy antes de virar patricinha.

Na Festa de Caridade de Nova Iorque, onde os ricos vão fingir que se importam com os pobres enquanto estão usando roupas que podiam alimentar e dar teto aos mendigos da cidade inteira e ainda da cidade vizinha, Andy salva Miranda da vergonha de não saber o nome dos convidados, quando Emily se esquece de cumprir sua função de estar ali para dizer à ditadora "quem é quem" na festa. Como recompensa, Miranda quer que seja Andy a ir com ela para a Semana da Moda de Paris, e diz que se ela se negar a ir, está despedida. Andy tenta contar a Emily que, convenientemente, é atropelada. Quando descobre, no hospital, Emily fica revoltada porque virou anoréxica de propósito para o evento! Moral: não importa que deixe de comer, haverá sempre alguém que come hidratos de carbono que vai roubar seu lugar. Quando conta para Nate que vai para Paris, o cara começa a dizer que ela se está a tornar numa patricinha anoréxica, daquelas que tanto ridicularizava, e acabam o namoro.

Em Paris, Nigel conta para Andy que vai ser o novo diretor criativo do estilista James Holt (Daniel Sunjata), por recomendação de Miranda. Após jantar com Christian, Andy passa a noite transando com o cara num qualquer hotel de luxo, e na manhã descobre que pretendem substituir Miranda por Jacqueline Follet como editora-chefe da Runway. Demonstrando um comportamento semelhante ao Síndrome de Estocolmo, Andy tenta avisar Miranda dos planos maquiavélicos, mas é cagada na cara. No "grande almoço", Miranda anuncia que Jacqueline Follet vai ser a nova diretora criativa de James Holt, e não Nigel. Mais tarde, na limousine, a encarnação patty do Capeta informa sua subordinada que já sabia dos planos de ser substituída e que cagou em Nigel para manter seu próprio emprego, dizendo que Andy e ela, no fundo, são iguais. Quando o carro pára, Andy sai pela outra porta e joga o celular numa fonte, mostrando que está cagando e andando para Miranda, para a Runway e para a indústria da moda.