Abrir menu principal

Desciclopédia β

Paço do Lumiar

Paço do Lumiar, mesmo tendo um nome bem escroto, é uma das poucas cidades do Maranhão que possui mais de 100.000 habitantes. Isso mesmo, sei que é difícil de acreditar que exista alguma cidade maranhense que possua tanta gente, porém, essa é a verdade (pelo menos de acordo com a Wikipédia). Porém, como diz o velho deitado, toda coisa boa também tem os seus pontos negativos. E o ponto negativo da superpopulação de Paço do Lumiar é que grande parte desses habitantes são maconheiros, traficantes, playssons, cachaceiros e congêneres.

Índice

HistóriaEditar

 
Motorista de Paço do Lumiar conhecendo a fundo as estradas de sua cidade.

No princípio, Paço do Lumiar era apenas uma grande fazenda produtora de alimentos fálicos, como mandioca e banana.

Como o dono dessa fazenda não queria ficar isolado nesse verdadeiro fim do mundo, ele só ia até lá 1 vez por mês, para conferir se as suas terras não tinham sido invadidas pelo MST.

Passados alguns anos, o dono dessa fazenda morreu de maneira misteriosa, após ter ficado devendo alguns reais para um agiota. Após a morte desse fazendeiro, as terras de Paço do Lumiar ficaram sem dono, pois o sujeito que empacotou não tinha herdeiros.

Como terras vazias são um grande atrativo para todo tipo de vagabundo que quer terreno sem precisar trabalhar, em pouquíssimo tempo, uns idiotas vindos de Araponga começaram a construir alguns barracos em Paço do Lumiar.

Como todos sabem, é só aparecer o primeiro habitante, que logo aparecem diversas maria-vai-com-as-outras. Nesse esquema, em pouco tempo, já tinham aparecido umas trocentas pessoas querendo morar em Paço do Lumiar. Por um lado, esse crescimento demográfico insano foi bom, pois Paço do Lumiar conseguiu se desenvolver bastante. Por outro lado, foi péssimo, pois como Paço do Lumiar ainda tinha pouca comida estocada, muita gente acabou morrendo de fome.

Como possuem os típicos hábitos de nordestinos, os habitantes de Paço do Lumiar fizeram o que sabem fazer de melhor: Milhões e milhões de filhos. Com isso, o crescimento demográfico de Paço do Lumiar foi putaqueparivelmente grande, e a cidade ficou do jeito como é hoje em dia - Cheia de playboys andando de Chevrolet Opala pela cidade, e maconheiros dando um tapa na pantera na porta das delegacias.

EconomiaEditar

É bem variada. Alguns moradores sobrevivem vendendo sorvete, também conhecido "suquinho", na porta de casa. Outros, já preferem sobreviver catando papelão na rua ou ainda realizando furtos.

Os traficantes são os que mais ganham, pois comprador de drogas é o que mais tem em Paço do Lumiar. Outros que ganham bastante sem ter que fazer muita coisa são os políticos, que roubam ganham muito dinheiro tendo apenas que ficar o dia todo coçando o saco em suas confortáveis poltronas na prefeitura.

EducaçãoEditar

Inexistente. Acha mesmo que playssons vão pra escola? Só em sonho... Eles preferem muito mais ficar apenas posando para a WebCam bebendo umas Smirnoffs e mostrando o dedo do meio.

Alguns caipiras mais velhos até que se interessam pela educação, pois acreditam que essa seja a única forma de não ter que ficar sofrendo lá no meio da roça. Após terem se dedicado por alguns anos aos estudos, eles conseguiram aprender coisas incríveis, como por exemplo, escrever o próprio nome!

SaúdeEditar

Em toda a cidade, existe apenas um hospital, que mais se parece com um ferro-velho, de tão entupido de entulho que está. Mesmo assim, esse hospital está todos os dias cheio pra caralho, pois além dos moradores de Paço do Lumiar, ele também recebe todos os moradores ds cidades vizinhas, que não possuem hospitais em suas próprias cidades.