Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

61 278 artigos · 203 338 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Portal comunitário

Mídia

Chat

Contribuir

Artigo em destaque
Adolf Führer Nazi Hitler, personagem principal do livro. Percebam o esforço do mesmo para sorrir.

As últimas 24 horas de Hitler é um livro histórico e melancólico surreal do ilustre de Cajueiras. A história relata um ultimato na vida de Adolf Hitler, contando os últimos momentos do mesmo após se autodeclarar um defunto. O livro se divide em 4 capítulos de pura tortura, dando ao leitor uma profunda imersão duvidosa do desfecho da Segunda Burrice Mundial.

  • Capítulo I - (23 horas para o acontecimento) - Hitler acaba de acordar de mais uma de suas sonecas depois do almoço. Na data, Hitler havia se refugiado numa caverna que carinhosamente tinha dado o nome de Führerbunker, acompanhado com sua amante, concubina e musa: Eva Braun. (23 horas para o acontecimento)
  • Capítulo II - (10 horas para o acontecimento) - Em uma reunião, pela primeira vez, o führer admitiu que tudo estava perdido, e o que restava era apenas um café.
  • Capítulo III (Em algum momento do passado) - Segundo seus próprios pais, Hitler era visto como o satã em pessoa. Já que não podia ir à escola, Hitler ocupava-se ajudando a mãe e os irmãos em tarefas de casa, apesar de ser um moleque viciado em Mein Kraft.
  • Capítulo IV (O acontecimento) - Hitler passara um tempão pensando na sua vidinha de quinta. Recusou-se a almoçar, voltando a agir como um muleque de oito anos.
Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter




Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre:

Idioma