Abrir menu principal

Desciclopédia β

Raul Jungmann

Ladra06.gif Raul Jungmann é mais um dos
POLÍTICO$ DO BRA$IL

E tem jatinho particular


Raul Belém Jegueman's Pinto[1] (Coral Verde-musgo, 1 de Abril de 1952), mais conhecido por Raul Jegueman(pt:Raul, o Jegue-Homem ou Raul, o Homem jegue ) é um político brasileiro e comentarista político e de segurança da GloboNews, substituindo Merval Pereira nos shows noturnos da emissora. Tornou-se O Paladino da Justiça, Moral e Bons-Costumes, quando liderou o exército em sua primeira e única operação "real" desde a Copa de 1946 (Operação Fogo de Palha) e alguns meses passou a ser odiado por aqueles que o amavam depois que mandou descer o sarrafo nos caminhoneiros, durante a greve Carga Pesada.

Raul, o Homem Jegue
Raul Jungmann em seu local de 'trabalho' enquanto era ministro da Justiça e Segurança Pública.png
Raul fazendo o serviço para qual ele era pago
Deputado Federal por link={{{3}}} Pernambuco
Período 1 de janeiro de 200331 de dezembro de 2011
1 de janeiro de 201512 de maio de 2016
Partido MDB
PC-sem-o-"do"-B
PPS (1991–)
Nível de honestidade Baixo, ruim, pobre... ...
Perfil
Nome completo Raul Belém Jegueman's Pinto
Nascimento 1 de Abril de 1952
Corais no litoral de link={{{3}}} Pernambuco
Nacionalidade Brasileiro
Partido MDB
PC-sem-o-"do"-B
PPS (1991–)
Religião Católico (pré-PCB)
Ateu (pós-PCB)
Profissional
Profissão Nenhuma, nasceu para servir de encosto mesmo
Escândalo Anistiar o braço-direiro do Fernandinho sem decisão judicial
Dados Pessoais
Sexo link={{{3}}} Masculino
Nível de Inteligência Alto É o Tite dos ministros
Vícios Dinheiro (pré-intervenção no RJ)
Cocaína e Haxixe (pós-intervenção no RJ)


Índice

BiografiaEditar

 
Acredite, cenas como as que geraram o Raul são mais comuns do que se imagina.

Gerado a partir do cruzamento de um equus asinus com a Dona Sílvia enquanto ela tomava banho de sol em Tambaba, Raul nasceu em 1952, quando sua mãe mergulhava próximo aos corais de Recifes no sul de Pernambuco. Ao contrário de outras fontes menos fiáveis, Raul nasceu num recife em São José da Coroa Grande, não na Capital do estado.

Em 1974, concluiu o ginásio depois de repetir o penúltimo ano duas vezes e o último quatro vezes. No ano seguinte entrou na faculdade de Psicologia da Universidade de Pernambuco, mas reprovou cinco vezes o primeiro semestre, sendo jubilado do curso logo depois. Apesar do fiasco nos estudos, na Faculdade usou todo o tempo de estudos para participar de reuniões regadas com muitos opioides, feitas entre os militantes do PCdoB que não tinham tomado no cu até aquela época. Como a polícia não entrava no campus, então podia fumar a vontade.

Em 1984, participou do Núcleo de Pichações do movimento Diretas Já. Com o fim da dita dura, se filiou ao PCB para depois fundar o PPS e passar aquele ar de cansei do comunismo quando na verdade estava ajudando na multiplicação dos partidos de esquerda-esquerda no país.

Como Ministro Extraordinário da Política FodidáriaEditar

Em idos do ano de 1999, o mundo se preocupava com o Bug do Milênio enquanto que o Brasil, país que sempre esteve a anos luz atrás de qualquer país do hemisfério norte, se preocupava com a questão fundiária.

Na época presidido pelo Fernando Henrique Cardoso, o Brasil passava pela maior crise de terras desde que o último que sugeriu alguma coisa um pouco parecida com "reforma agrária" morreu envenenado no Uruguai, com Índios e Fazendeiros instaurando uma guerra civil entre eles mesmos no interior do país. A partir dessa época os Índios ganharam roupa e passaram a cobrar pedágio para circulação nas estradas de terra abertas por eles e portarem em mãos armas mais sofisticadas que essas de brinquedo que o exército brasileiro usa até hoje.

