Abrir menu principal

Desciclopédia β

Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Crystal Clear app kguitar.png

Paul McCartney deu sua benção a este artigo!

Obrigado! Este artigo se sente mais forte agora :)

Clique aqui para mais abençoados.


Babel fish.gifTraduzindo: Arco - Íris
Babel Fish sobre Rainbow

Cquote1.png Você quis dizer: Deep Purple Cquote2.png
Google sobre Rainbow

Cquote1.png "Toca Smoke On the Water!!" Cquote2.png
Fã poser de Deep Purple no show do Rainbow

Cquote1.png Catch the Rainbow Cquote2.png
Rainbow sobre Rainbow

Cquote1.png Eles são nossos ídolos, mas nós somos melhores! Cquote2.png
Dream Theater sobre Rainbow

Cquote1.png Vocês traíram o movimento hétero, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Rainbow

Cquote1.png Esse guitarrista do Rainbow é bom einhô Batistaaa!! Cquote2.png
Paulo Brito falando com Batista sobre Rainbow

Cquote1.png Exatamente Paulo Britoooo Cquote2.png
Batista falando com Paulo Brito sobre Rainbow

Cquote1.png Esses caras irão se ver comigo!!! Cquote2.png
Beto Jamaica irado após sua demissão do Rainbow

Cquote1.png Fly to the rainbow... Cquote2.png
Scorpions sobre Rainbow

Cquote1.png Rainbow? Essa banda é boa pra Caraaalhoooo Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Rainbow

Rainbow, ou melhor, Arco-Íris, foi uma banda criada por Rico Mais-Preto após sair do Fundão Roxo.


Índice

HistóriaEditar

Em 1975 Rico decide abandonar o Fundão Roxo (Deep Purple) pois Glênio Hugo e Davi Cover-dele estavam levando a banda pro ritmo Funk Carioca, estilo já experimentado pelo fundão roxo no disco Fireball (Tributo ao MC Bola de Fogo).

Cansado de experimentalismo, Rico foi atrás de alguns vagabundos desocupados que pudessem o ajudar a alcançar o sucesso. Encontrou nas ruas o caminho para tal feito. Um bando de maconheiros formado por cinco caras sem dinheiro que subiam toda noite em palcos achando que eram Elfos e tocavam pagode achando que era música clássica. Sim, Rico achou os malucos ideais pra começar na empreitada de uma nova banda. Estes maconheiros estavam sem comida, sem grana, e sem maconha. Aceitaram na hora o pedido de Rico para se juntarem com ele e formarem uma nova banda. a banda estava formada com:

Para ganhar popularidade, Rico fez uma grande jogada de marketing. A banda seria líder do movimento GAY! Isso mesmo. A banda se chamaria então Rainbow (Arco-íris em Inglês), símbolo das Moçoilas que possuem tramucão. Puto da cara, o padre e guitarrista Eduardo Istiven deixa a banda sem fazer porra nenhuma nela. A banda começa a se apresentar em paradas gays em todo o mundo, seus shows tinham presença de consolos gigantes e cenas eróticas gays nos telões. Dispertaram então o olhar do mestre da guitarra Chimbinha, que contrata a banda para começar a lançar discos.

 
A banda totalmente sentada após um show com dores no ânus.

Após gravar o disco, Rico PretoMais decide demitir todos os integrantes da banda exceto Ronnie Von Dio, que tinha uma performance mais Gay que o normal, e isso ajudava a vender. Para o lugar dos músicos demitidos foram chamados:

A banda lança o disco 'Subindo e me Rasgando', muito mais gay que o anterior.

Mudanças pra ganhar mais granaEditar

A coisa ia indo muito bem. Mas Rico PretoMais tinha que pagar diversas dívidas geradas pelos tráficos de drogas de Cozy 'do pó bom'. Rico então, após mais um disco, demitiu o diabo à 4 por que Cozy viciava todos com seus pós da Jamaica e contratou mais uns caras pra banda. Mas Cozy ficou na banda por ser o único a usar franja Emo. Nessa bagunça foram chamados outros traficantes musicos:

Assim eles gravaram o maior sucesso deles "Vida Loka Pedra e Rola".

Fase mais Gay Possível e FimEditar

Rico decide demitir Cozy e começa a revezar músicos na formação da banda. Chama então Joe Tina Turner para cantar com a banda. Ele era um cover gay de Tina-Turner. Mais tarde a banda acabaria fazendo um disco de covers do Village People. A banda lança o disco Difficult to Cure (Difícil pra curar em inglês). O título faz referências às noites em que Joe Tina Turner fazia perversões anais com os holdies, sendo assim, difícil pra curar no dia seguinte. Após não agüentar mais ser chamado de viado pelos amigos, Riquinho Mis-Pretinho decide reunir o Fundão Roxo e esquecer a fase gay de sua vida.

ReuniãoEditar

Após ser chutado novamente do Fundão Roxo, Rico reúne o Arco-Íris com novos membros, entre eles, o vocalista Dudi Branco, para contrastar com seu nome. Nessa fase Carlinhos Brown assume a bateria da banda, Beto Jamaica o contrabaixo e Sylvia Saint o cargo de "criação do DEMO", já que ela era muito gostosa e os fãs do Rainbow eram gays, ela saía sempre quase morta dos shows.

O FimEditar

O Deus Metal descobre que a banda era uma banda gay, e decreta o fim dela por ser muito preconceituoso. Rico aceita naturalmente é claro, e decide morar em um castelo em Tangamandápio com sua nova mulher, "Quem Disse? Naite". Lá ele fica fudendo o dia todo, fumando titica de labrador e compondo músicas achando que é elfo, similar à banda que ele havia catado pra formar o Rainbow.

DiscografiaEditar