Abrir menu principal

Desciclopédia β

Papo

Papo é conversar, trocar ideia, dialogar, bater a real, tagarelar... Apesar de que, qualquer idiota sabe o que é isso, apenas para auxiliar na sua faxina cerebral podemos papear mais sobre papo, que também pode ser usado para denominar a parte do corpo que, caso tu se encha de banha, acaba por virar uma papada(que não é a comida da tua namorada, não por você, claro)... e também a moela das aves que, ao contrário das vacas e outros ruminantes, adoram mastigar.

Papo de galinhaEditar

 
Nítido sinal de que o papo está agradando.

Galinha por perto sempre é bom, então falemos sobre esse papo, onde se abriga tudo que é porcaria que as aves mandam pra dentro, literalmente e, nem se sabe por que abocanham tanto, se não têm paladar e nem gostam de mastigar... não gostam ou simplesmente foi o que a natureza deixou à elas. Esse papo, talvez é que tenha dado origem ao termo popular para uma conversinha mesmo, porque quando as aves emitem sons, agradáveis ou então, estranhos pra caralho, o tal papo de muitas delas, vibra... nem vou pesquisar isso agora, mas talvez as cordas vocais da aves esteja ligada ao papo...

...mas se está ligado ao papo, como o papo é usado como substituto dos dentes que cortam, trituram, etc..? Não me pergunte, mas eu posso te dizer que sim, muitos deles vibram ao cantar, pode ser que isso ocorra apenas por causa da proximidade com as cordas vocais das aves que, diga-se algumas delas, você nem consegue entender como podem sair ruídos tão estranhos e estridentes. O papo simplesmente vibra com esses sons, não que o papo goste, mas se agita bastante, mesmo quando a ave não está com aqueles ataques de pelanca.

O papo maior, nesse sentido, que se catalogou, é o dos pelicanos, que mesmo que nem tagarelem, nem troquem muita ideia com ninguém, possuem um papo que é maior do que todo o restante desse pássaro infeliz... ou feliz, como podemos saber, sendo que ao menos ele consegue voar muito bem com aquele escroto pendurado debaixo do bico, então pode ser que nem ligue pra isso e talvez até goste, não se sabe, talvez eles tenham mais imaginação do que a gente pensa, pra usar aquilo.

PapinhoEditar

Papinho não é o contrário dos pelicanos, um papo pequenininho, mas sim, aquele papinho que pode ser a troca de ideias. A expressão papinho pode significar boa coisa ou não, lembrando que é nos seus ouvidos que essa poluição sonora irá entrar, então fique esperto. Voltando ao papo das aves, se a palavra pra definir conversa, se originou daí, então a primeira possibilidade deve ser real e, as galinhas e os galos, devem ser os principais suspeitos, uma vez que são os mais próximos aos humanos e também, usam o papo o tempo todo com aqueles ruídos que deixam sabiás com vergonha alheia, mas os galináceos não dão uma foda pra isso e continuam o papo.

Os humanos sabem que, por mais sério que o papo seja, ainda assim eles não são muito diferentes de galinhas cacarejando e, mesmo no terreiro as galinhas podem falar de coisas sérias, então, porque não chamar as conversas de bate-papos... E claro, lembrando da expressão bate-papo, apenas carimba-se que a expressão é de quando aves fazem barulho agitando os papos... e daí? Oras camarada, por mais inútil que pareça, conhecimento, sempre é conhecimento, então, se achou graça nenhuma nesse papo, vá bater punheta um papo com uma guria, que você pode ter a impressão que recuperou o tempo perdido... ou não.

Ver também, se quiserEditar