Abrir menu principal

Desciclopédia β

Pedra Mole

Pedra Mole é a menor das menores cidades do mundo. Tem pouquíssima gente, todos são pobres, e querem ir para Itabaiana ou Aracaju, ver se conseguem ficar ricões pra caralho.

Índice

HistóriaEditar

 
Cidade grande, não?

Ninguém sabe como ou quando uma favela surge, ninguém avisa e os analfabetos não se importam em registrar os acontecimentos. Provavelmente em alguma época alguém foi parar no meio do sertão do Sergipe, construíram umas casas bem mal feitas, umas ruas piores ainda, esqueceram de qualquer necessidade de infra-estrutura, e algum dia em 1963 alguém decidiu que aquela porcaria era um município e todo mundo dos arredores aceitou.

QUEM FEZ ESSE TEXTO ACIMA É UM TROUXA.

ClimaEditar

Em Pedra Mole, de manhã é quente e de noite é frio. Não há estudos mais meticulosos.

EconomiaEditar

Cidade pequena, pobre, sem estrutura e sem nada. A economia baseia-se no grande número de bares que em Pedra Mole é bastante elevado (666% do PIB).

TransportesEditar

Em Pedra Mole não existe trânsito nenhum, normalmente os moradores escutam arrocha enquanto bebem umas no bar e não precisam de carro e nem moto para isso.

ComunicaçõesEditar

A única antena parabólica que os pedramolenses usam é a Century. As únicas rádios para escutar em Pedra Mole são a Apercida FM (Lagarto) e a Tropical FM (Simão Dias), porque como Pedra Mole é longe pra caralho de Aracaju, não pega nenhuma rádio de lá.

CulturaEditar

Todos em Pedra Mole escutam e conhecem como "música" apenas o arrocha, e como toda cidade sergipana é a capital de alguma coisa, os pedramolenses sonham um dia serem chamados de Capital do Arrocha, por causa dessa mania estúpida de seus cidadãos.