Abrir menu principal

Desciclopédia β

Penápolis

Cquote1.png Você quis dizer: Sabrina Sato? Cquote2.png
Google sobre Penápolis
Cquote1.png Você quis dizer: Cidade Natal da Sabrina Sato? Cquote2.png
Google sobre Penápolis
Cquote1.png É Verrrdadi Cquote2.png
Sabrina Sato sobre Penápolis
Cquote1.png É praticamente humor privado sobre a Sabrina Sato Cquote2.png
Desciclopédia sobre Penápolis

Município de Penápolis
"Cidade da Sabrina Sato, a Princesa da Noroeste"
Bandeira penapolis.jpg Brasaopenapolis.jpg
Aniversário 25 de outubro
Fundação 25 de outubro de 1908
Gentílico penapolense ou morador da cidade da Sabrina Sato
Lema cidade natal da Sabrina Sato.
Prefeito(a) João Luís dos Santos Rahal Sato
Localização
Localização de Penápolis
Estado São Paulo
Mesorregião Mesorregião de Araçatuba
Microrregião Microrregião de Birigüi
Região metropolitana Sabrina Sato
Municípios limítrofes Alto Alegre, Braúna, Glicério, Avanhandava, Barbosa e Zacarias.
Distância até a capital 490 km
Características geográficas
Área 708,500 km²
População Sabrina Sato e mais alguns hab. est. IBGE/2009
Idioma Não disponível
Densidade 83,3 hab./km²
Altitude 416 metros
Clima determinado pelas roupas da Sabrina Sato Cwa
Fuso horário UTC -3
Indicadores
IDH 0.81 Q.I da Sabrina Sato
PIB R$ 723.087 mil Salário da Sabrina Sato
PIB per capita R$ 12.337,00 Família da Sabrina Sato



Penápolis é um município da República Paulista de São Marcola (ver: PCC), fundado pelos líderes do MST Manuel Bento da Cruz e Eduardo de Castilho, que doou parte das terras aos frades capuchinho para que estes pudessem catequizar as crianças da tribo de indios caingangues. E sobretudo, Penápolis é a cidade natal de Sabrina Sato.

Índice

HistóriaEditar

Durante a guerra do Paraguai, Dom Pedro II determinou a construção da Vila Militar de Avanhandava, apelida de de Degredo, já que ficava degredada no meio do nada, exceto pela presença dos nem um pouco amistosos índios caingangues. A área ao seu redor foi grilada comprada pelos fazendeiros, que pretendiam formar um "patrimônio", construindo uma capela, uma praça e um campo de futebol, o que daria origem à povoação do lugar, formando uma vila.

Infelizmente, a ideia não prosperou porque as famílias de pioneiros foram cozidas no azeite pelos índios e só alguns anos depois, quando Bernardino de Campos, o avô do Maluf resolve construir uma ferrovia para garantir o desvio de verbas acesso aos "Campos de Avanhandava" fazendo com que os donos das terras e os capuchinhos criassem o Patrimônio de Santa Cruz do Avanhandava em 25 de outubro de 1908, que posteriormente viria a ser a cidade natal da Sabrina Sato e também conhecida pelos mais íntimos como Penápolis.

Reconhecimento Nacional como CidadeEditar

 
Noticiário de Penápolis

No distante ano de 2003, uma japonesa boazuda do Paraguai e corintiana participa do reality show Baita Bosta Brasil, citando a até então anônima Penápolis, projetando a pacata cidade para o Brasil inteiro. Desde então, Penápolis se tornou conhecida no Brasil inteiro e por toda a torcida do Corínthians também como a cidade natal de Sabrina Sato.

Sabrina Sato também ajudou a divulgar nacionalmente o dialeto local nhandava com o seu sotaque nandeavo-penapolense.

CulturaEditar

As principais referências culturais de Penápolis são o programa Pânico na TV e a escola de língua nhandaverrdádi da Sabrina Sato.

Economia de PenápolisEditar

Parte da economia de Penápolis é baseada nos proventos (salário, seu burro) de Sabrina Sato, e a outra parte é baseada nas empresas de Sabrina Sato e sua família.

TurismoEditar

O turismo em Penápolis e fortemente baseado nos curiosos que vêm conhecer a cidade da Sabrina Sato e em parte, pelos campineiros e paulistanos que vêm passar férias no Córrego dos Pintos.

Fatos sobre PenápolisEditar

  • Ava - Nhandava, o nome da região onde está localizada Penápolis significa " O índio que fala o dialeto Nhandeva", que é o dialeto falado por Sabrina Sato. É Verrrdadi!
  • A Vila de Avanhandava, que foi criada por Dom Pedro II e cujos moradores foram enxotados pelos índios caingangues está debaixo d'água, mas não é São Paulo, a culpa é da represa da usina hidrelétrica de Avanhandava.
  • Os indios caingangues que habitavam a região antes da chegada dos brancos eram os 'Coroados, levando esta alcunha porque suas mulheres os traíam com os Nhandevas, que significa "Ricardão" em tupi-guarani, botando belas coroas(chifres) em suas cabeças.
  • Pelo motivo acima, os caingangues coroados eram agressivos e violentos, atacando os colonizadores brancos que chegavam à região.
  • Penápolis era um ponto de referência gastronômica indígena, pelos seus pratos típicos como branco frito no azeite, branco amaciado na borduna, branco no espeto, etc.