Abrir menu principal

Desciclopédia β

Ratos de Porão

Deus metal(2).jpg
Este artigo foi abençoado pelo
DEUS METAL!
Vamos louvar o DEUS METAL!!
\,,/.Ò.Ó.\,,/
HAIL! HAIL! HAIL AND KILL!
Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!


Cquote1.png Desde que eles se mudaram para cá, dormir tem sido um pesadelo Cquote2.png
Um Rato de um Porão sobre Ratos de porão
Cquote1.png Nem preciso falar nada né? Cquote2.png
Dado Dollabela sobre Ratos de porão e traições

Utilidade para os Ratos de Porão.

Cquote1.png João Gordo já trabalhou comigo, eramos muito "calientes" Cquote2.png
Barney sobre João Gordo e seu apelido dinossaurinho
Cquote1.png Meu marido estava no live from mars, malditos sejam ratos de porão T_T Cquote2.png
Mulher de um qualquer sobre maior acidente provocado pela banda


Ratos de Porão é uma banda de Axé Baiano, com misturas hibridas de black metal, metal nu (mais conhecido como "naked metal"), Punk (estilo que mais tarde foi traido por João Gordo), pagode, heavy metal, doom metal e os outros metais, como alumínio, ferro, mercúrio, entre outros.

Liderada pelo carioca filho de acrianos João Gordo, foi a banda brasileira com a história mais conturbada até hoje, envolvendo casamentos, separações, brigas, casos amorosos e claro, muito, mas muito pudim de ameixa.

Desde sua criação já vendeu mais de 500.000.000 cópias até hoje e é considerada uma das bandas de maior sucesso no meio musical brasileiro, perdendo apenas para o sucesso estrondoso de Apocalypso (conhecida por muitos meirinhos como Calypso).

Ratos de Porão varou várias épocas e décadas e influenciou milhares de músicos, como Charlie Brown Jr., Zézé di Camargo e Luciano, Mc Leozinho, Alexandre Pires, Fundo de Quintal e etc. Bem como influenciou várias gerações, tais como na era hippie em que ratos de porão fez o maior show psicodélico da história: Live From Mars, com a participação especial de Pink Floyd.É conhecida por mudar radicalmente a história do rock, com a adição de diversos estilos novos e várias técnicas especiais tais como o Fat Hands (técnica para tocar guitarra desenvolvida por joão gordo, mais tarde falaremos dela).

Vários trabalhos seus influenciaram toda uma geração e realmente mudaram a escola do mundo. Tais trabalhos são: Quem comeu meu acarajé, Eu quero meu vatapá, Tira a mão do meu Muçuçu e não podendo esquecer do famoso O Puteiro que Fica Aberto ao Amanhecer (clássico esse gravado com o Pink Floyd)


Índice

Início

Tudo começou, quando, em 1962, João Gordo um homem maduro e de forma corporal invejávelmente redonda estava passeando pelas ruas de Ipanema, quando casualmente encontrou Ozzy Matutal Osbourne, um vendedor ambulante de tapioca.Imediatamente, uma forte atração sexual amizade foi sentida por ambas as partes, e assim começava uma história que mudaria o modo de ver o mundo de muitos babacas jovens do movimento de contra-cultura. Ozzy só falava em música, e joão gordo só falava em suruba psicodelia, então os dois decidiram montar uma banda de rockenroou psicodélico, juntaram então João Gordo, Ozzy Osbourne na busca de mais membros.

 
Como podem ver, em seu começo ratos de porão era psicodélico e todos os integrantes eram "bonitos"

Após 3 meses de procura intensa e sem resultados, os dois estavam desistindo e o sonho da banda estava caindo por terra, quando, de repente, bateu na porta uma esperança: era a jovem Dercy Gonçalves (sim!!! JOVEM!!!) uma exímia tecladista acreana que havia recém fugido de casa (dai a explicação para ela ser jovem, ela nunca havia existido até o momento da fuga do acre). O Piloto da banda estava pronto, João Gordo como cantor, Ozzy Osbourne como baterista e Dercy Gonçalves como tecladista, assim os três babacas jovens musicos cairam na estrada.

