Abrir menu principal

Desciclopédia β

Pádua

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


O mais famoso habitante da cidade, uma celebridade a nível mundial.

Cquote1.png Minha terrinha... Cquote2.png
Santo Antônio sobre Pádua.

Pádua, do italiano Padova, que deve ter algum significado obscuro é mais uma bela cidade da bota mais famosa do mundo, a Itália terra de Berlusconi, Carla Bruni e Gattuso. A cidade tem mais de 200 mil habitantes, ou seja, mais que São Caetano do Sul e menos que a favela da Rocinha.

CidadeEditar

Pádua é uma daquelas cidades que só tiveram importância anos atrás, no caso, há muito tempo mesmo, a cidade em determinado momento era um centro artístico, comercial, um daqueles locais onde vivem pessoas abastadas e onde o pessoal do campo teima em migrar para lá, gerando o tal êxodo rural.

A cidade italiana sempre sobreviveu graças à fama de sua Universidade, que atraía jovens e, portanto, havia idiotas que movimentavam o mercado, seja o de livros ou de dorgas e preservativos. Durante boa parte de sua história Pádua era um nada. Até a construção da Universidade e de nada passou a ser quase algo. no entanto, após o século XIV, Pádua voltou ao estágio de porra nenhuma, nessa época a cidade era dominada por Veneza.

AtraçõesEditar

As atrações são tão limitadas quanto as opções de lanches saudáveis no McDonalds, se você por um acaso for para lá é recomendável que se mande o mais rápido possível para Amsterdã, no entanto se quiser fcar na cidade, para não morrer comido pelo tédio pode-se visitar a incrível catedral de Santo Antônio que é uma das mais belas da região, isso se você gostar de arquitetura renascentista e todas aquelas frescuras.

 
O belo jardim botânico da cidade, note a incrível biodiversidade.

A outra atração é o jardim botânico, o primeiro do mundo, em Pádua surgiu o primeiro lugar onde as pessoas plantaram meia dúzia de ervinhas que lá ficaram, crescendo sem controle algum e que fizeram disso uma exposição, no jardim há trocentos tipos de plantinha, não que alguém saiba diferenciar os tipos, pois é tudo verde. Tal jardim de alguma forma, no mínimo bizonha, foi anexado a lista de patrimônios mundiais da UNESCO, não que isso signifique algo, pois se você pedisse a UNESCO nomeava seu quarto patrimônio da humanidade.

Ver tambémEditar