Abrir menu principal

Desciclopédia β

Padre Anchieta

Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Eaew, jhow! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!


Cquote1.png Aqui que nós vamos fundar o colégio, Anchieta? Cquote2.png
Manoel da Nóbrega sobre Colégio de São Paulo
Cquote1.png Mas isso aqui vai valorizar uma beleza!!! É bem no centro de São Paulo!!! Cquote2.png
Anchieta
Cquote1.png Sei não... não era melhor fundar o colégio no centro de Buenos Aires? Cquote2.png
Manoel da Nóbrega, ainda desconfiado

O Bem-Aventurado Padre José de Anchieta era um jesuíta, sacerdote a moda antiga, na época quem os padres não acreditavam na Teologia da Libertação nem faziam propaganda para o PT. Na época de José de Anchieta, padre era padre, governo era governo, e índio era índio, padre convertia índio, não ganhava o voto dele.

Gravura do Padre Anchieta.

O Padre Anchieta foi discípulo do Padre Manoel da Nóbrega, o Padre que inventou o Baú da Felicidade e a Praça é Nossa (atualmente liderados por seu tatatatatatatatataraneto bastardo, Carlos Alberto da Nóbrega)

José de Anchieta nasceu na Ilha da Madeira e estudou engenharia na Real Escola Politécnica de Sagres, onde se formou engenheiro. Tanto que ao chegar no Brasil, Anchieta se instalou em Vitória no Espírito Santo (Anchieta era capixaba) e dali partiu a pé pelo litoral até alcançar o litoral que hoje fica Santos e entrou em direção ao inteiror, onde fundou a maior cidade do interior do mundo. Deu o nome daquele povoado São Paulo e projetou a Via Anchieta, ligando a Vila de Santos a Vila de São Paulo. Nisso o discípulo superou o mestre já que a Via Anchieta é muito maior que a Rodovia Padre Manoel da Nóbrega

Cquote1.png Esses dois padres muito loucos vão aprontar super-aventuras e armações mil para catequizar os índios numa terra selvagem e cheia de perigos! Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre o filme "dois Jesuítas do Barulho"

Ao contrário do Bispo Sardinha, Anchieta e Nóbrega não foram comidos. Mas rumaram ao planalto de Piratininga e fundaram o Colégio de São Paulo, para levar a paz aos índios do Anhangabaú que estava em guerra com os índios da Avenida Paulista. Anchieta e Nóbrega viveram aventuras muito doidas e cheias de aventuras na Guerra da Confederação dos Tamoios, a guerra civil indígena.

O Padre Anchieta atualmente é um quase santo, e é padroeiro dos construtores de estradas. Está enterrado na capela do Colégio de São Paulo. Dado a ignorância média do brasileiro, infelizmente ele perdeu a posição para Frei Galvão como santo brasileiro já que os fiéis não rezam para estradas.