Abrir menu principal

Desciclopédia β

Política do Brasil

Se o que o Brasil tem pode ser chamado de política, podemos dizer que os políticos brasileiros só podem ser mortos com estacas, alguns com alho, mas todos são resistentes ao odor de gases (puns, peidos) desde que este mesmo não venha acompanhado de tinta marrom. Podemos acreditar que eles são orcs de Sauron sob disfarce, apesar que alguns dizem que eles são Drácula e seus vampirozinhos em aposentadoria em um país tropical. Seus inimigos naturais são homens velhos (idiotas) e homens que são manipulados por suas esposas (ou seja: Roberto Jefferson), quem sabe este não tem um espírito de Frodo dentro de si?!

O governo brasileiro é um governo corrupto, tendo uma má administração e que sempre rola uma festinha com strippers e putas dentro de sua sede. Entretando, acredita-se que ele seja um pizzaria pois lá tudo acaba em pizza (São pizzas de calabresa ou peito de frango, com muito molho de tomate e algumas azeitonas, todas são servidas em porções de 3, a exceção é a de Clodovil que prefere de 4). Os cães estão tentando fazer do Brasil um local melhor para se viver, porém esta é uma tarefa muito difícil, pois os mesmos não tem alguns dedos. O povo brasileiro também não ajuda muito, todos são muito burros e sem atitude, com certeza tem o governo que merece.

Partidos políticosEditar

  • Partido dos Trambiqueiros - É o partido que mais governou o país. Possui como símbolo uma estrela vermelha de cinco pontas marcada com a sigla PT em branco (o círculo branco em volta da estrela foi removido para evitar ligações com o satanismo, do qual o PT surgiu). Seu código eleitoral é o 13, que representa o azar que a nação teria no futuro. Seus filiados são chamados de petistas (aquele que faz uma peta), corruptos, ou petralhas. Teorias não confirmadas mostram que o significado original da sigla seria "Partido das Trevas". Evidências disto são o pentagrama que chamam de estrela e do número 13, geralmente associado à bruxaria e ao satanismo. Essa revelação surgiu quando dois membros tentaram se desligar do partido, porém, seus arquivos foram apagados posteriormente. Com a eleição de Luis Inácio Lula da Silva para ditador do Brasil em 2002, o PT finalmente chega ao poder depois de provar ser um partido competente, pois competia, competia e nunca ganhava nada. Com Presidente Lula Molusco eleito ele começou distribuir esmolas para vagabundos, putas, desempregados, viciado em droga, garota grávida ao 12 anos, vitimas de bala perdida e etc Para famílias carentes do nosso Brasil varonil, tornando-se um presidente popular, o PT também instaurou a propinocracia como novo modelo de forma de governo do Brasil.
  • Partido Socialista Disfarçado Brasileiro - Constituído por centro-ditadores que para não ficarem feios na Europa e ganharem PHD Honoris Causa da Sorbonne, se disseram "social-democratas", coisa para franceses verem. Era a última moda, então, na Champs Elysèes se dizer "socialista pero no mucho". O PSDB é um partido de centro-esquerda, eles preferem ficar em cima do muro ou fingirem que dão a mínima para os pobres. O PSDB vive uma crise de identidade em que tudo que inventou o PT diz que faz melhor. Por exemplo, o Plano Real, o PT diz que o FHC não teve mérito nenhum. Vejam o Mensalão, o que era um simples esqueminha eleitoral do trolha do Eduardo Azeredo, o PT elevou ao estado de arte, nunca se corrompeu tanto nestepaiz como diria o Apedeuta Supremo. Há quem diga, entretanto, que o PT aprendeu a arte da corrupção com seu pseudo-arqui-rival, o PSDB, conforme observou os esquemas das ambulâncias superfaturadas de José Serra, os caixa-dois das campanhas de FHC (em 94 e 98), entre inúmeras outras coisas.
  • Monte de Desonestos do Brasil - Historicamente o maior partido do país, é portanto formado por políticos desprovidos de qualquer ideologia, e muitas vezes até de alma e moral. Este partido elege tantos candidatos porque não é necessário ter estudado política, nem lido qualquer livro de filosofia, sociologia ou ciências políticas, você precisa apenas prometer mais educação, segurança, saúde e estradas. Como não possuem ideologia, estão ali no cenário político apenas por cargos e nada mais.
  • Partido do Suco de Laranja - Por muito tempo um nanico, popularizou-se em 2018 quando assumiu-se como um partido de extrema-direita nazista fascista homofóbico racista opressor misógeno que deseja o extermínio das minorias. Como o Brasil é um país de falsos-moralistas onde todos gostam de julgar os outros enquanto fazem suas putarias às escondidas, foi com naturalidade que esse partido conservador venceu as eleições de 2018. Infelizmente, as instituições democráticas funcionam apesar de tudo, e o PSL nunca conseguiu colocar em prática em seus planos de extermínio de gays, pobres, negros, mulheres e meninas grávidas de 12 anos.
  • Outros partidos sem importância - Partidos de direita como o PP, o DEM, o PR e o PSC, e partidos de esquerda como PDT, PTB, PPS, PSB, PCB, PCdoB e etc. É uma zona sem tamanho! É muito comum você ver partidos que partilham dos ideais do governo indo contra o governo, enquanto partidos de ideais contrários aparecem apoiando.