Para servir como bombeiro nessa situação, THC FHC nomeou Raul para ser ministro Extraordinário da Política Fodidária, um ministério de fachada criado para apaziguar os ânimos dos mais exaltados (brasileiro abaixa as orelhas para qualquer nome mais pomposo). Depois este virou o ministério responsável pela promoção da agricultura de sub-desistência, em que os agricultores ganham lotes do governo para plantar só para a família dele.

Quando a derrota do Mr. Burns nas 2002 parecia eminente, Raul Homem-Jegue se candidatou como deputado federal, eleito com tranquilidade.

Como Ministro da DefesaEditar

Ministro da Defesa nomeado no momento em que Temer sentiu o cheirinho de naftalina na sala de despachos do Planalto, Raul foi o ministro da Defesa que mais apareceu no Jornal Nacional desde Nelson Jobim e seu apagão aéreo em 2006.

Intervenção federal no RioEditar

Depois do surpreendente resultado do Carnaval de 2018, em que a Beija Flor de Nilópolis não termina campeã, pela primeira vez em 465 anos de carnaval carioca, e terminada a ressaca dos dias seguintes ao daquela putaria, quando o brasileiro voltou a dar conta de si e na total merda em que ele se encontrava. Sem as tradicionais guerras de facções, os cariocas passaram a disputar outros estados, de modo a aumentar as fronteiras daquele país.

O governo federal percebeu que a violência carioca tinha saído da Cidade de Deus e como o Axé do Ebola, chegado até o Lago Sul, apenas 10km da residência Oficial do vice-presidente, o que significava que era a hora de dar alguma outra distração àquele povo, algum outro "mob" para que Rogério & Cia. pudessem meter tiros, já que até a PMERJ e o BOPE tinham arregado.

Com uma canetada, Michel Temer interviu no Rio e mandou Raul tomar conta do interventor fantoche que faria o papel de Secretário de Segurança Pública do estado carioca.

Alguns meses depois, vendo que a intervenção seria mais uma Operação da PMERJ para Controle do Tráfico, o presidente criou outro ministério, dessa vez para promover a desordem e insegurança pública vivida pelos cariocas para o restante do país, tendo nomeado o Homem Jegue como ministro.

Como Ministro Extraordinário da Insegurança PúblicaEditar

 
O mais esperto agradecendo ao mais burro pelo favor.

Como mensageiro da desordem e do caos que vive o Brasil pós-olimpiada, Raul Jegueman foi o ministro responsável pela instauração do Ultimo Suspiro da Segurança Pública. Esse sistema é tão eficiente que uma das primeiras aplicações foi na soltura do braço direito do Fernando Beira-Mar, ainda que mantenha o braço esquerdo e o restante do seu corpo preso.

Greve dos CaminhoneirosEditar

Em Maio de 2018, faltando um mês do Brasil entrar em campo e cada espectador da Globo ser desneuralizado nas vitórias da equipe (e depois reneuralizado novamente com a derrota), eis que meia dúzia de tiozões de saco cheio resolvem estacionar no meio da Régis Bitencourtt e causar a maior balbúrdia nacional desde 1999, quando eles mesmos fizeram aquilo pela última vez.

Coube ao ministro enviar um currículo para a Globosat e ser selecionado para cobrir as escalas do Merval nos dias que eles não pudesse comparecer na emissora. Promovido rapidamente na organização hierárquica da emissora, rapidamente se tornou o porta-voz da emissora nas entrevistas coletivas do governo.

Vida PessoalEditar

 
Imagem do Instagram de Raul mostra que ele faz jus ao nome e que também como ele tem enfiado seu atributo em cada buraco.

Raul hoje é casado com sua esposa, tendo os dois feito vários filhos. Apesar de casado, ele vive sua rotina, frequenta baladas da melhor idade e quando pode, pratica frescobol com seus colegas de repartição.

Ministro do Subdenvolvimento Agrário
Ano do bugano do Penta
Didn't exists
José Abraão
20022003
Ministro do Queijo Suíço que é a Defesa brasileira
20162018
Aldo Rebelo
(piada de mal gosto)

20152016
Joaquim Silva e Luna
(e que dupla, meu!)

2016
Ministro da Insegurança Generalizada
2018
Criado
A ser indicado pelo próximo populista
que vencer as eleições de 2018


Referências

  1. Nada não...