Abrir menu principal

Desciclopédia β

Podre

MisturebaGeral.jpg Este artigo é relacionado à biologia.

Cuidado com o fruto da castanheira-do-pará!


Podre foi uma palavra que utilizaram para ofender as pessoas pobres, apenas virando uma letrinha, se acha que é mentira, você é um mané, com a capacidade analítica atrofiada. Em Português nem precisamos analisar muito, pois está claro.

Começo da putrefaçãoEditar

 
Algo que pareça podre, pode ser útil.

Quando algo começa a apodrecer, já apenas uma parte dela presta, e agora preste atenção: Alguém meio pobre, digamos de classe média, seria meio aproveitável, ou presta apenas pela metade. Quanto mais pobre, mais é considerado pútrido, fedido, desprezível e descartável. On de apenas vermes e mosquitos nojentos podem aproveitar alguma coisa. Podre seria apenas quando morre, essas condições que deixam aprazível apenas para os vermes, a não ser que se mumifique, mas nada disso: Se basta virar uma letrinha, mesmo em vida e perfeitas condições e mesmo que Pague suas contas e seja limpinho, sendo pobre (o que nunca foi o caso do músico citado), continua sendo fedido e repelente aos olhos de quem está por cima, na natinha, nem venha dizer que é útil à sociedade, pois não adianta.

Definido o que quer mesmo dizer podre, podemos entrar na parte de biologia. Eu sei lá, não sou muito bom nessa matéria, mas podemos dizer que as coisas em que não há sangue circulando, apodrece mesmo que esteja viva: Porra, uma frutinha, ou verdura, ou legume, são considerados vivos, mesmo fora da planta, àrvore, ou o que seja, ainda assim começam a apodrecer, mesmo que estejam em um caule, nem preciso vir um dito mosquito, nem precisa serem conhidos, nada disso... O que leva a crer que as coisas vivas em que sangue não circula duram menos e por isso ficam podrinhas mais rapidamente.

Se essas coisas que apodrecem rapidamente foram mantidas em baixas temperaturas a coisa muda um pouco, mas por exemplo, se sua mamã coloca um alimento na geladeira e você vai lá, com toda a sua ética da sugismundice e lambe a coisa deixando por lá mesmo, pra quem quiser experimentar sua saliva santa involuntariamente, se ninguém comer a coisa estraga mais depressa, por conta das bactérias dessa boca mau educada. Ou seja, bactérias tem tudo a ver com putrefação, mas nem sempre. Conclusão, nem tudo que fede está podre e vice-versa.

Por que nem sempreEditar

 
Mais uma forma de apodrecer vivo.
 
Podre, mas feliz.

Porque nem toda doença que dá em alguém que tenha o sangue circulando significa que a pessoa ou outro bicho qualquer esteja podre, mas existe sim uma pestilência de nome câncer onde as células apodrecem e morrem, mas não é o mesmo mecanismo da célula morta que sai naturalmente, pois são células apodrecendo mesmo. Claro, isso só pode ter sido invenção do capeta, porque não tem nenhuma lógica que alguém apodreça em vida, mesmo que pareça que você está podre quando destila esse bafo assassino, sovaco, etc, mas nesse caso é apenas e tão somente porquice (vá até o chiqueiro e peça desculpa aos porquinhos por mim).

Algumas pessoas dizem que a alma pode apodrecer, partindo do pressuposto de que toda alma é pura, mas a própria vidinha na Terra faz com que as virtudes naturais da alma sejam corrompidas e apodreçam. Eu não estou afirmando isso, é apenas um item, nem sei se concordo, isso de alma penada ou não é complicado. E já citei, alma penada, daí imagine, que se uma alma é podre e ainda for penada, pode ser mentira que a alma apodreça, já que pode ser vista penando... Eu nunca vi, mas não faz mal, essa bobagem é só pra deixar o artigo maiorzinho mesmo.