Orson Welles

Cquote1.svg Rosebud! Cquote2.svg
Charles Foster Kane sobre Orson Welles

Orson Welles também sabia fazer o olhar 43 que tornou Ed Wood famoso

Orson Welles foi um semi-one-hit wonder, que ficou famoso com seu primeiro filme, Cidadão Quem, mas depois nunca mais conseguiu fazer um filme mais ou menos conhecido. Apesar disso, fez filmes razoáveis como A Marca da Maldade, filme policial noir, A Dama de Shangai (que ninguém viu) e uns 300 filmes baseados em histórias do William Shakespeare, como Otelo e Macbeth. Repare que os filmes de Orson são tão conhecidos que este artigo até fica vermelho de tantos links para artigos inexistentes.

Orson Welles era ator, cineasta, produtor, editor, roteirista e cartomante de seus filmes. Não gostava de dividir as tarefas de seus filmes com outra pessoa.

HistóriaEditar

Orson Welles nasceu nos Estados Unidos, mas fez filmes para europeu assistir. Orson não gostava de ser dos Estados Unidos. Orson morou na Europa um bom tempo e passou a agir como um europeuzinho.

Hollywood não gostava dele e ele não gostava de Hollywood. Hollywood não gostava dele porque os filmes dele não costumavam ser maniqueístas e moralistas. Ele não gostava de Hollywood porque nunca ganhou um mísero centavo com seus filmes desconhecidos.

Orson foi o responsável em assustar as pessoas na rádio, com a história Guerra dos Mundos, do H. G. Wells quando ainda não era cineasta. Com o livro de Wells, Orson contou a história. As pessoas estadunidenses, naturalmente imbecis, acreditaram. Foi a maior confusão. Orson foi preso e torturado, mas logo libertado. Orson Welles também foi preso e torturado na caça aos comunistas e simpatizantes na época do macartismo, graças ao cagueta Elia Kazan. Orson era simpatizante da causa comunista.

Ver tambémEditar