3 anos se passaram desde o começo da banda e nenhum sucesso, os 3 meninos de ipanema ppensavam em desistir, quando na porta de seu trailer seio musical, bateram duas pessoas: Clodovil, jovem gay entusiasta e exímio baixista e Dado Dorabella, baiano da gema e louco guitarrista, que instantaneamente entraram na banda.

Aqui, a palavra "eximio" quer dizer "NÃO sabem tocar absolutamente nada!", e todas as músicas da banda são tocadas na sequencia de cordas: E-A-D-G-B-E, ou seja, todas as cordas soltas.

Babacas Membros

 
Ratos de Porão...

Ratos de Porão era originalmente composto por:

João Gordo: Conhecido também como Pitonho, João Gordo teve uma infância extremamente dificil, por ser gordinho era o "fedorentinho" da sala, e todos o ignoravam. João não conseguia fazer amigos e nem falar com as meninas, com o tempo ele desistiu de tentar e parou de ir à escola, logo, engordou 200 quilos e se viu preso à cama, durante anos ele ficou confinado em sua casa jogando MMORPG e alimentando seu sentimento de ódio da humanidade, o que deu à banda seu toque "Metal metido a punk emo lixo. João se viu obrigado a abrir as asas e sair de casa, quando aos 32 anos um maremoto destruiu sua casa e matou sua velha mãe, joão agora estava sozinho e seu destino era ir para a favela da rocinha para morrer de bala perdida, porém lá aconteceu o contrário e João finalmente se encontrou e também encontrou seu parceiro sexual companheiro para a banda, Ozzy Osbourne


Clodovil: Pseudo-baixista, completamente efeminado. As origens de Clodovil são desconhecidas, antes do aparecimento dele com Dado Dorabella no trailer seio musical de joão e ozzy, nunca ninguém tinha ouvido falar dele. Alguns dizem que Clodovil foi uma experiência híbrida entre humanos e alieníginas feita na Área 51 que não deu certo, outros dizem ainda que clodovil cortou seu próprio pimpolho num acesso de loucuda e alto-mutilação.

Clodovil se formou na Escola de Música de Rosa Choque City (segundo ele) e ao total, teve mais de 55 namorados e 150 transas, sendo assim o segundo homem que mais teve relações sexuais com outros homens. (o primeiro foi Oscar Wilde)

 
João Gordo em solo de vocal.


Ozzy: Baterista da banda, viciado em cheiramento de gatinhos. Ozzy teve uma infância conturbada. Sua mãe (a jumenta falante) se matou quando ele tinha apenas 5 anos e sua outra mãe (a garçonete que faz bicos aqui e acolá) fugiu para o méxico com seu padastro (que na verdade era seu pai). Ozzy praticamente se cuidou até os 12 anos de idade sozinho e Deus, ozzy entrou para o tráfico da rocinha muito cedo e para esconder seu esquema de vender papelotes de cocaina, ele montou uma cabana de tapioca. Não fosse seu encontro místico com Gordo, ozzy provavelmente seria o rei do tráfico e seria 500.000 vezes mais rico e mais respeitado e não um astro do rock decadente que injeta pó de mármore nas veias. Ozzy hoje em dia perdeu todos os seus amigos, os que não morreram na Guerra do Morro, morreram de overdose. Seus unicos companheiros hoje em dia são seus comparsas de banda que de vez em quando se reúnem para jogar um Buraco. Ozzy passa seus dias catando pentelhos no sofá e anunciando o retorno da banda, por não ter mais refúgios mentais.


