Abrir menu principal

Desciclopédia β

Barraderolagemalema.jpg Este artigo é algo que o Chris Rock aprovaria, se tivesse passado no PSIT...

Este é um artigo que pode te levar para o Lado Amarelo da Força. Se estiver perto de algum evento decisivo, não o leia, pois pode causar um FAIL épico.


Cquote1.png The Suns don't shine in San Antonio! Cquote2.png
Torcedor do Spurs sobre Phoenix Suns

Cquote1.png Patos Cquote2.png
Dirk Nowitzki sobre Phoenix Suns

Cquote1.png Patos Cquote2.png
Tim Duncan sobre Phoenix Suns

Cquote1.png É muito facil pegar as bolas do Nash e encestar Cquote2.png
Amare Stoudemire sobre Manias Sadomasoquistas passes de Steve Nash

Cquote1.png Eu fico tão feliz quando pegam minhas bolas e fazem algo útil com elas Cquote2.png
Steve Nash sobre Masturbação seus passes

Repare na rosca bola queimada

Phoenix Suns é um time de basquetebol do Arizona, nos staites. Jogando no meio do deserto, o time ficou conhecido na história por ter bons ataques e péssimas defesas. Além do que o armador é sempre o melhor jogador do time, que sempre perde nas Finais de Conferência pro San Antonio Spurs (quando não é pro Dallas Mavericks)

Índice

HistóriaEditar

Primeiros Ânus AnosEditar

O Suns foi fundado em 1968. Ele tem esse nome porque o calor do Arizona é tão forte e escaldante que você tem a sensação que tem mais de um sol no céu. Os primeiros anos foram difíceis, e apesar de alguns flashes de decência nos anos 70 graças a trips de LSD por parte dos jogadores, nada de especial

Década de 80Editar

Nos anos 80 foram um time mediano que não fedia nem cheirava, e deveriam, pois assim ficaram mais empacados que burro em estrada esburacada. No fim da década chegou o armador Kevin Johnson, o melhor do time (naturalmente, os melhores jogadores do time sempre foram armadores, exceto um cara que eu vou falar mais adiante). Aquele time com Kevin, Tom Chambers e Dan Majerle era fodástico, mas não era bom o bastante pra chegar numa final.

Era Charles BarkleyEditar

Em 1992 veio numa troca com o 76ers Charles Barkley, aquele gordinho que aparece no Space Jam. Ele foi a cereja do bolo que incluiu também Danny Ainge, um lutador desempregado que aceitou jogar basquete pra pagar as dívidas. No ano seguinte o Suns foi as finais mas perdeu pro Chicago Jordans de Michael Jordan. Ainda assim o time ficou tentando mas sempre batia na trave. Até que em 96 Barkley cansou de tentar e foi pro Houston Rockets fazer panela com Hakeem Olajuwon. Nas temporadas seguintes o time ficou contratando tudo que era armador bom (Jason Kidd, Stephon Marbury, Tim Hardaway) na esperança de arranjar algo, mas a única coisa realmente importante que o time conseguiu foi eliminar o Spurs nos playoffs de 2002, fora isso mais nada.

Era Steve NashEditar

 
Título de Mais Viadinho Possível

A era Steve Nash (mais um armador!) começou em 2004 e ficou marcada pela forte ofensiva comandada pelo técnico bigodudo Marco Antônio, que botava todo mundo pra correr e ficar girando ao redor do garrafão enquanto Nash se infiltrava e dava seus passes mágicos. Com Nash, "A maré ta alta" Stoudemire, Shawn "Matrix" Marion, Joe Johnson e o brasuca Leandrinho "Black Papa-léguas" Barbosa o time foi campeão de pontos por muitos anos, e Nash ganhou dois MVPs seguidos. Infelizmente Nash era péssimo na defesa e sempre tomava sova de algum armador melhor que ele como Tony Parker, acabando por deixar o Suns um freguês do San Antonio Spurs.

Em 2006 Johnson foi trocado pelo defensor-arremessador-flopper Raja Bell e Boris Diaw subiu de produção, fazendo com que o Suns ficasse mais foda do que já era. Foi o ano em que Nash ganhou seu segundo MVP e parecia que o Suns iria finalmente ser campeão após passar por Lakers (com direito a treta entre Bell e Kobe) e Clippers, mas aí pararam nas Finais de Conferência novamente só que dessa vez pro Mavericks.

No ano seguinte Antonio criou a regra dos sete segundos, onde se o time ficasse com mais de sete segundos com a bola nas mãos seria multado, e assim o time que já jogava rápido ficou na velocidade da luz, e apesar de levar 150 pontos todo jogo fazia outros 200 pra compensar. Mesmo com várias sequências de vitórias e mais uma vez sendo o melhor ataque da liga, Nash perdeu o MVP pro seu ex-companheiro de cama time, o alemão do BBB Dirk Nowitzki. E mais uma vez, (agora sendo a milésima, eu acho), o Suns cai nas finais de conferencia pro Spurs, com direito a Robert Horry tentando matar Nash no Jogo 4.

Em 2008 trocaram Shawn Marion e trouxeram Shaquille O'Neal, o primeiro pivô bom de verdade na história do clube. Mas aí após outra temporada regular fantástica o Suns esbarra com o Spurs nos playoffs, dessa vez na primeira fase! E tome hack-a-Shaq por parte de Gregg Popozudo Poppovich e seus lacaios, eliminando o time em 5 jogos.

Os anos seguintes foram duros sem Marco Antonio, mas em 2010 atuações boas de Leandrinho e do recém-contratado Jason Richardson (o que comeu a mulher do Nash junto com o brasileiro num surubão) fizeram o time voltar as Finais de Conferência pra perder pra quem?

  Já sei, o Spurs  
Você adivinhando o desfecho da história

  Haaaaa!!

Pegadinha do Mallandro!!

Produção! Produção!

Dessa vez foi pro Lakers, que eventualmente seriam os campeões da NBA. Em 2010 Amare pula fora pro Knicks e sem ele o time nem aos playoffs vai mais. Em 2012 Nash vai pro Lakers, encerrando toda uma era no time

AtualmenteEditar

Desde que Nash saiu o time nunca mais prestou pra nada e vem tankando sem dó na esperança de conseguir algo decente no draft. Em 2015 Goran "Dragão" (em homenagem a sua progenitora) Dragic quase levou o time aos offs, mas perdeu a vaga pros Pelicanos de Nova Orleans. Hoje as grandes esperanças do time são Devin Booker, Josh Jackson e a pick do próximo draft.

EstádioEditar

Construída no meio do deserto, a Talking Stick Resort Arena funciona além de estádio de basquete, é também palco de competições da WWE e também oásis para viajantes que se perdem a tanta areia. O problema é só eles acharem que é uma miragem, e passarem direto

MassacoteEditar

Depois de anos e anos sem mascote, o time resolveu botar um gorila porque só uma aberração mesmo é capaz de assistir aos jogos do time e não sangrar os olhos com a falta de defesa da equipe

Rivalidades do SunsEditar

  • Contra o Spurs: Porrada, muitos flops e embates nas finais de Conferência. Quase (quase?) sempre o Spurs vence
  • Contra o Mavs: Criada quando Nash abandonou Dallas para ir pro Arizona. Jogo de muito ataque e nenhuma defesa
  • Contra o Lakers: Novamente, bastante porrada. Detalhe para alguns game-winners e buzzer beaters malucos também.

TítulosEditar

  • Campeão da Conferência (1976, 1993)
  • Campeão da Divisão (1981, 1993, 1995, 2005, 2006, 2007)
v d e h