Abrir menu principal

Desciclopédia β

Peri Mirim

Peri Mirim é uma cidadezinha chata pra cacete, perdida em algum lugar do Maranhão. Como não possui nada de interessante, Peri Mirim é uma das cidades maranhenses menos visitadas pelos turistas. Atualmente, Peri Mirim possui cerca de 13.000 habitantes semi-mortos, pois estão quase secos, por conta da falta de água que assola todo o Maranhão.

Índice

HistóriaEditar

 
O limpíssimo e cristalino córrego de Peri Mirim. Mais limpo, impossível!

Nos primórdios, Peri Mirim era apenas um grande banheiro público, que os índios usavam para dar aquela cagada relaxante.

Com a chegada dos colonizadores na região, essa história mudou drasticamente. Após terem matado todos os índios da região usando sus carabinas, os colonizadores ergueram alguns barraquinhos de palha e começaram a morar por lá mesmo.

Algum tempo após essa ocupação do território, Peri Mirim já tinha se desenvolvido de uma maneira interessante, e já era praticamente uma cidade. Como já possuía plantações variadas, bêbados andando pela pracinha e playssons paquerando as cocotas, as únicas coisas que faltavas para Peri Mirim ser uma cidade propriamente dita eram os botecos e uma igrejinha no centro. Como isso não é muito difícil de construir, em pouco tempo, Peri Mirim ganhou essas construções, e já podia ser considerada uma cidadezinha roceira comum.

Atualmente, Peri Mirim continua sendo a mesma cidadezinha roceira chata e sem graça, que é habitada apenas por idosos com mais de 100 anos.

EconomiaEditar

 
O fabuloso time de futebol de Peri Mirim: Quase tão bom quanto o Íbis Sport Club.

A maior fonte de renda de Peri Mirim são os botecos, pois este conseguem atrair cachaceiros até mesmo das cidades vizinhas. A população de Peri Mirim também queria plantar mandioca, porém, não tem coragem de vender aquelas mandioconas compridos e grossas para os outros estados, e acabam usando para subsistência mesmo.

EducaçãoEditar

A educação em Peri Mirim é muito boa. Todos os jovens da cidade utilizam os muros dos vizinhos para treinar caligrafia, pichando um monte de palavras.

Os mais velhos, preocupado com a sua educação, frequentaram a escola algumas vezes, e, os mais inteligentes, conseguiram aprender coisas incríveis, como por exemplo, como escrever palavras monossilábicas.

SaúdeEditar

Existe um postinho de saúde em Peri Mirim, porém, ele vive cheio de gente. Se alguém sofrer um infarto, ele morre antes de conseguir atendimento.