PoderesEditar

Executivo

É o poder da União garantido pela Constituição Federal de executar. Agora o que executar, ninguém sabe direito até hoje, talvez estejam se referindo a executar os roubos, as falcatruas, e todas essas coisas inerentes à administração pública. Ao executivo cabe a direção do país. Ele é quem decide as estratégias e qual secretária comer hoje. Anda de carro importado e, em caso de secura brava, apela para aqueles anúncios "atendimento só para executivos, hotel/motel".

No Brasil o poder executivo é dividido entre as esferas federal, estadual e municipal. Mas é tudo a mesma bandidagem. A idéia central do poder executivo é a vontade do povo emanada através do voto, geralmente comprado. Portanto ninguém pode reclamar de estar na merda, pois teoricamente ele votou no seu representante para colocá-lo naquela merda.

Legislativo

 
De acordo com os parlamentares, a imunidade parlamentar é realmente necessária, para que eles roubem trabalhem em segurança.

É o poder absoluto do Estado de legislar, ou seja, escrever abobrinhas para boi dormir (projetos de leis). Como a Constituição Federal já está toda bem feitinha[carece de fontes] desde 1988, o poder legislativo no Brasil já não tem muito mais o que fazer, além de ficar votando recessos e aumento de salários deles próprios. Entre as suas principais atribuições, está a de ficar cheirando no cangote do poder executivo, amarrando esse poder pois só o legislativo pode autorizar muita coisa que os ministros querem fazer, em situações específicas, o legislativo pode até julgar o Impitman do Presidente da República.

Judiciário

É o poder do Estado de julgar, que obriga todo mundo a cumprir as leis votadas pelo legislativo. De acordo com Montesquieu é representada por uma mulher cega (pois nada vê). A principal atribuição do judiciário é julgar. Da mesma maneira que nem os deputados nem o presidente leem as leis quando as estão fazendo, os juízes também não se preocupam com isso. Ele nem quer saber quem tem razão. Ao que tudo indica, o resultado de um julgamento é determinado por um misto de alinhamentos astrológicos obscuros conjugados com a direção do vento. Então, aplica-se o antigo ensimamento medieval: "de cabeça de juiz e bumbum de neném ninguém sabe o que sai". Os fatos de os julgados costumarem ser mais favoráveis aos torcedores do mesmo time que o juiz ou aos clientes de advogados sócios dos mesmos clubes de golfe dos magistrados são largamente tidos como inexplicáveis coincidências.

Relações exterioresEditar

 Ver artigo principal: Foro de São Paulo

O Brasil é forte aliado de países muito democráticos como Irã, China, Coreia do Norte, Venezuela e Cuba. O primeiro é devido a política islâmica de pena de morte para corruptos. O governo brasileiro financia obras de infraestrutura no país para convencê-lo a revogar esta política. O segundo é a troca voluntária entre crianças chinesas e brasileiras, numa forma de manter a população de ambos os países controlada. O terceiro é a exportação de comidas coreanas para o Fome Zero, como comunista come é criancinha, pros norte-coreanos não faz falta.

  Afmifgo prefidentef dof nofme improfunfiáfel  
Governo Brasileiro sobre Governo Iraniano
  Afmifgo prefidentef daf pirofa pefena  
Governo Brasileiro sobre Governo Chinês
  Afmifgo prefidentef daf pirofa menof aifda  
Governo Brasileiro sobre Governo Norte-Coreano

  Brasil
HistóriaPolíticaSubdivisões
GeografiaEconomia
CulturaTurismo