Abrir menu principal

Desciclopédia β

Pinky

Selena Gordinha.jpg Este artigo se trata de uma GORDELÍCIA!

Ela está "levemente" acima do peso, aquece mais no inverno e é mais potente no sexo.
Você nem liga que sua barriga esconda suas genitálias...

Clique aqui para conhecer mais deusas da gula.

Emblem-sound.svg.png Pinky
Sarah mirabelli pinky.jpg
Que bundão!
Nome Sarah Mirabelli
Origem Oakland Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Sexo link={{{3}}} Feminino
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Vibrador
Gênero Hip Hop
Influências Nicki Minaj
Nível de Habilidade Baixo, ruim, pobre...
Aparência Negra gostosa
Plásticas Silicone
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Sexo
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Kid Bengala

Cquote1.png Nossa, como a Nicki Minaj engordou! Cquote2.png
Qualquer um sobre Pinky

Sarah "Pinky" Mirabelli é uma atriz pornô, rapper e subcelebridade do mundo da beleza, futilidade, dorgas e putaria.

JuventudeEditar

 
Bela carroceria.

Pinky nasceu na periferia estadunidense e era só mais uma negra gostosa qualquer que tinha o sonho de ficar famosa, mas era pobre e não sabia por onde começar. Por ser baixinha e gordinha, a carreira de modelo já estava completamente descartada para ela.

Com a ajuda de seus amigos traficantes e parceiros sexuais nas horas vagas, Pinky rapidamente conseguiu sair da miséria, mas mesmo assim continuou sonhando com a fama. Viu a possibilidade de concretizar seus desejos em 2006, quando viu Nicki Minaj cantando na televisão, e decidiu que se tornaria uma versão mais gorda gostosa da cantora. Para tanto, pintou o cabelo de rosa, mudou de nome e passou a soltar sua horrorosa voz desafinada por aí achando que estava arrasando. Acabou conhecendo um cafetão que disse que ela até tinha chances de gravar um CD, mas teria que dar muito duro.

CarreiraEditar

Não é preciso ser nenhum gênio para entender o que o homem quis dizer com "dar duro", e assim Pinky fez.

Começou a transar com grandes empresários importantes do show business e até que acabou pegando gosto pela coisa, passando a registrar tudo com sua Tekpix para depois assistir em casa e bater uma siririca enquanto escrevia suas músicas.

 
Fedeu, hein!!??

Em 2009, sua maloca foi invadida por um tarado querendo estuprá-la, mas como era noite ele não conseguiu enxergá-la devido a sua cor escura e acabou levando sua Tekpix só para não sair de mãos abanando. Consequentemente, pouco tempo depois as filmagens sexuais caseiras de Pinky vazaram na internet, deixando-a desesperada e achando que não tinha mais chance alguma de ser uma cover bem sucedida da Nicki Minaj. Só que suas performances agradaram tanto aos punheteiros que ela gravou mais cenas e montou um site oficial só com suas pornografias pessoais, aproveitando para divulgar ali também seus singles e fazer propaganda do CD que ainda viria a ser lançado.

Em 2010 finalmente saiu o tal álbum, intitulado Fuck Me! Pay Me!, e como já era de se esperar, é composto por gritos, gemidos, sussurros e outros sons que ela emana durante o orgasmo, mas música em si não tem nenhuma. E olha que foi contratado até um DJ para ajudar na bagaça!

Atualmente, Pinky tem investido somente em seus trabalhos no cinema pornográfico, mas se ela morasse no Brasil com certeza ia conseguir fazer sucesso como funkeira.

Vida pessoalEditar

Para não se comprometer e correr o risco de diminuir as ofertas de emprego, Pinky não revela de jeito nenhum qual sua preferência sexual. Como se alguém fosse se importar...

Seu ponto forte é a bunda gigante e sua especialidade é o sexo oral.