Abrir menu principal

Desciclopédia β

Região Nordeste (Singapura)

Nordeste de Singapura trata-se de um pequeno estado independente oficialmente denominado de República Autônoma Semi-independente Social e Popular Lalalande de Cingaura do Nordeste, é um quarto de hotel-estado localizado na ponta sul da Península Malaia, no Sudeste Asiático a exatos 1373 quilômetros ao norte do Equador.

Índice

HistóriaEditar

Singapura do Nordeste não teve existência independente durante toda a história da humanidade, tendo sido sempre parte de diversos impérios locais. A Singapura do Nordeste moderna foi fundada como um posto de pernoite por um cidadão português cuja história não guardou o nome mas podemos chamá-lo de Manoel e termos 70% de chances de estarmos corretos. Sabe-se apenas da sua nacionalidade porque ainda ali se encontram no vocabulário coletivo frases sugestivas como "cambada de meninos", "O Paulo Bento se fosse é para o ....." e outros ditos mais ou menos ordinários com que o dito cidadão português brindou, eram 6 horas da manha locais, a seleção portuguesa no seu último jogo com os Estados Unidos.

Tornou-se auto-governada internamente em 2014, durante um período relativamente curto, subsidiada pelas parcas remessas que o seu fundador trouxe do espaço europeu.

Desde então, presume-se, teve um aumento maciço em termos de riqueza dado que é duvidoso que dois pelintras portugueses escolham o mesmo Hotel para criarem um estado.

GeografiaEditar

A região é constituída por uma cama de casal, duas mesinhas de cabeceira, um roupeiro e uma casa de banho independente, é separado de Singapura Central por uma enorme janela, 3 paredes e uma porta.

Singapura do Nordeste é altamente urbanizada, mas durante a sua existência chegou a ter uma orquídea (desconhece-se atualmente o seu paradeiro). No entanto, espera-se um crescimento e desenvolvimento caso o proprietário do hotel decida fazer obras.

EconomiaEditar

A região é (foi?) um líder mundial em diversas áreas: prestação de serviços parcamente remunerada, cravanço de tabaco, cravanço de café e demora a produzir documentos autenticados.

Por decisão do seu fundador não são admitidas a criação de instituições de outros estados no seu interior nem a entrada, passagem ou mero visionamento por parte de alfacinhas que recusam pertencer à Amadora, munícipes de São Domingos de Benfica que teimam em encontrar diferenças substanciais entre freguesias lisboetas e agro-betos.

PolíticaEditar

O quarto de hotel-Estado do Nordeste de Singapura apesar de autodenominar-se república é, verdadeiramente, uma ditadura, desconhecendo-se o método de chegada ao poder do seu autointitulado "o grande educador da classe operária de Singaura".

A imagem internacional é a de um governo forte (gordo vá), experiente (mais ou menos) e altamente qualificado (em poucas coisas). No entanto, o regime é visto por alguns críticos da oposição e observadores internacionais como sendo demasiado procrastinador, nomeadamente de certidões.

PopulaçãoEditar

Cerca de 1 ou 2 pessoas vivem neste preciso momento em Singapura do Nordeste, ou estão em caminho de o fazer, dos quais exatamente 0,0% nasceram no local, contudo crê-se que podem ter sido criadas algumas pessoas naquele espaço (mas não durante o governação do seu fundador - garantidamente).