Dercy Gonçalves: Não se sabe ao certo as origens de Dercy Gonçalves, ela se apresentou jovem para ser a tecladista da banda e alguns meses depois ela já tinha a aparência de uma múmia, alguns cientistas entusiastas explicam que esse fato ocorreu pois Dercy era uma Acreana, ou seja, uma criatura milenar e inexistente vinda de um lugar que nunca existiu. Ela teve uma forma física bastante jovem até o momento em que fugiu do Acre, revelando assim sua verdadeira idade. Testes de datação por Carbono-14 não conseguem revelar ao certo sua idade corporal mais alguns céticos acreditam que Dercy é de 900 a.c, porém ela alega ser muito mais antiga. "Eu sou de uma raça extinta, de seres não-corpóreos e extremamente sábios. Algumas culturas da sua raça nos chamam de semi-deuses, todos poderosos, Jihad, ou ainda anjos, mas francamente não posso revelar minha idade pois ela está além da compreenção de sua raça." disse uma vez Dercy em uma entrevista de TV. Sua extrema idade corporal lhe deu dons mentais avançadíssimos, assim, Dercy pode tocar teclado e arrotar ao mesmo tempo.


Dado Dorabella: De origem guatemala, Dado fugiu para o Brasil em 1962 no ataque à bahia dos porcos. Junto com milhares de imigrantes ilegais, ele se instalou em um campo de refugiados no Brasil, sobrevivendo cometendo pequenos delitos.

 
Grande Dado!

Completamente viciado em Rebelde (a pior droga de todas) e no fundo do poço, Dado viu sua vida no fim quando conheceu Clodovil, que prôpos a ele entrar na banda Ratos de Porão, por não ter mais onde ir dado aceitou e entrou na banda, fez vários ménage-a-troi e se salvou da danação eterna (por enquanto). Hoje em dia dizem que ele vive no rancho Neverland com Tiozinho Michael e dorme todo dia com medo do bicho papão.

Mudanças nos Integrantes

Em meados dos anos 70 , a banda sofreu alterações: Sai ozzy e entra Joey, deus da bateria. A banda chega ao estrelato graças ao extremo talento de joey, porém Gordo se desentende com ele em um show e os dois acabam-se em um confronto, terminando por Gordo cair na plateia e causar assim a "Chacina dos Porcos", maior desastre da história baiana.

Logo depois desse desastre, Dercy se muda para o Acre e desaparece para sempre, sem deixar vestígios. Alguns dizem que ela virou automaticamente uma acreana, ou seja, deixou de existir. com a saída de dercy, a banda ficou 15 anos em hiato, voltando em 1990, com um sucesso avassalador e mudando a história do mundo.

Primeiro Sucesso

Ratos de Porão caminhou sua caminhada infrutífera como uma bandinha de porão até o ano de 1990, em que foi descoberto o escandalo sexual envolvendo Dado Dorabella, João Gordo e Clodovil, fato que levou a uma séria briga entre Dado e Gordo, resultando em três costelas quebrados, fratura peniana, feridas no coro cabeludo e a morte de uma criança. Inspirado pela perda de seu amor (afinal, joão perdera a virgindade com Dado!), João e seu caso Clodovil, lançaram o álbum "Cú Atomico no Puteiro que Abre ao Amanhecer", cuja música "Pode vir Quente que eu to fervendo" rendeu o primeiro disco de latão da banda.

Logo foi lançado, o disco rendeu muitas polêmicas, os teclados avassaladores e psicodélicos de Dercy (considerados por muitos uma revolução no mundo da psicodelia) foram considerados plágio da música "Lawrence é bom no Piano, Vai tocar rocken in my show, Parárárá" (mesma que tocou no filme "Escola de Rock", o que rendeu inúmeros processos em cima da banda. Dercy foi presa injustamente e sofreu 6 anos em cana, servindo de "mulherzinha" para a sua companheira de sela Paola.

Depois de muitas apelações na justiça, a banda conseguiu a liberação de Dercy. Esta porém, estava com a voz débil e afetada e com as mãos tremendo, depois de seis anos confinada injustamente, sendo assim inútil para a banda, dercy foi descartada e jogada no lixo, logo após o lançamento de maior sucesso da banda.

Com a falta de um tecladista inovador, a banda foi decaindo e decaindo, até que num dia, mais precisamente dia 28 de janeiro de 2008, Umberlino Tinaldo ingressou na banda, como tecladista e guitarrista principal, fazendo assim a banda alavancar para o sucesso novamente.

No auge do renascimento, João Gordo tragicamente morreu, deixando assim milhares de órfãos musicais no mundo todo.

