Abrir menu principal

Desciclopédia β

Renault Logan

FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

Drácula.jpg ESTE ARTIGO VEIO DA ROMÊNIA!

No topo de todas suas aldeias há um castelo mal-assombrado pelo Drácula, seus habitantes sabem fazer ginástica e comem pizza de cérebro de porco.

Se vandalizar, um vampiro vai te morder!

P ronaldinho.jpg Ordem para os pobres, progresso para os ricos.

Oxe, venha cá, este artigo da porra vem do Brasil! Só fala de futebol, come feijoada, exporta diplomatas, puxa o saco dos EUA, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela dificuldade de atendimento médico.


Cquote1.png Você quis dizer: Carro de pobre Cquote2.png
Google sobre Renault Logan

Cquote1.png Você quis dizer: Novo fusca sedan Cquote2.png
Google sobre Renault Logan

Cquote1.png Você quis dizer: Horroroso Cquote2.png
Google sobre Renault Logan

Cquote1.png Me chamaram? Cquote2.png
Wolverine sobre Renault Logan

Cquote1.png Esse carro é feio Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Renault Logan

Cquote1.png No meu tempo esse carro se chamava Gordini Cquote2.png
Seu avô sobre Renault Logan

Cquote1.png Desenharam esse carro com uma régua? Cquote2.png
Cliente "super satisfeito" com o design da carroça

Cquote1.png Na verdade foi com um esquadro empenado Cquote2.png
Vendedor envergonhado com a verdade pergunta

Mal foi lançado e já foi feita uma picape na mesma plataforma...

O Logan é um automóvel rústico, desenvolvido para ser um carro popular com espaço interno de um Toyota Corolla e combater a chegada dos veículos chineses no mercado europeu e substituir veículos soviéticos em regiões periféricas. Modelo projetado na Romênia pela Renault com design inspirado no Fiat Uno e no Lada Niva numa parceria com a Dacia e usando a plataforma do Nissan Micra, é uma espécie de sucessor do Ford Corcel, que também foi baseado num Renault, o R12, que inspirou os antecessores do Logan: Supernova, Solenza e outros modelos praticamente iguais que só mudavam o nome e não mais atendiam os padrões de segurança adotados na União Européia. Portanto, optou-se por criar um modelo totalmente novo usando gambiarras arame componentes de modelos diversos para economizar em escala de produção, com algumas peças que sobraram da fabricação do Fiat 147 e da Honda POP exclusivas projetadas com a finalidade de economizar mais ainda. É fabricado na Índia, Colômbia, Romênia, Rússia, Irã, Marrocos, Turquia e BRRRRAZZZILLL,ZIL,Zil...

Índice

Estratégia de mercadoEditar

 
Eco2, eco 2, eco2 eco2, eco2, versão ecológica do sedã, dã, dã, dã.
 
Versão tunada destinada ao mercado da Bahia. Ficou liiiiindo, meu rei...

Em diversos países do leste europeu aonde a Dacia é respeitada como fabricante de automóveis, é usada essa marca, enquanto na maioria dos países onde é tão conhecida quanto a capital do Acre usa-se a marca Renault, ou Nissan, como no México. Em países onde se usa a marca japonesa, o nome do modelo muda para Aprio. E na Coréia do Sul usar-se-á a marca Samsung. Vale lembrar que a Dacia é uma espécie de Lada que deu certo, sendo respeitada pelo menos em seu país de origem, ao contrário da fábrica russa que tem que exportar seus lixos para a África e vender pela metade do preço para não falir. O carro é um verdadeiro exemplo de como viajar no tempo, pois nos trás o visual retrô dos anos 80 de volta para as ruas, uma vez que seu motor foi inspirado no CHT do Ford Corcel, tem a carroceria inspirada no Ford Escort de 1984 e traseira inspirada na Volkswagen Saveiro de mesmo ano, só ficou devendo o carburador. Aqueles que foram crianças nos anos 80 e sonhavam em ter um Ford Escort novinho igual ao do papai, agora tem a inédita oportunidade de ter a sua reedição retro-style!!!

MotoresEditar

  • 1.0 16 válvulas Hi-Flex - movido a álcool, gasolina ou qualquer mistura de ambos (motor 1.0 num carro médio, só no Brasil mesmo...)
  • 1.4 8 válvulas a gasolina, modelo básico na maioria dos países onde é vendido
  • 1.6 8 válvulas Hi Flex no Brasil e só a gasolina no resto do mundo
  • 1.6 16 válvulas Hi-Flex no Brasil e só a gasolina no resto do mundo, pra variar
  • 1.5 dCi a diesel, não-disponível no Brasil. É o motor escolhido para a versão ecologicamente correta Eco2, que pode rodar com biodiesel (óleo de fritura velho com um nome mais chic)

CarroceriasEditar

 
Versão furgão para uso em funerárias.

Já foram introduzidos modelos sedã, wagon, furgão, rabecão, ambulância, picape e um hatch estranho que parece ter sido vítima de tuning, o Sandero, e custa mais caro que o sedã...

AcabamentoEditar

 
O Logan e as suas linhas modernas inspiradas nos carros soviéticos da década de 70.

O acabamento do Logan é tão luxuoso quanto o de uma carroça tunada, mas é um dos detalhes que foram pensados para fazer com que fosse barato o suficiente para que até um fudido como você possa comprar nem que seja financiado em 100 prestações sem entrada... Alguns corajosos que compraram o Feiogan Logan sentiram na pele o que significa para uma montadora "redução de custos". Imagine um carro do tamanho do Vectra com painel pior que do Celta. Pensou? Parabéns! Você já conhece um Logan!

No BrasilEditar

Único país onde é oferecido com motor 1.0, pois brasileiro não sabe comprar carro, também abriga uma das duas fábricas do modelo na América Latina (a outra fica na Colômbia). A filial brasileira da Renault produz versões melhoradas para atender à Argentina e ao México, com equipamentos não-disponíveis para o otário consumidor brasileiro, como câmbio automático para os mexicanos e motor a diesel para os argentinos...

No IrãEditar

É produzido em parceria com um fabricante local, que o comercializa como Renault Tondar L90 (sedã) ou M90 (wagon). A versão mais vendida é a M90, pois permite carregar mais explosivos. O motor do sedã atende à legislação ambiental Euro II, enquanto a wagon já cumpre as normas Euro IV.

Na ÍndiaEditar

É produzido em parceria com a Mahindra, fabricante local de jipes, tratores e triciclos. Como não tem condições de concorrer em popularidade com os modelos do Piaggio Ape produzidos sob licença pela Bajaj, foi posicionado como sendo um modelo de luxo (parece piada, mas É SÉRIO), sendo que nem câmbio automático tem ainda. Tanto que um novo projeto de um modelo mais básico e barato está sendo desenvolvido para ser destinado ao povão na Índia.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar