Playcenter

 

Playcenter faliu!
Cows1.jpg Nem tua mãe quita suas dívidas!

Veja outros que ficaram no vermelho.

Cquote1.svg Você quis dizer: XanaBanana Cquote2.svg
Google sobre Playcenter
Cquote1.svg Muito louca essa montanha russa que volta de ré do Plaaaaaaaaaay! Cquote2.svg
Turista sobre Playcenter
Cquote1.svg AI A MONGA, AI A INDIANA, AI O CASTELO DOS HORRORES Cquote2.svg
Playmaniaco sobre Playcenter
Cquote1.svg Eu AmUuH Uh PlEeEiXeMtEr é mTu RaDiCaU e TeM ShOw DuH StRiKe FrExNuH e NxZeRuHHhraxeiiii Cquote2.svg
Emo sobre Playcenter
Cquote1.svg Iczto non ecziste! Cquote2.svg
Padre Quevedo sobre as Noites do Terror do Playcenter
Cquote1.svg SOCORRO, PRINCESA ISABEEEEEEEL! Cquote2.svg
Funcionário sobre seu trabalho no Playcenter
Cquote1.svg Uaaaaaaaaau! Cquote2.svg
Playmaníaco sobre a troca da lâmpada do banheiro do Playcenter
Cquote1.svg O Playcenter é bem melhor do que o Hopi Hoça! Cquote2.svg
Favelado que nunca saiu da cidade de São Paulo sobre a área do Velho Oeste do Hopi Hari

O PúblicoEditar

 
Nessa imagem vemos o projeto do novo Playcenter, de acordo com o presidente do parque Gilberto Kassab estava faltando Playgrounds na cidade de São Paulo e favelados crianças são mais fáceis de controlar do que favelados adultos, por isso a mudança de público alvo.


 
Nessa imagem vemos engenheiros do Playcenter desviando o encanamento de esgoto para a nova atração do parque: "Rio Tietê" inspirada no Rio Bravo do Hopi Hari.


Antigamente, o parque recebia um público seleto, do qual faziam parte muitos turistas estrangeiros e artistas famosos. Porém, com o passar dos anos, o Playcenter recebeu mais de 60000000 milhões de funkeiros (entre eles, MC Daleste). Eles trazem de casa muito frango assado com farofa, Crush e Tina Pet - se é que isso ainda existe. O Playcenter não é tão caro, por isso a comunidade o prefere. Se você gosta de filas, não perca sua excursão de escola para o Playcenter, pois você pegará no mínimo 3 horas de fila, debaixo do sol, só sentindo cheiro de CC dos visitantes de mais baixa renda. O público adora ficar na ponte do Waimea, um tipo de barco que desce jogando água na cara dos retardados que ficam parados lá, ou dos que aproveitam essa oportunidade para já tomar o banho semanal.

 
A nova Montanha Russa do Playcenter,uma das maiores do mundo de acordo com o parque !!!

Antigas AtraçõesEditar

  • Teleférico - Atração para a família, a qual cruzava o parque de ponta a ponta. Tinha 50 cadeiras das quais se tinha uma vista panorâmica do parque e de parte da cidade de São Paulo. O percurso demorava cerca de 5 minutos e 20 segundos de padecimento insuportável sentindo o cheirinho gostoso do rio Tietê. Foi desativado para a construção da atração "Waimea" com os ferros velhos que sobraram da sua estrutura, e por causa que ninguém aguentava cheirar o esgoto a céu aberto que passava por baixo.
  • Super Jet - A primeira montanha-russa do parque, inaugurada em 27 de Julho de 1973, foi o maior ícone do Playcenter durante décadas. Localizada na antiga entrada do parque, foi desativada em 1996 por motivos de renovações de atrações já que estava caindo aos pedaços.
  • Gigantona - Considerada a maior roda gigante da cidade, foi uma das grandes atrações do parque durante anos. De suas gôndolas (as quais comportavam até 4 pessoas) tinha-se uma vista incrível da cidade de São Paulo. Foi desativada e vendida para o Hopi Hari no final da década de 1990, onde opera hoje com o nome de Giranda Mundi(ela é bem velhona, por isso ela emite um barulho característico de parafusos se soltando).
  • Tornado - Montanha-russa parecida com a atual Windstorm (em operação), foi uma das pioneiras no parque. Inaugurada em 1982, fez muito sucesso entre os frequentadores do parque até 2001, quando foi fechada. Primeiramente, o Playcenter alegou que a atração estava fechada para reforma. No entanto, em 2004, foi desmontada e transferida a um depósito, antes de ser vendida ao Beto Carrrero World, um parque que tem dinheiro para manter alguma coisa.
  • Montanha Encantada - Antiga mini-montanha de pedra perfurada por uma pista aquática onde era realizado o percurso. Em seu interior estavam personagens divertidos (ou toscos?) de histórias famosas que apresentavam um mini-espetáculo com uma clássica música de fundo (Na montanha encantada é gostoso navegar, navegando você leva a vida a sorrir e a cantar!). Seu caminho terminava em uma pequena travessa cercada por dois lagos artificiais. Foi desativada em 2005 e seus bonecos foram vendidos ao Beto (adivinha quem?) e estão sendo utilizados para uma de suas atrações. Sua estrutura em processo de desativação se incendiou no dia 13 de agosto do mesmo ano, ( devido a incompetencia do parque) porém não destruiu nada da atração antiga que já havia sido levada ao parque de Beto Carrero.