Dias de hoje

Ratos de Porão não está oficialmente acabado, mas acontece que todos os integrantes ficaram tão cheios de bufunfa, que estão ocupados demais limpando o bumbum com notinhas verdes ou fazendo fogueiras com notas de cem para voltarem a tocar, lançando assim apenas alguns discos aqui e la para conseguir mais dinheiro ainda.

Em sua caminhada, Ratos de Porão teve sucessos avassaladores, tais como: Cú Atomino no Puteiro que Abre ao Amanhecer e Eu Prefiro Ser O Dinossaurinho, esses sucessos que foram responsáveis pela guerra do vietnã garantiram a Gordo e à sua trupe MUITA moral no meio artístico, permitindo-lhes assim fazer qualquer coisa.

Devido a esse moral, João gordo se mudou para o Acre para estudar na Escola de Música Ditatorial e Intestinal de Chuck Norris (mesma responsável por formar deuses da guitarra, tais como Felipe Dylon e Chimbinha, depois de dez anos perdido no acre, joão volta para a terra com as técnicas de guitarra mais místicas de todos os tempos, pronto para uma ultima bimba com a banda. Esta bimba que esá sendo projetada para ser o maior show da história humana.

Programas de Tv

Devido às falhas na vida de João Gordo, ele e alguns de sua banda se ingressaram na vida do show businnes, em vários programas baitôlas e boçais legais, aqui vão alguns deles:

  • Correndo para viver;
  • Gordo Visita Sua Mãe;
  • Mão na tomada;
  • No escurinho com o Michael Jackson;
  • Desarmando a minha paima;
  • Na Cama Comigo
  • Batata Fervendo (cancelado pelo número absurdo de mortes infantis);
  • Bate rosca queima punheta;
  • A Buça do Meu Amor é de prástico
  • Gordo Fat Show

legado

João gordo tem um filho adotivo com Chuck Norris (antigo professor de guitarra), o bolinha se chama Emílio Barriga Zenon, criança de 10 anos que prometeu que

 
Emílio Barriga Zenon

quando emagrecer o bastante para conseguir pegar um violão com os dois braços, irá continuar o legado do pai na banda horrível Slipknot.

Não contente por mudar o mundo e influenciar toda uma nova geração de alienados jovens da contracultura, João Gordo criou a técnica de guitarra Fat Hands, técnica esta muito utilizada por diversos musicos hoje em dia.

  Eu inventei o Slow Hands e me senti o maioral, João Gordo inventou o Fat Hands e eu entrei em depressão  
Eric Clapton sobre João ter humilhado ele com o Fat Hands

A técnica milenar do Fat Hands consiste em 0,999855589 notas por segundo serem tocadas por meio de gorduras mentais de João Gordo, assim ele pode tocar sem os braços por exemplo, apenas com sua gordura localizada.

Certa vez John Frusciante tentou fazer a Fat Hands e desapareceu num vórtex temporal, 2 meses depois ele foi localizado na fronteira do território que deveria ser o Acre, completamente pelado, rindo desesperadamente e com uma placa que dizia "Live From Mars - SIM! EU FUI!". Como ele foi encontrado em um território completamente hostíl ("A Fronteira", uma espécie de portal para o Acre, se é que ele existe) e estava com a saude mental debilitada, os cientistas disseram que ele sofreu o golpe "boa noite cinderela" o que justificaria o sumiço de suas roupas, porém nunca conseguiram explicar o porque de ele estar com uma placa de um sow psicodélico de 30 anos atrás. Alguns dizem que ao tentar executar o Fat Hands (erroneamente) ele foi mandado direto para o "lugar" onde essa técnica foi criada, ou seja, o Acre, lá ele provavelmente ficou vagando durante 2 mezes no deserto hostíl e inóspito, e tendo que aturar todos os dias o show "Live From Mars" (daí a ideia de alguns de que o acre é o próprio inferno).

Isso explicaria o fato dele ter a placa de 30 anos atrás e o fato de ele não ter nenhuma roupa (fora roubada num arrastão de "Ladrões acrianos", criaturas milenares e inexistentes).

Infelismente, John Frusciantte morreu uma semana após ser encontrado, de infecção generalizada, jamais saberemos sua incrível história.

Músicas do Ratos de Porão

A típica música do Ratos de Porão contem os seguintes elementos:

  • Batidas de coração;
  • João Gordo berrando palavras sem sentido cantando muito alto
  • Berro;
  • Algum integrante cantando obviamente chapado (as vezes um cachorro... chapado também);
  • Professor falando para as crianças comerem carne (clara mensagem antivegetarianismo);
  • Sons de animais variados (feitos por Ozzy em sua maioria);
  • Reza Satânica;
  • Cultuação a Def Leprad
  • Destruição de instrumentos músicais;
  • O refrão (Aleluia!);
  • Gordo Gritando e destruindo as cordas vocais;
  • Destruição de todos os instrumentos da banda;
  • Incerscão de uma baqueta no olho de joão gordo;
  • BERRO;
  • Participação especial de Slipknot;
  • Aparição fantasmagórica;
  • FIM;

Sempre lembrando, que todas as músicas do Ratos de Porão tiveram a participação especial de Slipknot, e todas as músicas tem os mesmos acordes, óu seja, todas as músicas são uma só, porém com efeitos mais espaciais e mais lentos, ou com a adição de um berro aqui e acolá.

Outro grande exemplo de "música" do Ratos de Porãp é a "música" "Pode Vir Quente que Eu To Fervendo, Porque no Puteiro que Nasce ao Amanhecer, Os Cavalos Relincham de Prazer", alem de ter um puta nome grande, todos os integrantes da banda compuseram ela após uma mutilação coletiva, após uma sessão de cheiramento de gatinhos.

Live From Mars

Este é um dos shows do Ratos que merece destaque, foi o maior show que eles fiseram em marte, com um público recorde de 85 nerds,300.000 de babacas jovens do movimento de contra-cultura e 7 cadáveres alieniginas, eles tocaram o álbum "Some daqui" 75 vezes, foi o show mais

 
João Gordo dormindo na rua depois do maior show da história

psicodélico da banda. Neste mesmo, clodovil assumiu sua identidade homossexual pela 79° vez e deu um mergulho na plateia, também contou com a participação de Pink Floyd, que estava lá

passando uma temporada de lazer, eles ajudaram a tocar a última música "Eu So Feio Mais Tô na Moda e no Meu Taco eu Acredito", acrescentando o som de vários cavalos relinchando e quatro minutos de silencio completo, após ter cheirado muitos gatinhos Gordo declarou uma briga com Davi Gilmar, que lançou gordo lonje no espaço, e ao atingir a terra, gordo provocou a primeira catástrofe cataclísmica da história e também o primeiro terremoto 20.9 na escala Richard.

Final

Depois de um tempo na escuridão, Dado Dorabella estava cansado do rock e de todo o racismo e ódio que ele prega, botou fogo em todas as suas roupas pretas, botas, pulseiras espinhentas, estojo de maquiagem branca e preta, comprou um monte de roupas coloridas e foi viver no maranhão, escutando Pirilampo, casou-se e hoje em dia é a pessoa mais feliz da vida.

Com a saída de dado e a perda do grande amor, joão gordito ficou muito deprimido e começou a compor músicas emo (como sempre), com a mudança repentina de estilo, clodovil decidiu tentar carreira solo na alto custura e joey (atual baterista) foi praticar embaixadinha no banheiro.

Com a saída de 3 dos principais babacas membros da banda, só sobrou joão gordo e dercy (A tecladista) dercy até deu a ideia de formarem uma dupla psicodélica/psypop, mas gordo em seu estado depressivo amoroso, desistiu de vez da carreira musical para tentar a sorte no mercado doceiro.

João Gordo e sua vida no Mercado Doceiro

Ao terminar o Ratos de Porão, joão gordo decidiu seguir seu sonho real, entrando de cabeça no mercado doceiro, abrindo duas padarias na WallStreet chamadas "Rats of Dreams" e "One Thousant Kilos", alguns dizem que ele nasceu para aquilo, o pequeno menino joão fazia pães e doces como ninguém, criando gomas de mascar com sabores psicodélicos e magnificos.

