Abrir menu principal

Desciclopédia β

Rafard

Rafard, cidade cinamatográfica criada para abrigar as filmagens de Lost, um lugar de caipiras conhecido como "Terra Nunca", é um bairro de Capivari que de tão ruim foi dispensado de lá e foi transformada em "cidade" após a infame Guerra da Bosta contra Capivari.

HistóriaEditar

 
Monumento de entrada da cidade.

Rafard conquistou sua independência com muito suor, após a Guerra da Bosta, travada contra sua ex-metrópole, a mega cidade de Capivari. Nesse movimento bairrista os caipiras e sitiantes de Rafard utilizaram de sua única matéria-prima mais abundante para servir de arma: Acumularam muita merda para jogar nas pessoas que que tentavam atravessar a ponte sobre um grande esgoto a céu aberto apelidado de "rio Capivari". Fartos disso, a independência foi garantida em 1965.

Após a guerra os habitantes de Rafard realmente acreditam, até os dias atuais, que moram numa cidade e não num bairro que ficou apenas ainda mais esquecido por não precisar mais de atenção de Capivari.

EconomiaEditar

Cidade desgraçada, uma característica que chama atenção de qualquer um que se perca e porventura passe em Rafard sem livre espontânea vontade é o ambiente ímpar para criação de pragas graças ao mato e lixo pelas calçadas e um total descaso com cuidados ambientais que resultam na enorme quantidade de mosquitos e mal cheiro da cidade.

A chuva de bagaço e fuligem de cana-de-açúcar proporcionada pela usina de cana que comanda a cidade é o mais perto de "economia" que essa cidade possa ter, usina esta que ainda não tomou conhecimento das leis ambientais dos últimos 100 anos. Essa poluição além de proporcionar casa imundas e muitos insetos, sabidamente aumenta os casos de infarto, câncer e doenças cardíacas e respiratórias além do maior nível de estresse da população.

TurismoEditar

Pela carência de parques que não estejam cobertos por mato onde nascem até índios e pela total falta de supermercados, shopping, cinemas ou qualquer outra opção de lazer, o principal ponto turístico da cidade acaba sendo a Unidade Mística de Saúde Maria Tereza Apprilante, local construído pelo esforços da própria população para originalmente ser uma materindinde, o local teve seu momento áureo com quatro partos em 1991. Ao longo dos anos, porém, foi redecorado com estilo retrô-medieval de modo que é possível encontrar uma imensa variedade de baratas, formigas, aranhas e ratos de todos os tamanhos.

Ou ainda, visitar a Praça 3 corações, e apreciar um local de descarga de lixo e cultivo de mato selvagem enquanto observa habitantes consumindo drogas