Abrir menu principal

Desciclopédia β

Queen Greatest Hits I

Ozmaeleozelito.jpg Este artigo se trata de um álbum

E você baixa da internet porque não tem dinheiro.

Conheça o resto da playlist clicando aqui.

Certificação Vendas
Esmeralda.jpg
Este álbum/single recebeu disco de Esmeralda por

vender mais de 5 milhões de cópias pirateadas

Queen Greatest Hits é o segundo álbum mais fodástico do Queen, logo atrás de A Night at the Opera, mas não é inédito, porque só tem músicas consideradas sucessos de todos os seus álbuns. Esse disco é histórico, porque é o mais vendido da história da Inglaterra, com mais de 30 milhões de cópias Chupa essa Beatles! Não vai confundir com a reedição de 1991, que tinha Mais de 8 mil 4 faixas a mais.

HistóriaEditar

Depois do sucesso médio de seu novo single Under Pressure com o Viado do David Bowie, o Queen já previa que seu próximo álbum (o Hot Space) que tava cheio de batidão sertanejo igual ao seu Single, ia pro beleléu junto com as vendas e a opinião da crítica. Então pra o próximo não ter tanto vexame, resolveram lançar pra tapar buraco o seu Primeiro Greatest Hits, ou traduzindo para o Português xucro: Grandes Hits ou Maiores Sucessos ou também Todas as músicas que prestam de todos os álbuns. Então reuniram seus "Sucessos" num disco só, e deu certo, porque esgotou-se logo na primeira semana, que pra uma banda que nunca foi modinha, foi um sucesso estrondoso Chupa essa de novo Beatles!.

FaixasEditar

  • Another One Bites the Dust

Música com uma linha de baixo muito chata, e que fala de uma espécie de tiroteio, que provavelmente ocorreu no Rio de janeiro.

Canção com Mais de 8 mil vozes, e uma pá de instrumentos e três seções rítmicas e uma letra que não quer dizer Porra nenhuma.

Uma música em homenagem a Elvis Presley, que fala que o amor é uma coisa louca e talz e ficou no topo das paradas americanas, por isso entrou nesse Greatest Hits.

 
Capa do álbum, totalmente tridimensional para época.

Essa fala da puta Rainha assasina, e como ela gosta de perfumes caros, carrões e hostentar riqueza.

Já essa música fala de uma Tara do Brian May Por Gordinhas, mas essa tara acabou quando Brian começou a sair com uma loira gostosona em 1989 e ela chegou até aparecer em um clipe do Queen.

  • Under Pressure

Foi feita em pareceria com David Bowie para o álbum Hot Space. Foi o único sucesso do álbum citado e tá no Greatest Hits só pra encher linguiça.

A música do Tum Tum Pá, Tum Tum Pá como é mais conhecida, é um grande hit do Queen e em hipótese alguma podia ser deixada de tocá-la num show. Como é um Hit, tinha que entrar no disco.

Mais um clássico do Queen, que quase todo mundo gosta menos os fãs do Led Zeppelin e do Slipknot. Mais uma música que não podia ficar de fora do disco. Nós somos os campões!

  • Flash

Uma das poucas faixas cantadas de Flash Gordon, que apesar de fazer parte de um álbum horrível, fez successo e tá aí maracando presença. Conta os heroísmos e coisas legais que o Freshhh fez pelo universo.

  • Somebody to Love

Música que lembra coral de igreja, e os integrantes do Queen cantam com Vozes fininhas. É o único sucesso de A Day at the Races, e conta pela enésima vez, com o Freddie tava solitário.

  • You're My Best Friend

Você é meu melhor amigo fala como é bom ter um escravo amigo por perto, uma típica canção do John Deacon. Mais um sucesso de A Night at the Opera, que apesar de chata pra caralho, ta aí para ouvirmos.

Entrou no álbum só por que é especial para o Queen, que é a primeira a entrar no Top 40 da Inglaterra. Ela conta a história de um maluco tentando se manter vivo.

Corrida de Bicicleta é uma canção do Mundo do contra, que quando um cara diz algo, ele responde com algo ao contrário. É um sucesso do álbum Jazz, e é muito sem sentido.

Música do álbum The Game, e fala do amor de Freddie Mercury ao Super Mario...♪♫♪♪♫Play the Game..Everbody Play The Game..Of Love♪♫♪♪♫...

Faixas Bônus de 1991Editar

Mostra como é tratar bem uma mulher sem fazer merda (o que é meio estranho ao se tratar de dicas do viado do Freddie Mercury).

Música de gente pirada, sucesso (Ou não) do Queen II.

Essa música pede para o Eu lírico se salvar, porque ele Está nu e quer voltar para casa..