Outros dizem também, que uma vez ao vender doces para algumas crianças chatas, joão ficou tão nervoso que emitiu seu "Voice of Lion" (vocal extremo, tão agudo que é capaz de quebrar vidrassas em edificios) e os liquidos corporais das ditas crianças entraram em atividade espontanea, criando assim um fenomeno identificado como "Combustão Humana Espontânea", fazendo assim as crianças se encinerarem instantaneamente. O rugido foi reemitido pelos cinos de WallStreet, fazendo assim gordo entrar em combustão também, porem, como os liquidos corporais de gordo eram extremamente maiores e mais densos, a combustão espontânea se transformou num grande incêndio que destruiu WallStreet. Esse era o fim de mais um sonho.


Morte

Após a combustão humana espontânea subta de joão na padaria, a ambulância foi imediatamente chamada, os enfermeiros passaram por cima dos corpos carbonizados das pobres criancinhas e pegaram ocorpo chamuscado de joão e colocaram na maca, entraram no caminhão de bombeiros (na ambulância o corpo fofonho de joão não cabia) e rumaram para o hospital.

 
E no enterro de joão gordo...

Chegando lá, todos os médicos do hospital foram chamados para a gigantesca sala de operações, para tentarem reconstruir o corpo de joão. Mais de 59 dias foram gastos e 300.000 pesoas foram mortas por causa da espera (todos os medicos do hospital estavam operando joão), depois de 59 dias de tentativas fruistradas de reconstrução corporal e reanimação, foi declarada a morte de joão. Um idolo de gerações estava morto. Um Semi-deus para vários obesos estava morto. O motivo para crer em um novo amanhecer de muitos havia morrido. João Barriga Nascimento Zenon Silva estava morto.

Uma cerimônia gigantesca foi feita para mais de 800.000.000 pessoas, várias personalidades importantes compareceram para a cremação de João Gordo, como por exemplo, Michael Jackson, Barney, Faustão, Ebe Camargo e até Chuck Norris. Com o inicio da cremação, todos tiveram que pagar uma taxa, pois cremar meia tonelada de banha não é mole para o meio ambiente, após isso, uma linda cerimonia em que as cinzas de joão eram jogadas no oceano pacifico foi feita (pena que as cinzas emcobriram o mar por meses, dizimando assim milhares de vidas marinhas.)

João Gordo pode ter morrido, porem seu legado musical nos acompanhara por todo o sempre.

Discográfia

  • Empacotados Pelo Sistema (compacto, 1956);
  • Meu Sovaco tá coçando (compacto, 1959);
  • Cú Atomico no Puteiro que Abre ao Amanhecer (1962);
  • Na Prisão Seu Rabo é de Ninguém (1968);
  • Um Coro por Minuto (1975);
  • Porcolino Ferradura (1982);
  • Let's Run Till have No More Sun (1983);
  • Eu sô feio mais tô na moda e no meu taco eu acredito (1984);
  • Live from Mars (1990);
  • Garis de Brasília (1990);
  • Feijoada acidente intestinal (1991);
  • Não Suba nessa Balança! - Ao Vivo do World Trade Center (antes de ele cair, claro) (1992);
  • Um tiquim do zé, Um tiquim do joão, Um tiquim do mané e um tiquim do Sebastião (1994);
  • Senhoras de Santana Deixem-nos em paz, vosso fogo ninguém satisfaz (1997);
  • Cuidado com o coco! (1999);
  • Live from Mars 2.0 (2000);
  • Some Daqui!!! (2003);
  • Ratos de Porão-A vida até parece uma padaria (2004);
  • Megatonelada, a História de João (2004);
  • Combustão Humana Espontânea - A Morte de João (2008);
  • O Ultimo Grito de uma Bosta Adormecida (2008);
  • Todos fodem, mas poucos gozam - Acústico (2008);
  • João Gordo Legend (2009) [álbum comemorativo em homenagem à João Gordo];

Ver também