Abrir menu principal

Desciclopédia β

Peter Criss

Michael Henry Mc Brain .jpg Peter Criss toca bateria

E é o ódio dos vizinhos!



Cquote1.png Bate forte o tambor, eu quero é tic tic tic tic taaa... Cquote2.png
Gabriel Pensador.gif MIAU, MIAU, MIAU, WARRY ME SAUL...

Este artigo tem gato dando o que falar. Se você tem alergia a gatos, não leia este artigo!

Os gatos que dançam são os que enlouqueceram!

Cquote1.png Você quis dizer: Cheiramento de gatinhos Cquote2.png
Google sobre Peter Criss
Cquote1.png Experimente também: Mulher Gato Cquote2.png
Sugestão do Google para Peter Criss
Cquote1.png Tocamos melhor que ele! Cquote2.png
Os Eric's sobre Peter Criss
Cquote1.png Peter...Peter... ACORDA, CARA!! Tamo no meio do show! Cquote2.png
Gene Simmons sobre Peter Criss
Cquote1.png Peter, acelera aí, meu! Cquote2.png
Paul Stanley sobre Peter Criss
Cquote1.png Que lindo esse indiozinho! Cquote2.png
Carla Perez sobre Peter Criss
Cquote1.png Ele é muito devagar! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Peter Criss
Cquote1.png Pede pra sair, pede pra sair! Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre Peter Criss
Cquote1.png Meu bróther! Cquote2.png
Ace Frehley sobre Peter Criss

Tá vendo aquele mais contente ao lado do linguarudo? Apresento-lhe Peter Criss!

Peter Criss é o ex-baterista da banda de rock Kiss, é conhecido mundialmente por sua obsessão por cheiramento de gatinhos fazendo com que seu rosto acabe parecendo om um deles.

Índice

Conhecendo Peter CrissEditar

Peter Criss foi criado pela avó, uma velha viúva que não tinha outra companhia a não ser uma quantidade absurda de gatos. Peter sofria abusos físicos da senhora e era obrigado a conviver com toda a gataiada da avó. Peter cresceu no meio dos felinos e aí virou o Homem-Gato (É a mesma coisa da história do Tarzan, só troque os gorilas pelos gatos.), Peter acabou obtendo várias habilidades, incluíndo cair em pé, fazer auto-boquete, e até mesmo tocar bateria. No meio de tantos bichanos, Peter acabou virando um deles e pegou as maquiagens e roupas da avó e se vestiu como o verdadeiro Homem-Gato.

KISSEditar

Peter ouve falar de uma banda que estava sendo formada procurando malucos instrumentistas que pensam que são super-heróis. Peter caiu pra dentro. Lá conheceu Gene Simmons e Paul Stanley que o convidaram para ajudá-los a arranjar um último membro para o grupo. Depois que Ace Frehley chega, a presepada começa. Primeiro: Tinha que ter um visual de super-herói Drag para ter acesso à banda, Peter não teve dúvidas e lançou o seu Homem-Gato.

O SucessoEditar

Peter conseguiu tudo o que queria a vida toda no Kiss: Carros, Dinheiro e muitas, Muuuitas mulheres. Peter, um dia, nesses bares da vida conheceu Maria Bethânia, os dois se apaixonaram e começaram a foder namorar. Peter acabou por lançar uma música chamada Beth, o que é uma abreviação de Bethânia, a música fala da época de amor que eles estavam vivendo.

A QuedaEditar

Peter acabou se entregando inteiramente à Beth, incluindo ter os mesmos hábitos da quenga. Peter acabou sendo levado por Beth à mais cheiramento de gatinhos (Como se ele não tivesse feito isso a vida toda.) e ele ficou viciado.

 
A famigerada avó de Peter Criss

Peter começou a ficar doidão no meio dos ensaios, e o que é pior, no meio dos shows. Ele começou a ter preguiça de tocar e no disco Unmasked ele não tocou nada. Quem tocou foi um carinha chamado Anton Fig. Gene e Paul acharam que isso não podia ficar acontecendo em cada show ou gravação, por isso eles tomaram uma atitude:   Pete, ou você toca ou você não toca!  
Gene e Paul sobre Peter
  Tá bom, eu toco!  
Peter sobre Gene e Paul
Peter respirou fundo, pegou as baquetas e ZZZzzzzzzZZZ...   ACORDA!!  
Gene e Paul sobre Peter
Eles não precisavam dizer mais nada, chutaram o pobre Peter da banda.

RehabEditar

Peter foi levado para um asilo onde poderia se recuperar da drogueira (seguido mais adiante por Ace Frehley). Lá Peter fez alguns discos solos que ninguém comprou e ficou lá naquela.

O RetornoEditar

Depois que Eric Carr (O baterista, muitíssimo mais fodão, que acabou substituíndo o Peter) morreu, O Kiss chamou um cara chamado Eric Singer que tocava bem, mas não tão bem quanto o Carr. Se era pra eles ficarem com qualquer merda de baterista, chamavam o merda do Peter de volta. Gene e Paul foram no asilo buscar Ace e Peter e chamaram os dois para retornar ao antigo KISS e às boas e velhas maquiagens. Quando Peter voltou, estava mais mole ainda para tocar, mas como Eric Singer estava de mal por eles o dispensarem, o Eric mandou o Gene e o Paul tomarem no terceiro olho. Não demorou nada e Peter e Ace acabaram com as forças para tocar de novo. Então, Gene e Paul acabarm por chamar um cara sem graça chamado Tommy Thayer e de volta o bonitão do Eric Singer para o Kiss; mas os dois teriam que usar a maquiagem do Ace e do Peter. Coitados. Hoje, Eric Singer é considerado o novo Homem-Gato e vive de projetos pessoais como E.S.P que ninguem se interessa.

CuriosidadesEditar

 
Tua mãe desencoraja seções de curiosidades, mas nós não ligamos a mínima! Sob as políticas da Desciclopédia
Mas bem que esta seção pode ser aproveitada integrando-se piadas decentes às seções mais adequadas.
Cada curiosidade pode render uns bons parágrafos, então faça direito!
  • Peter, como foi criado pelos gatos, não costuma tomar banho.
  • Beth trocou Peter por alguma fêmea, já que joga no outro time.
  • A última coisa que Beth disse ao Peter foi:Não me toque em mim!
  • O álbum solo do Kiss do Peter Criss foi o menos vendido dos quatro.
  • Peter Criss é o impostor do álbum Unmasked.
  • Ninguém conhece esse Anton Fig
  • Se Eric Carr não tivesse morrido, Peter nuuuuuuuunca teria voltado ao Kiss; nem Eric Singer teria chegado.
  • Pandora do Guitar Hero é uma espécie de versão feminina do Peter (Só no primeiro jogo!); no Guitar Hero II ela é a do Paul e do Eric Carr.

Ver tambémEditar