Novíssimas atraçõesEditar

  • Boomerang - Montanha-russa fabricada pela gretchen, com um looping e um Cobra Roll, que consiste em dois meio-loops, e dois meio-parafusos posicionados paralelamente. Primeiramente, você é lançado de uma altura de 35,5m, e depois, percorre o circuito todo, primeiro de frente e então de costas. A velocidade desta montanha russa é de 75 km/h, um excelente brinquedo pra se quebrar o pescoço, e sair cantando o melô do piripimpim.
  • Cataclisma - dois pêndulos gigantescos balançam em sentidos horário e anti-horário, chegando a dar voltas de 360° graus, virando as pessoas completamente de cabeça para baixo, e você corre o risco de alguém vomitar na sua cara.
  • Double Shock - duas gôndolas que giram e balançam 360 º e em sentido horário e anti-horário, porém, sem virar as pessoas de cabeça para baixo. Várias crianças vomitam até os intestinos ao brincar neste brinquedo, por insistirem em comer feito porcos antes de frequentá-lo, e de tanto isso acontecer, o Playcenter surtou e abriu as travas com o brinquedo em movimento para tentar matar essas crianças.
  • Looping Star - Uma montanha-russa onde o trem atinge 77 km por hora, seguido de um looping com mais de 20 metros de altura. Projetada pelo alemão Adolf Hitler, é extremamente segura, especialmente para judeus, é a montanha-russa perfeita pra se quebrar o nariz.
  • Magic Motion - Simulador de morte movimento localizado dentro de um enorme globo de metal, em que as poltronas seguem os movimentos do filme dando mais realidade aos visitantes de forma a se sentirem fazendo parte da aventura. Projetado por Steven Spielberg, está sendo requisitado pela produtora do mesmo, devido à falta de pagamento.
  • Sky Coaster - simula as sensações de suicídio de salto de para-quedas com voo de asa-delta num salto de 60 metros de altura. É utilizada para o treinamento de exército paraguaio.
  • Turbo Drop - uma torre de 60 metros de estrutura de metal, onde quatro suportes de metal com 3 assentos cada, levam os visitantes ao topo em 17 segundos, ficando parado no alto durante 6 segundos e depois, caindo em apenas 2 segundos. A queda chega a ser 2 vezes maior do que a força da gravidade. É bastante bom para quem tem problema de hemorragia nasal.
  • Waimea - um percurso tranqüilo leva um barco de visitantes a uma certa altura, seguido de uma descida em alta velocidade que dá impressão de que estão morrendo ser em queda livre. Na descida, o barco se choca com a água, levantando uma Waimea (a maior onda do Havaí, que dá nome a atração). Atração que custou ao bolso do playcenter 5 milhões de reais, foi adquirida em 2003, mediante um ato secreto de um dos sócios, José Sarney.
  • O Mistério da Monga - Cuidado com a songa monga, uma gorila que adora escapar e voltar para a jaula para poder escapar novamente.


  Conheça também a versão oposta de Playcenter no Mundo do Contra: