Abrir menu principal

Desciclopédia β

Rênio

Metalman.jpg Este artigo é metálico!

Ele é revestido ou banhado a algum metal ou liga que se encontra na tabela periódica. Se você corroer este artigo, Mordekaiser vai exterminá-lo!

Rênio é um elemento químico da famigerada tabelinha colorida. Ao contrário do que você pensa, ele nada tem a ver com renas, e por isso não está presente no seu Natal. Aliás, ele não está presente na vida de ninguém, como se espera, e é tão raro que nem eu conheço.

HistóriaEditar

 
Não é sobre renas que este artigo trata.

O rênio foi o último elemento natural a ser descoberto, o resto deles foi coberto pelo Dmitri Mendeleev. Recebeu esse nome tosco que lembra o nada em homenagem ao rio Reno, que fica próximo esconderijo do Hitler, e não em homenagem ao Rudolf, para quem ainda acredita no Papai Noel. O elemento foi encontrado durante a procura pela resposta para a vida, o universo e tudo mais, quando extraíram 1 grama desse elemento processando 666 660 gramas de molibdenita, um mineral derivado do elemento 42, a resposta para tudo na Química.

Porém, na década de 1940, o processo de obtenção do rênio se torna caro e difícil, então algum gênio sem qualquer tipo de vida social criou as ligas metálicas tungstênio-rênio e molibdênio-rênio. Aquela indústria fuleira dos anos 40 acabou ganhando uma ajuda cabulosa e deu um upgrade na produção, o que gerou a alta produção do rênio e consequentemente o tráfico deste.

CaracterísticasEditar

Metal branco prateado e brilhante que apresenta um dos maiores pontos de fusão dentre os coleguinhas, é um dos elementos que se derretem com mais graciosidade e desenvoltura. É o quarto mais denso, pois sua espessura considerável tem a capacidade de satisfazer até a sua mãe. Devido a ser um metal com sangue de rena barata, tem inúmeros estados de oxidação, ideais para aprender os números.

Sua forma comercial geralmente é em pó, porém o rênio não deve ser cheirado em hipótese alguma, pois muito pouco se sabe sobre sua toxicidade devido ao fato de ninguém ter tido paciência suficiente para estudar o rênio a fundo.

AplicaçõesEditar

  • Utilizado naquelas lâminas gigantes que você viu girando nas turbinas de aviões... porque eu nunca vi.
  • Usado extensivamente como filamentos em espectrógrafos de massa e em detectores de íons.
  • Ligado ao tungstênio ou ligas a base de molibdênio para melhorar suas propriedades e deixá-los mais bonitinhos.
  • O fio do rênio é usado em lâmpadas de flash para fotografias.
  • Em termopares de rênio e tungstênio que medem temperaturas de 2200ºC, pois o mercúrio não tem cacife para medir tamanha quentura.