Abrir menu principal

Desciclopédia β

Pinstripe Potoroo

(Redirecionado de Pisntripe Potoroo)
Mafiapre.jpg PORCA PUTTANA!!

Questo articolo è 100% made in Italia ed è sotto il controllo di Cosa Nostra! Perciò sta' bene attento a dove metti le tue manacce zozze o i nostri amici verranno a casa tua per spezzarti le gambine!


Cquote1.png Esse é dos meus. Cquote2.png
Don Vito Corleone sobre Pinstripe Potoroo

Pinstripe Potoroo é um personagem da série Crash Bandicoot que se trata de um bicho totalmente italiano, ou que pelo menos acha que nasceu em algum lugar da Itália, no interior da Europa. Pinstripe é um chefão mafioso que gosta muito de suas armas e está quase sempre sendo visto com sua escopeta, a Tommy Gun.

Índice

HistóriaEditar

 
Pinstripe mostrando falta de eficiência em seu trabalho.

Pinstripe nasceu em algum ano de 1900 e guaraná com rolha, onde sua mãe era prostituta e seu pai vagabundo, este só perdia dinheiro em botecos e com prostitutas, e a preferida era a mãe dele. Por isso, Pinstripe teve um infância traumática. Pinstripe foi acertado pelo Evolvo Ray de Neo Cortex e Brio e passou a criar uma máfia furry na Itália que podesse dominar lá. Aos 5 anos, Pinstripe já ganhou a sua primeira pistola de verdade, uma Glock 18, que passou a usar para dominar algumas cidades pacatas italianas e ganhar muito dinheiro baseado em pizzarias.

Com essa arma, Pinstripe assaltou lojas, bares, casas, navios, naves alienígenas, aviões, cidades, etc. Aos 20 anos, ele saiu da Itália e foi pro Rio de Janeiro. Onde conheceu o seu grande amigo: Mario. Mario estava lá de férias e convidou ele à passar as férias em um hotel de merda luxo localizado na serra da banana. Mas lá não era um hotel, era o esconderijo secreto de Neo Cortex, e Pinstripe acabou se juntando a todos os seus capangas. Pinstripe não queria nada com Cortex, mas o doutor cabeça de martelo resolveu dar muito dinheiro para Pinstripe se tornar uma espécie de "capanga" dele, mas sem ser um capanga de verdade.

Pinstripe quase aceitou, até que Cortex resolve dar uma arma poderosa de munição infinita, a sua "Tommy Gun" que ele usa até hoje e foi aí que ele e sua gangue se juntaram a Cortex com a missão de parar Crash Bandicoot. Pinstripe passou anos morando em um bordel perto das usinas nucleares de Neo Cortex até que sua casa é invadida pelo marsupial laranja, que consegue desviar de todos os tiros de Pinstripe e enfim dar uma surra nele.

Crash 2: Cortex Strikes BackEditar

 
PeniStripe Potoroo, o gangster.

Pinstripe acabou desmaiando no chão de levar tantos golpes de Crash e teve a ideia de sair daquele local todo fedorento e abrir uma empresa de limpeza na cidade de São Paulo para tentar limpar o Rio Tietê, porém um de seus puxa-sacos e estagiários errou a direção do mapa e acabou parando na cidade de Chicago, que já era bastante limpa na época e Pinstripe não teve o que fazer naquela selva de pedra a não ser atirar em vários cidadãos inocentes.

Logo cansado de usar sua Tommy Gun de munição infinita, Pinstripe resolveu assaltar algumas pizzarias americanas, porém como todo italiano, ficou furioso a ver a pizza de abacaxi e saiu mandando todo mundo pro colo do capeta naquele lugar. Logo, Pinstripe acabou bolando o plano mais inteligente do que todos os vilões do Crash juntos, em vez de fazer um plano vingativo que iria dar em exatamente nada contra o Crash, Pinstripe acabou desistindo de perseguir Crash Bandicoot e foi atrás de Tawna, onde Pinstripe mostrou todo seu dinheiro ilícito para ela e Tawna logo ficou a fim de trocar Crash pelo próprio Pinstripe.

Crash Team Racing/Nitro-FueledEditar

Pelo fato do Pinstripe ser um broxa nas horas especiais e apreciar mais sua escopeta do que a própria Tawna, os dois acabaram se separando e para se exibir com seu dinheiro roubado, Pinstripe foi participar da Academia da Ferrari para participar em corridas de Fórmula 1, mas não foi aceito para participar lá por não existir cotas para espécies furries, além dele ser chamado para derrotar o Nitros Oxide.

Pinstripe pelo seu treinamento na Itália, acabou sendo o melhor dos pilotos em Wumpa Island e foi convidado para participar na final, mas perdeu para um dos 8 pilotos principais e ficou tão puto que começou a colocar a culpa em tudo, dando mais de 8000 desculpas esfarrapadas pela sua derrota. Pinstripe se mudou novamente para os Estados Unidos e passou a vender carros italianos com ajuda de sua máfia, onde apontava sua arma várias e várias vezes, já que ele odiava ver clientes que ficavam só dando olhadas.

Já em Nitro Fueled é a mesma coisa, onde Pinstripe é um dos personagens menos adorados da série, e possui apenas uma skin especial, uma de mafioso...e só.

Crash TwinsanityEditar

Depois de perder até na corrida, onde Pinstripe dizia que era o melhor de todos da série, por prêmio de consolação, ele foi convidado para a festa de Crash Bandicoot feita pelo Neo Cortex, onde foi mais uma oportunidade do Pinstripe se aproveitar para ganhar mais dinheiro e conseguiu, já que o Cortex era feito de trouxa antes mesmo da Saga Titans. Pinstripe também queria dinheiro para aparecer mais tempo neste jogo, porém negaram sua proposta e ficou só nisso, onde Pinstripe é um dos personagens mais inúteis neste jogo.

Ver tambémEditar