Abrir menu principal

Desciclopédia β

Pejuçara

Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg

Pejuçara é um shopping gigante que fica no Rio Grande do Sul. O shoppintg é tão grande que consideraram aquele lugar como uma cidade. O que fez o shopping parecer ser tão grande foi a favela que se instalou nos arredores. O número de pessoas que pediam esmola para os ricaços que passavam com seus carrões haviam aumentado o suficiente para ser considerado uma legião de zumbis que se alimentam do dinheiro das pessoas.

Enfim, os mendigos conseguiram dinheiro suficiente para serem chamados de classe média e o shopping não existe mais, a região foi tomada por caipiras burros chamados de "Pejuçaraenses".

HistóriaEditar

 
Pejuçara e sua avenida deserta. Note a favela classe A no fundo...
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Pejuçara.

Durante a época dos anos dourados, os shoppings precisavam passar por uma fase de testes. O sul do Brasil era o lugar perfeito para fazer esses testes. Se o nordeste, centro-oeste e sudeste eram os celeiros do Brasil, o Sul era a caixinha de areia.

O shopping foi construído e a região sul foi agraciada com uma experiência que não resultasse em explosão ou destruição da biodiversidade da serra. O shopping atraiu a atenção das pessoas e assim os donos começaram a ficar cada vez mais ricos. Os shoppings funcionavam! Finalmente deram o nome daquele lugar de Pejuçara Chópingui.

  HAHAH! Que ridículo!  
Você sobre a grafia da época
  Essa era a grafia correta, não ria!  
Eu sobre o título do shopping

Enfim, algo deu de errado então...

PolíticaEditar

Quando os primeiros metanóis e mendigos se instalaram nas redondezas procurando sugar dinheiro dos ricos, surgia então o que chamamos de vagabundo. Os vagabundos acabaram aumentando tanto que o Shopping faliu pois ninguém queria ir mais para lá e os mendigos tomaram conta da cidade, sendo mais tarde chamados de caipiras.

Os habitantes se dividiram em dois partidos políticos: o dos caipiras e dos mendigos. Cada qual tinha como sigla PC e PM. Ironicamente, isso chamou a atenção das pessoas e as siglas adquiriram duplo sentido.

AtualmenteEditar

A cidade está largada no mundo e poucos ou então ninguém suspeita de sua existência. Isso talvez seja tudo inventado por um mentiroso que está digitando alguma merda no teclado e você está acreditando.

Se você mora na cidade, entre nesse site [1] e mostre que a cidade existe, o que é pouco provável.