Abrir menu principal

Desciclopédia β

Patagônia

Argentina.jpg ¡¡NO DJORES POR MI, DESCICLOPÉDIA!!

La hinchada del Boca Xuniors há assegurado que esto artículo és un lerrítimo arrentino porteño, y por eso, és lo más merrór de la Desciclopédia, así como Maradona és merrór que Pelé.

Hill Top Winter.gif Este artigo é GELAAAAAADO!

Mamutes vigiam o artigo, então vá pra casa, coloque um casaco e beba um chocolate-quente. Cuidado com o Yeti e não lute contra Camus de Aquário!

Cquote1.png Você quis dizer: Terra dos Patos Cquote2.png
Google sobre Patagônia
Cquote1.png Frioooooooooooooooooooooo Cquote2.png
Você sobre Patagônia
Cquote1.png Região no sul da América do Sul que todo mundo pensa que tem muitos patos, só por causa do seu nome. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Patagônia
Cquote1.png Cuack, cuack, cuack! Cquote2.png
Habitante nativo sobre Patagônia

Vastíssima e belíssima vegetação patagônica.

A Patagônia é uma região no sul do continente americano. Dois são os principais motivos para que você nunca viaje até lá: é muito frio e pertence quase totalmente à Argentina. O senso comum diz que lá se encontra muito pato, o que não é verdade, pois os pinguins que lá vivem são muito ciumentos e não aceitam concorrência.

Origem do nomeEditar

Não, não tem nada a ver com pato. Não insista! A história é a seguinte: Fernão de Magalhães, um navegador português, foi o primeiro a se aventurar na Terra do Fogo, no extremo da América. E, nessa empreitada, ele chegou em terras hoje patagônicas. Lá verificou que os nativos tinham os pés muito grandes, com enormes bichos-de-pé. Por isso, os chamou de patagones, que, em espanhol arcaico, quer dizer "homens de pés grandes". Eles usavam uns gorrinhos ridículos de couro de guanaco, mas para isso ele não deu nome, apenas umas boas risadas.

Características geográficasEditar

 
Viadinhos Guanacos patagônicos.

Os poucos corajosos que se arriscam naquelas terras dizem que ela é formada por vastos campos, além de um trecho ocupado pelos Andes, na fronteira entre Chile e Argentina, onde consegue ser ainda mais frio. O trecho chileno é muito bonito, mas o ciúme argentino impede de que essa parte seja mais conhecida. Em toda a zona, os ventos são bastante significativos, no sentido de que acentuam o terror frio. Há muitos lagos e rios, mas como tudo congela, dificilmente podem ser identificados como tal, apenas como uma imensa massa branca.

Predominam as florestas de coníferas, que podem ser utilizadas como árvores de Natal. Há também vastos campos, onde podem ser encontrados os guanacos, uma variação de lhama mais kawaii, menos peluda. Também são marcantes os grandes mamíferos, como o leão mamífero, e as aves, como o pinguim. Isso mesmo, há pinguins na Argentina, e nunca houve nenhum no Polo Norte, como você, um inteligente leitor, pensava. Devem existir outras espécies animais, mas os pesquisadores não tiveram muita coragem de ir lá averiguar.

Ver tambémEditar

Conchetumare! Este artigo é chileno!

Ele bebe vinho, privatizou suas empresas, tem o maior IDH da América Latina, e deve estar a sofrer um terremoto.