Abrir menu principal

Desciclopédia β

P●U●L●S●E


Cquote1.png Até eu que sou cego consegui enxergar aquelas luzes Cquote2.png
Stevie Wonder sobre P.U.L.S.E
Cquote1.png Eeee....e.. Cquote2.png
Platéia do P.U.L.S.E vibrando nos momentos em que eram tocadas as músicas compostas por David Gilmour após a saída de Roger Waters
Cquote1.png Uhuuuuuuuuuul, de nooooovo porra, aewwww,ooooo eeeee uhul, yes yes very craaazyyyy,yeaaaaaaaahhh,ô negócio escroto Cquote2.png
A mesma plateia do P.U.L.S.E vibrando nas músicas da época de Roger Waters

O concerto do P.U.L.S.E, super fashion e mega iluminado

P.U.L.S.E ou E.X.P.U.L.S.E é um show criado por David Gilmour para dar fim de vez ao Pink Floyd, para garantir mais dinheiro, dessa vez para os bisnetos dos integrantes e para dizer que fez o show mais iluminado de toda história.

E também o principal motivo do show, comemorar os 10 anos em que Rogério Águas abandonou o Pink Floyd, por isso nome P.U.L.S.E que vem do E.X.P.U.L.S.E.

O show chegou ano número 1 na tabela da Billboard, por ter reunido a coleção de lixos músicas da banda ao longo de 120 anos.

Porém o P.U.L.S.E foi a prova exata do fim da banda. David Gilmour com a voz totalmente mais roca, mais gordo e muito mais careca fez com que a plateia dormisse logo no começo da música Shine on you crazy diamond, devido a agitação, ou melhor, a falta de agitação provocada pelos integrantes, que velhos de mais, estavam cansados de expressar uma emoção durante o show.

P.U.L.S.E também é recordado como o show mais iluminado do mundo, muito mais colorido que uma parada gay paulista, as luzes de P.U.L.S.E serviam para que Roger Waters enxergassem as de longe e morresse de inveja.

As MúsicasEditar

 
Imagens do show

Foram reunidas as músicas de maiores sucessos da banda, também aquelas criadas por David com a saída de Roger, mas essas não eram as atrações principais. O público queria mesmo era a música do helicóptero.

Foram reunidas músicas de sucesso de cada álbum da banda. Exceto Ummagumma que os integrantes estavam totalmente drogados, e The Final Cut que era de autoria de Roger Waters que não fez sucesso algum e se David cantasse poderia levar uma cuspida na cara dada por Roger.

Também álbuns menos importantes como A Momentary Lapse of Reason, mas como era um álbum totalmente criado por Gilmour, ele fez mais que obrigação de divulgar, porém o público nem deu bola.

A Música que levantou multidões foi do álbum The Wall, como a Helicopter music e as músicas do álbum Dark Side of the Moon, que no começo deixou a plateia esterica, e após o fim das músicas do álbum a plateia estava já sob efeito semelhante aos usuários de drogas. O que fizeram deles agüentar mais alguns minutos para ouvir o Confortably Number totalmente modificado, assim ninguém da plateia notou diferença.

Ver tambémEditar