Abrir menu principal

Desciclopédia β

Palene

Palene, que só seria achada através desse quadradinho da foto.

Palene é uma das luas do grupo dos Alucinóides, ou algo parecido. Palene não é difícil de ser confundida com um pedregulho ambulante, uma estrela ou simplesmente nada, pois nunca tiraram uma foto mais próxima de Palene. A única coisa interessante que existe em Palene está fora de Palene.

DescobertaEditar

 
O gif mais legal (e único) que saiu da missão Cassini, dando evidência ao grupo dos Alucinóides.

Palene foi descoberta pela Cassini, um satélite que teve a missão de simplesmente chegar em Saturno tirar fotos de coisas que eles já sabiam e descobrir coisas que eles não exatamente queriam (apesar de que nem se sabe mesmo o que eles queriam levando mais um satélite para tirar fotos no local) só descobriram novas "Luas".

Mas digamos que não eram luas e provavelmente sequer um analfabeto que mora no Maranhão iria identificar aquele negócio como uma Lua. Geralmente quando as fotos são tiradas mais de perto saem só fotos de pedregulhos diformes que serão confundidos com meteoros ou alguma coisa rochosa ambulante pelo espaço.

É a descrição de Palene, que foi um dos objetos descobertos pela Cassini, o satélite que mais descobriu pedras de cascalho no espaço de todos os tempos.

SatéliteEditar

Novamente, não há o que explicar sobre esse satélite pois nunca resolveram gastar tempo e dinheiro para mandar uma nave ir ver o que já sabiam praticamente falando que seria que Palene não tem formato redondo, não tem sequer núcleo e não é interessante. Mas se você bota fé em Palene devia levar um tiro.

Afinal, só seguir esse raciocínio: sabe quanto tempo leva para um satélite chegar em Saturno? E o dinheiro que é gasto, nem você com esse seu salário de Pedreiro iria conseguir pagar um satélite meia-boca. E pior aposto que teria que trabalhar 500 anos para conseguir o dinheiro para fazer o satélite.

Enfim, sem superfície, atmosfera, núcleo, formato, vida ou graça.

NomenclaturaEditar

Palene é filha de um gigante de 100 braços e uns tantos olhos além de várias coisas em excesso. Palene e as outras filhas do gigante não saíram exatamente como ele queria e todas saíram pequenas, isso só pode ser a explicação dos satélites do grupo dos Alcionides terem aquele tamanho diminuto e sequer ter atmosfera.