Pokémon Black and Blue (PETA)

Virtualgame.jpg Pokémon Black and Blue (PETA) é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Flandre Scarlet destrói mais um sol em Touhou 6

Cquote1.svg Black and Blue? Não tinham cores menos aleatórias para escolherem? Cquote2.svg
Você sobre Pokémon Black and Blue
Pokémon Black and Blue é um jogo feito pela organização PETA que por acaso é uma paródia dos jogos da série Digimon só que com o tema de libertar os animais, não comer carne e essas viadagens de ONG aí. No mundo desses jogos, os Pokémon se tornaram tanto, mas tanto poderosos que agora eles conseguem falar com humanos e até lutar com eles, sim, você não entendeu errado, aqui nesse jogo, os Pokémon lutam contra os humanos e até conseguem derrotá-los, mas é claro, não para dominar o mundo e passar a Nova Poké-Ordem Mundial para os humanos, não, é ainda pior: transformar todo mundo em vegano à força; realmente, ser obrigado a comer mato é bem pior do que ser obedecido por uns bichinhos muito inferiores aos humanos.

Pokémon Preto & Azul
Pkmnb&b.png

Temos que libertar!

Informações
Desenvolvedor Isso É Uma Bosta
Publicador Chupeta
Ano 2012
Gênero Mimimi
Plataformas PC
Avaliação 100% Vegano
Idade para jogar Livre

JogabilidadeEditar

 
Quem diria que a Mula de Pallet viraria um cafetão e ainda por cima trairia seu melhor amigo?

O jogo se trata de um point-and-click, então, é só clicar, clicar e clicar que o jogo faz tudo pra você, e o jogo é tão bem-trabalhado que você até anda automaticamente, sem precisar fazer a tarefa dificílima que é apertar ou as setas ou WASD para mover seu personagem. De resto, é a mesma coisa que os jogos de Pokémon, só que todos os ataques foram estragados "modificados" com temas veganos e tal. Além disso, você ganha mais Pokémon com o tempo, que pra variar, são os únicos que tem nessa bagaça aí e com um design que deixam eles todos arregaçados, com curativo e mais um monte de coisa pra "arruinar a infância" dessas pessoas que conseguem ser atingidas emocionalmente facilmente (Até rimou!).

HistóriaEditar

Numa realidade alternativa onde a Wikipédia é melhor que a Desciclopédia, os Pokémon são literalmente como os animais, ou seja, as pessoas de lá tomam leite de Miltank, comem Magikarp e mais um monte de coisas absurdas, mas é claro, os Pokémon dão uma de adolescentes rebeldes e começam a tacar o puteiro pela cidade fazendo todo mundo virar vegano. Eles começam a ganhar de todo mundo até que chega um ponto em que todo mundo aceita ser vegano e param de comer os Pokémon (Essa frase ficou meio esquisita...), e fim. Ainda bem que isso aconteceu na vida real, a não ser que você seja uma pessoa do futuro que está lendo esse artigo e que isso realmente aconteceu na vida real.

PersonagensEditar

 
  Finalmente, um jogo que me entende...  
N sobre Pokémon Black and Blue

PokémonEditar

  • Pikachu - Como esse é o único Pokémon que todo mundo conhece (Ou não), a PETA resolveu colocá-lo no jogo como protagonista dele.
  • Tepig - Querendo impedir de virar bacon, ele se juntou ao Pikachu para poder parar com essa porra de comer Pokémon.
  • Snivy - Irritado por suas folhas sempre serem usadas para coisas suspeitas, ele se juntou ao Pikachu também.
  • Oshawott - E como todo santo Pokémon desse jogo, também se juntou por algum motivo estúpido.

HumanosEditar

  • Cheren - Aquele líder de ginásio de Unova que se parece com uma mulher, mas é homem. É o primeiro inimigo do jogo que quer dar uma paulada no Pikachu.
  • Professora Juniper - Enlouqueceu e agora quer enfiar esteróides anabolizantes em todos os Pokémon do mundo.
  • Ghetsis - O personagem emo da parada.
  • Ash Ketchum da Cidade de Pallet - Como a vida de Treinador Pokémon não estava boa, ele resolveu virar cafetão e começou a maltratar os Pokémon, além de ser o chefe final do jogo que é mais fácil que roubar doce de criança (Exceto se a criança for gorda pra caralho, porque ela vai lutar para ter seu doce de volta).

Ver tambémEditar


v d e h