Abrir menu principal

Desciclopédia β

Relatos de Cabral no alto-mar

Este artigo é relacionado à história.

E não foi descoberto, foi achado.

D opressaoromana.jpg
PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um vinho ishtränho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Se vəndalizarish, um bäenfiquista vai atrás də tua mãe

Favela.gif CRIME OCORE NADA ACOTECE FEIJOADA

Aí, mermão, este artigo aqui, ó, é brasileiro, tá ligado? Só fala de futebol, come feijoada, exporta diplomatas, puxa o saco dos EUA, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela alta criminalidade.


Cquote1.png Você quis dizer: Uma viagem muito louca Cquote2.png
Google sobre Relatos de Cabral no alto-mar
Cquote1.png Você quis dizer: Descoberta do Brasil Cquote2.png
Google sobre Relatos de Cabral no alto-mar
Cquote1.png Já comi Cquote2.png
Alexandre Frota sobre Pedro Álvares Cabral
Cquote1.png Obrigado tio Cabral! Se não fosse por você não roubaríamos a Petrobrás! Cquote2.png
Dilma Rousseff
Cquote1.png Fiz sexo com cinco marujos ao mesmo tempo! Cquote2.png
Sua mãe sobre suas primeiras experiências
Cquote1.png Meu primeiro marido. Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Pedro Álvares Cabral
Cquote1.png Nem eu lembro desses relatos... Cquote2.png
Pedro Álvares Cabral sobre relatos de sua orgia viagem

Relatos de Cabral no alto-mar são partes do anais da Desciclopédia sobre as putarias aventuras de nosso descobridor em nossas amáveis e honestas terras! Na verdade, esse relato se passa ainda na nau (um tipo de embarcação) dos portugueses. Há também relatos de quando a sua mãe perdeu a virgindade. Leia e fique bebâdo com o tamanho liricismo do texto que deixaria até Camões no chinelo!

Cabral na nau

Índice

Situação históricaEditar

Dia 13 de Abril de 1500, os soldados norte-americanos se preparam para invadir a Normandia os portugueses se preparam para descobrir o Brasil. Eles navegam à mando do Rei Leônidas de Portugal e estavam determinados a pegar umas novinhas conseguir riquezas e levar-las para sua terra natal. Só que muita coisa rolou no meio do caminho, caro leitor! Tantas coisas para colocar nesse artigo...porém, estou muito ocupado baixando vídeos pornográficos da Xuxa (Não sabia que ela fez? Quer ver? clique aqui!) Vamos parar de conversa fiada e mostrar logo um dos relatos, dois dias antes de chegar na ilha conhecida como três vezes Vera Cruz, ou seja, na merda da República das Bananas!

 
  Os alemão quer invadir a favela!  
algum índio sobre os portugueses

O relato em alto-marEditar

Personagens:
Cabral, o cantor o descobridor.
Júlio: O tripulante número 1 da nau.
César: O tripulante número 2 da nau.
Navegador da nau: auto-explicativo.

Pare de enrolar e começe a porra da história!Editar

  • Cabral:"Essa tal de Índia é longe pra cacete, hein?"
  • Júlio:"Nem me fale! Estou batendo o meu recorde de 68 dias sem banho!"
  • Cabral:"Não sinto tanta falta dos banhos, e sim de me deliciar com as deliciosas folhas de cânhamo!"
  • César:"É capitão... também sinto falta de dar umas tragadas..."
  • Cabral:"Contenha-se subordinado! Você está me deixando com vontade!"
  • Navegador:"Capitão, duas de nossas caravelas precisam ser abastecidas com mantimentos."
  • César:"Só temos ratos podres para dar as caravelas, senhor."
  • Júlio:"Tinha, pois eu já comi todos!"
  • César:"Seu desgraçado esganado! Por quê não deixou nenhum pra mim?!"
  • Cabral:"Acalmessem homens! Eu guardei reservas de pepinos maduros que durarão até chegarmos á Índia."
  • César:"É isso aí, capitão! Eu te amo!"
  • Cabral:" Alto lá marujo! Sem viadagens, por favor!"
  • Júlio:"Capitão, no sótão guardamos alguns padres para cristianizar os nativos."
  • Cabral:"Eles são pedófilos?"
  • Júlio:"Negativo, senhor."
  • Cabral:"Oh, que pena! Pois eu sou adulto, mas dentro de mim reside uma criança irrequieta!"

(Os marujos começam a cochichar...)

 
Já imaginou essa cruz... enfiada no seu rabo?

Vai começar a putaria!Editar

  • Cabral:"O que estão cochincando?"
  • Todos:"Nada, senhor!"
  • Cabral:"Sinto cheiro de excremento no ar..."
  • Júlio:"O senhor esqueceu de se limpar quando saiu do banheiro, senhor?"
  • Cabral:"Cale-se Satanás!"
  • César:"O capitão tá todo cagado, pessoal!"
  • Cabral:"O que dissestes, César?!"
  • César:"É... bem... que o senhor é muito bom pra gente, senhor!"
  • Cabral:"Agora tu serás castigado! Tome essa chicotada, infame!"
  • César:"Antigamente o senhor batia mais forte... tá parecendo até massagem teraupêutica!"
  • Júlio:"Até meu filho de sete anos bate mais forte que isso!"
  • Cabral:"Seus filhos da..."
  • Júlio:"Calma capitão! Largue esse chicote e concentre-se em nossa missão nessas terras desconhecidas."
  • César:"Acho que já está na hora de alimentar os padres..."
  • Cabral:"Tá bom, vai lá então."
  • Júlio:"Preciso comer um pepino..."
  • Cabral:"Pode ir também."

(Cabral em pensamento): Ainda sinto que essa viagem vai dar merda...

  • Júlio:"Capitão! Más notícias!"
  • Cabral:'O que houve marujo?"
  • Navegador:"Aqui não é a Índia, e sim o Brasil!"
  • Cabral:"Puta que pariu!"

O que aconteceu depois disso?Editar

Eles fizeram meinha para esquecer que estavam indo para o Brasil. E depois tiveram um contato cordial com os nativos da América do Sul. Opa! Já ia esquecendo! Sua mãe deu pela primeira vez na vida para o Navegador da Nau, 302 anos antes de conhecer o cachaceiro do teu pai!

Ver tambémEditar